Skip to content

Verão alemão: liberdade sem roupa e sem pudor

18/06/2018

Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha

O prêmio pra quem sobrevive ao inverno pesado de Berlim é curtir o verão com muito parque, muito lago, muito festival de música ao ar livre e muito bar com mesa na calçada.

Berlim parece outra cidade quando o sol finalmente aparece. Os casacos pesados pretos, as toucas de lã e os cachecóis dão espaço pra camisetas, vestidos floridos, tatuagens, cabelos de todas as cores possíveis e muita pele exposta.

fkkddr

Foto de Saskia Zeller no DDR Museum

Não se assuste se você visitar um parque ou um lago e tiver uns alemães peladões tomando sol: a Alemanha é o berço do nudismo, aqui chamado de Freikörperkultur (FKK), ou seja, cultura do corpo livre. Que surgiu como oposição aos nobres bem vestidos dos pés à cabeça, foi usado como campanha nazista de corpos perfeitos, foi perseguido e até proibido durante a época da Alemanha dividida e ressurgiu com toda a força durante a década de 70. Se passar pela Alemanha durante o verão liberte o seu corpo e vá tomar um solzinho vestido só com a sua pele, é bom para os ossos 😉

Foto de Saskia Zeller no DDR Museum

Segundo um nativo me contou, o FKK ganhou força do lado oriental, onde havia a ditadura comunista porque era tanta proibição, tanto “não pode isso, não pode aquilo” que o povo deu um jeito de se rebelar sem quebrar nenhuma lei em vigor durante a época apenas tirando a roupa nas praias e parques e aceitando os corpos todos crus e nus como são, sem julgamentos, sem amarras sociais e sem ficar encarando ou sexualizando. Existe uma ideia de que as pessoas nuas são todas iguais, todas pertencentes da mesma classe social e parte da natureza.

FKK

Fonte: Julius Groß/Archiv

Depois de passar o inverno inteiro vestindo umas 5 camadas de roupas, eu acho compreensível que as pessoas queiram ficar peladas durante o verão. Mas vamos ver até quando o movimento resistirá com a chegada dos imigrantes mulçumanos que adoram ficar sentadinhos em volta dos lagos nos parques observando este curioso costume alemão.

__________________

Lilian Nosralla é de São Bernardo do Campo, UX  designer formada em Comunicação Social. Mora em Berlim desde 2016. Para saber mais sobre ela e o blog pessoal, visite a mini biografia.

Blog “Brasil com Z”, um site feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo! Para atualizações diárias, sigam-nos no FacebookTwitter e Instagram. Agradecemos. 

2 Comentários leave one →
  1. 19/06/2018 22:20

    Amei!!!

    Excelente artigo!

    Sempre com artigos excelentes, com bastante informações e dicas extraordinárias.

    Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: