Skip to content

Um dia em Barcelona, II parte

18/09/2017

Ana Fonseca – Barcelona, Espanha

(Continuação da parte I)

Ainda sobre nosso primeiro dia em Barcelona, e continuando nosso passeio. Saindo das Ramblas, nos direcionamos ao Port Vell. Passamos pela estátua de Colombo e…

Uau, vistas de tirar o fôlego!  Iates, barcos de todos os tamanhos, e uma ponte de madeira bem cheia de gente.

A ponte vai dar no imenso shopping center Maremagnum, onde as belíssimas vistas continuam. Nesse ponto, o tempo nublou e caíram algumas gotas de cuva na minha câmera (levei por medo de assalto uma digital simples). Muita imagem ficou manchada (lente danificada), mas ainda assim fiz algumas fotos decentes.

O shopping Maremagnum é lindo e espaçoso, mas não é cansativo e eu firmemente aconselho que seja visitado. É bem “aberto”, com amplas varandas no andar mais alto e toaletes grátis. Ok, as lojas você encontra em outros lugares por Barcelona e Europa (Mango, Desigual, H&M etc.. A Desigual estava com 70% de desconto, uhuuu!) mas o mais legal do shopping Maremagnum são as vistas e os restaurantes. Eu fiz muitas fotos por alí, e fiquei tão satisfeita de ver tanta beleza que já podia dar o meu primeiro dia por encerrado. (**dica**dica**dica** Passe na nossa conta do blog Brasil com Z no Instagram para ver mais fotos).

Depois dessa visita ao Maremagnum e ao Port Vell, já estávamos todos bem cansados de caminhar e queríamos encerrar o dia. Mas antes, uma passadinha na cervejaria Kaelderkold. Meu marido estava cheio de endereços de bares e restaurantes super bem indicados pelos amigos. Ele também tem um perfil no Untappd sobre cervejas (já julgou mais de 1,100) e estava muito afim de ir a esse Kaelderkold. É bem simples, estreito e branquinho, com uma sala ao fundo do corredor. Pedi uma cerveja “Mangocuya” da Tibidabo (super refrescante) e limonada para as crianças. Meu marido foi de “Haircuts for Everybody” e depois uma “Dangerously Close to Stupid amount of Apricot”. Ele deu 4 de um total de 5 estrelas para cada uma, fica a dica.

Por fim,  o belíssimo Bairro Gótico, no centro da cidade antiga de Barcelona (Ciutat Vella). 

La Catedral de la Santa Creu fica no meio do bairro gótico, não há como não passar por ela. Há um controle na entrada sobre a roupa dos visitantes e ciganas oferecendo a venda de xales aos visitantes para se cobrirem. Eu estava de camiseta de manga curta, e bermuda (comprida) e consegui entrar. Minha filha desdobrou as perninhas do short e também passou. A catedral é sóbria e muito bonita, com um claustro/pátio fechado ao acesso do público e cheia de gansos muito mansos. Se planeja visitar Barcelona e incluir essa catedral no seu roteiro, preste atenção às suas roupas, principalmente se quer usar shortinhos e camisetas no dia – pode ser que você não entre.

Depois da Catedral, uma paradinha numa casa de empanadas argentinas com uma atendente simpaticíssima.

A La Fabrica fica na Carrer del Call #19. Impossível saber qual a empanada mais gostosa. Não são queimadinhas por fora como as da Paola Carosella (ótimo, não gosto das queimadinhas) e os recheios são perfeitos.

Do lado da Catedral, você pode visitar gratuitamente o prédio do Arquivo Histórico de Barcelona. O estilo original era gótico, e sofreu várias reformas ao longo dos séculos. Tem atualmente uma atmosfera moura e que lembra um pouco o climinha de Sevilha, com azulejos, fontes, plantas tropicais e pátios.

Talvez a caixa postal mais linda do mundo, desenhada por Lluís Domènech i Montaner, do lado de fora do prédio do Arquivo Histórico.

Às 20h, para jantar, eu queria uma paella. E minhas crianças “comida de bar”, umas linguicinhas ou batatinhas. Fomos portanto ao muito recomendado “La Taverna i Sant Jordi”. Ficamos ao lado do bar quadrado que ocupa todo o centro do estabelecimento, num “coupé” de bancos altos de madeira. Tem música ao vivo (óóótima) e cardápio espanhol mas também com pratos típicos de pub. Pedimos umas patatas bravas para minha filha e “alitas de pollo”. Meu filho foi de “spare ribs” que parecia desses pre-cozidos de supermercado com molho pronto e veio com bastante batata frita. Eu e meu marido fomos de paella, que demorou mais de meia hora – acho que isso é um bom sinal. O serviço é rápido e simpático:  em um determinado momento 3 garçons estavam a nos trazer a comida e bebida. A atmosfera é animada, muita gente por toda parte com coquetéis e há cartazes de São Jorge pelas paredes e em direção aos toaletes (não é à tôa que “La Taverna” é conhecida por “La Taverna i Sant Jordi”). A comida não é excelente, mas razoável. Paella gostosa, mas não foi a melhor da minha vida – as melhores eu comi em Valência. Não é um bar turístico, os locais comem aqui. Fica a dica.

La Taverna
Ronda de la Universitat, 3708007 Barcelona
Por hoje é isso: como terminamos nosso primeiro dia em Barcelona. Chegamos em Vilassar de Mar depois das 23h, exaustos – mas com vontade de ver mais lados da cidade. Assunto para outros posts…
*Todas as fotos desse post: Arquivo pessoal da autora. 

_______________

Ana Fonseca mora na Holanda e administra o blog “Brasil com Z”. Para ver fotos das viagens dos nossos autores, visite o nosso perfil no Instagram. Sigam-nos no Twitter e na página do blog no Facebook para atualizações e reportagens sobre vida fora do Brasil. Sugestões, dúvidas ou participar do blog? Escreva-nos: blogbrasilcomz@gmail.com

Blog “Brasil com Z”, um blog feito por brasileiros expatriados, vivendo nos quatro cantos do mundo.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: