Ana Fonseca – Amsterdam, Holanda

 

É tradição na Holanda comer diversos itens de pastelaria assim que as temperaturas caem e a festa de Sinterklaas no início de dezembro acaba. São produtos especiais, vendidos em grandes lojas de departamentos, lojas de tortas e pastelaria (as chamadas “banket bakkerij”) e quiosques pelas praças das cidades e vilas.

Os mais importantes itens de pastelaria holandesa no inverno são:

Ananasbeignets e appelbeignet: almofadinhas de massa recheada com uma fatia grossa de abacaxi ou maçã.

Appelflappen: triângulos de massa de ovos e trigo recheados de cubinhos de maçã. Tanto o appelflap quando os beignets são fritos em óleo quente e polvilhados de açúcar cristal e canela.

Oliebollen: bolinhos de óleo. Parecem intermediários entre uma massa de bisnaga e uma rabanada. Podem ser sabor “natural” ou com uvas passa. Polvilhados com açúcar em pó – são os meus favoritos para acompanhar um chá ou café.

Appelbollen: uma bola de massa recheada com pedaços de maçã, amêndoas e canela.

Todas essas delícias tem muitas calorias – e ainda bem que só são vendidas durante um mês por ano, hehe. Mas debaixo do frio e neve não há nada melhor do que se abrigar em um quiosque e comer uma dessas especialidade. Ou então em casa diante do aquecedor ou da lareira. Com gluhwein (uma espécie de quentão) nem se fala…

Um doce e feliz Ano Novo a todos os leitores e colunistas. Gelukkig Nieuwjaar !

(Foto: papel de embrulho de patisseria, arquivo pessoal da autora)

__________

Ana Fonseca mora na Holanda. Sigam nossa fanpage no Facebook para atualizações diárias, nosso Twitter e nossa conta no Instagram. Gostou das postagem? Então compartilhem-na nas mídias sociais. “Sharing is caring” Agradecemos!