Pular para o conteúdo

Começando uma horta na Áustria

29/05/2018

  Elieser Borba – Áustria

Nos últimos dias recebi o contato de um antigo colega de trabalho que está vindo morar na Áustria com sua esposa daqui para uns meses. Ele, que não falava comigo por um período significativo, curiosamente leu meu primeiro artigo no “Brazil com Z” ao procurar informações sobre a Austria na Internet e desde então temos nos falado bastante. Dentre as perguntas que ele tem feito sobre como é viver neste país uma foi crucial e foi sobre os gastos com alimentação. Partindo daí surgiu a ideia de escrever este artigo.

Em geral, as pessoas que tem o desejo de sair de seus respectivos países constumam perguntar bastante sobre como funcionam as coisas nos locais para onde planejam viver. Sempre bato na tecla de ser imprescindível estar ao máximo familiarizado com o idioma, mas certamente outros pequenas questões são de muita ajuda nessas empreitadas. Além de me ater ao ponto destacado anteriormente que é concernente à língua venho conversando muito com minha esposa sobre maneiras de economizar nos gastos do lar. Ideias que vão desde o consumo mais consciente de água e energia elétrica até as compras no mercado.

A carne na Áustria em geral tem um valor exacerbado, podendo um simples steak de boi custar entre € 45 à € 60 ou até mais. Ambos não somos vegetarianos ou veganos, mas neste último ponto vale destacar que para termos menos gastos alternamos bastante a compra de carne com a de vegetais que saem bem mais em conta no preço e que nos proporciona uma diversidade de possibilidades vegano/vegetarianas nas culinárias árabe, indiana, marroquina, japonesa, tailandesa, dentre outras.


Nessa nossa busca incesante de ter um estilo de vida mais sustentável, propus a ela que plantássemos algumas coisas para não só diminuir os gastos mas para realizarmos uma higiene mental. Começamos na varanda do apartamento, mas acabou faltando espaço e infra-estrutura para a infinidade de possibilidades que fomos criando. Por fim, decidimos conversar com seu pai. Convencemos meu sogro, que vive há cerca de 10 minutos de nosso condomínio num espaço amplo e com um terreno vazio anexo que também lhe pertence, a construir nossa horta.

Passamos apenas um final de semana trabalhando no último inverno para fazer com que parte da área antes repleta de vegetação ficasse apenas “na terra”. Só mantivemos as amoreiras e um espaço ao fundo para colocarmos uma rede embaixo das árvores. Foi um trabalho conjunto entre eu, minha esposa e meu sogro. No fim, deixamos o solo, que por sinal é muito bom, sem raízes e preparado para o plantio. Com o degelo da terra no início da primavera demos início ao projeto. Começamos com alface, repolho, beterraba, batatas, ervilhas e cenouras. Atualmene, temos também abóbora, abobrinha, tomate, alho, pimenta, pimentão e morango. Os espaços “allotments” (loteamentos, em português) são prática muito comum em alguns países da Europa desde o pós guerra, onde a população sofreu bastante com a falta de alimentos, e em grandes cidades como Londres, por exemplo, é muito comum famílias alugarem espaços em áreas de campo só para ter como plantar seus próprios legumes e vegetais.

Digo a todos que a iniciativa vale muito à pena e que se estende para além de ter um espaço “fofinho” e transpirando natureza. É um local que você mesmo cuida, zela e respeita cada detalhe que vai desde apenas retirar a vegetação que atrapalha até ao invés de utilizar pesticidas contra insetos plantar ervas que mantenham estes afastados. E isso funciona!! No último feriado planejamos uma salada para o almoço mas não atentamos para o detalhe de que na Austria nada abre em dias de feriado, nem shopping center. O que fizemos então foi dirigir até a casa de seu pai onde fomos até nossa horta e colhemos o que precisávamos. Cabe ainda enfatizar que uma das sensações mais mágicas e prazeirosas do mundo é consumir o que a terra nos dá!

__________________

Eliezer Borba é carioca e escritor independente. Para saber mais sobre ele, visite a mini biografia. Sigam-nos no FacebookInstagram e Twitter para atualizações diárias sobre turismo, viajar e morar no exterior. Blog “Brasil com Z”, um website feito por brasileiros vivendo nos quatro cantos do mundo!  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: