Pular para o conteúdo

Entrevistando Expatriados: Anaté Merger

16/01/2019

Ana Fonseca e Anaté Merger – França

Hoje temos uma entrevista com a Anaté Merger, que já contribuiu durante anos para o BZ falando sobre a Provença, na França. Ela tem uma agência de turismo voltada para brasileiros e escreveu vários romances. A Anaté nos conta como foi o processo de adaptação na França, como começou uma nova carreira e como é a rotina de trabalho conciliada com as tarefas de mãe e romancista. 

Anaté nos campos de lavanda da Provença. Foto: Natalia Itabayana.

Anaté, vocé é de Natal, RN e mora há quase 15 anos no sul da França. Como se estabeleceu na Provence?
Nasci em Natal-RN, vivi a vida quase toda em Brasília-DF e vim para a região da Provence um ano depois de conhecer Nicolas –  hoje o meu marido. Na época, estava de férias da TV Justiça onde era a editora-chefe e apresentadora. Ele, também de férias, vinha pela primeira vez ao Brasil. O nosso encontro foi tão inusitado que usei como “encontro” dos personagens principais em um dos meus livros. Tudo aconteceu por causa de um erro. No aeroporto de Brasília, soubemos (eu e duas amigas) que em vez de ir direto para Porto Seguro, teríamos que trocar de avião em São Paulo. Quando trocamos de avião, a aeromoça avisou que os assentos estavam livres e podíamos nos sentar onde quiséssemos. A informação só foi dita em português. Minutos depois um jovem se aproximou da minha amiga que estava terminando de colocar a malinha no bagageiro e apontando para mim avisou que eu estava sentada na poltrona dele! Trocamos um rápido olhar enquanto a minha amiga explicava a situação. Ele sentou atrás de mim e passou o voo olhando pela janela. Nos encontramos de novo dois dias depois, em uma das festas locais, quando ele me perguntou, em inglês, se eu lembrava que ele era “o rapaz do avião”. Claro que lembrava!
Foto por N. Itabayana
Qual é a sua formação de estudos e trabalho no Brasil? Faz isso na França? Como foi a mudança de carreira? 

No Brasil, comecei a trabalhar como radialista aos 17 anos na TV Ponta Negra, em Natal. Foram 17 anos, como jornalista em vários jornais, rádios e principalmente emissoras de TV, entre elas a Globo-DF, onde fiquei por sete anos (até ir para a França). A minha decisão de me mudar para a França foi extremamente complicada. Tinha um excelente emprego, conhecia muita gente, estava no mercado há anos. Abrir mão disso tudo foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Alguns me acharam louca, outros corajosa. Com a decisão tomada, tudo foi resolvido com uma rapidez impressionante: aluguei o apartamento, vendi o carro, me despedi dos amigos e da família. Tudo estava praticamente resolvido para que começasse o ano de 2005 na França, mas precisei antecipar a viagem para setembro de 2004. O motivo era peludo e preto. Quiquinho, meu gato, estava comigo há três anos e minha mãe foi clara: aceitava os móveis, mas nenhum gato. Nicolas sugeriu que eu levasse o bichinho. Na embaixada da França, uma jovem me alertou para um novo procedimento que exigiria um exame de sangue e quarentena do animal. Preparei o passaporte de Quiqui (sim, ele tem um passaporte!), Nicolas mudou a data do começo do curso, fiz duas malas, coloquei Quiqui dentro do seu transporte e embarcamos juntos na cabine. Diferente dele, eu não consegui dormir. Chegando na Provença, depois de alguns meses de lua-de-mel e encantamento com o outono da região, precisei de um bom tempo para começar a entender a nova língua. O que seria difícil foi quase impossível com a gravidez da minha primeira filha. Quase. Apesar de ter vontade de comer pickles e tangerinas o tempo todo, de ver filmes alemães românticos (nem sabia que eles existiam), chorar quando alguém me olhava e fazia: “héin?”, consegui terminar o curso e em seguida, o mestrado em Comunicação. Foi por causa de um dos estágios do mestrado que consegui um cargo no Musée Granet, de Aix-en-Provence. Fui a responsável dos grupos durante quase cinco anos e esse tempo permitiu a minha adaptação ao mercado de trabalho local, além de fazer a ponte para começar a desenvolver a minha nova atividade: uma agência de turismo especializada na recepção de brasileiros na França, a  Na Provence, que tem como logo… o gato Quiquinho!

Você disse que a “Na Provence” é uma agência de turismo “voltada para brasileiros”. Como assim? 

A agência Na Provence tem profissionais que falam português e fazem a viagem ganhar em tempo e cultura. Os serviços são variados e vão dos tours regulares (a partir de 2 pessoas) que saem de várias cidades como Aix, Nice, Avignon, Marselha a passeios privativos (em carros, vans e ônibus), aluguel de veículos barcos, voos em balão e helicóptero, hospedagem e pacotes entre três e vinte dias testados para que o cliente possa viver o melhor da Provence (também trabalho com o restante da França, Portugal e Itália). Alguns têm temas bem definidos e entre os nossos campeões de vendas estão dois deles: a gastronomia (degustações de vinho, azeite, chocolate, curso de cozinha, etc.) e a , com circuitos que privilegiam as lendas locais como a de Maria Madalena. Veja alguns exemplos de pacotes:  Vinhedos & Gastronomia, Aromas Sabores & Cores, Maria Madalena na Provença, Delícias da Provença, Paris e Provença.

Mercado em Aix-en-Provence. 

Anaté, você além de ter uma agência de turismo também é autora de vários obras literárias. Conte Fale por favor sobre seus projetos.

Optei por uma agência com homeoffice, onde tenho mais liberdade para cuidar dos meus filhos e da casa, além de tempo para escrever os meus romances durante a baixa temporada de turismo. A escrita é uma verdadeira paixão que começou com as pesquisas para os textos do blog da agência e a preparação dos pacotes de viagens. Isso me levou a assuntos muito interessantes com o a lenda de Maria Madalena, que deu origem à trilogia Sagrados  (Primeiro volume: Aliança de Maria Madalena, segundo volume: Poder da Estrela).

Essa lenda conta que depois a morte do Cristo, e com receio da perseguição, Maria Madalena, Maria-Jacobé, Maria-Salomé e outros seguidores fugiram e chegaram às margens do Mediterrâneo em um barco sem remos, nem velas no local conhecido hoje como Saintes-Maries-de-la-Mer (hoje, nesse vilarejo, a chegada das santas é comemorada duas vezes por ano). As relíquias de Marta, irmã de Madalena, estão em Tarascon e as de Madalena, na basílica de Saint-Maximin. Nessa basílica gótica impressionante, são explicados os paralelos entre a lenda e os vários fatos históricos (que dariam veracidade à lenda), como a descoberta da tumba em 1279, onde em um pergaminho estava escrito: “No ano de 710 de natividade do Senhor, no sexto dia de dezembro, à noite e secretamente, sob o reino do piedoso Eudes, rei dos francos, no tempo da carnificina causada pelos sarracenos, o corpo da amada e venerada santa Maria Madalena foi, por medo que as relíquias caíssem nas mãos dos inimigos, transferido da sua tumba para esta em mármore, depois que o corpo de Sidônio foi colocado em outro lugar, porque assim ela estaria melhor escondida.” 

Em Sagrados, usei essa e outras lendas da Provence, como: o jardim dos anjos, a cabra de ouro, Mélusine, além de fatos históricos (prisão dos templários na Provence) e muita imaginação para dar liga a tudo isso. “Poder da Estrela” é o segundo volume da trilogia que termina com “Quatro Cavaleiros”, em fase final de diagramação. A Provence também foi escolhida como cenário da obra Amor em Jogo

Não escolho a trama de acordo com o mercado, simplesmente deixo que a estória me encontre. O inverno é um ótimo período para isso, quando fico mais em casa. Procuro criar uma rotina: escrevo pela manhã, com uma xícara de chá, algum doce e música classica ou instrumental. Vivo a trama com emoção e espero passar tudo o que sinto para minhas linhas. Faço o melhor possível para que o leitor tenha ótimos momentos de diversão com qualquer um dos meus livros!

A trilogia Sagrados é indicado para quem gosta do sobrenatural, com anjos, demônios, bruxas e templários. 

Amor em Jogo é um romance erótico contemporâneo, para quem quer se apaixonar.

 

Théo e a Maldição das Cores foi a minha primeira fantasia infanto-juvenil. Amei escrever a aventura desse príncipe que nasceu diferente. O livro físico vai sair pela editora Portal em 2019.

 

Luz e Sombra é romance de época, ambientado no Brasil, e para quem gosta de viagens no tempo.

O Essencial da Provence guia com dicas e seis roteiros na Provença.
Você é uma pessoa empreendedora, muito criativa e com grande capacidade de adaptação. Foi um grande prazer elaborar essa entrevista. Gostaria de acrescentar mais alguma coisa para os leitores do BZ sobre seus projetos? 
Fotos acima e abaixo por N. Itabayana
Aproveito para fazer um convite: venha conhecer de perto a Provença. A região conta com mar, montanha, campos de lavanda, castelos e muitas atrações inesquecíveis!
Gostaria de agradecer a você, Ana, e a todos os leitores do “Brasil com Z” que dedicaram o seu tempo para ler essa entrevista a e assim conhecer sobre  minha agência e os meus romances. Considero cada leitor é extremamente importante na meu caminho como escritora! Por isso, recebo as avaliações e recados deixados no Amazon com a humildade e o bom senso necessários de quem ainda tem muito o que aprender. Obrigada a todos!
________________
Anaté Merger é de Natal (RN) jornalista de formação, romancista e proprietária da agência de turismo “Na Provence”. Leia todos os textos que ela já escreveu para o BZ clicando aqui.
Ana Fonseca é administradora do “Brasil com Z” e mora na Holanda.  
O “Brasil com Z” é um blog coletivo feito por brasileiros morando nos quatro cantos do mundo, onde falam sobre adaptação cultural, dão dicas de viagem e turismo, além de vários outros assuntos como gastronomia, aprendizado de línguas, criar filhos em uma outra cultura, novos hábitos e mais. Sigam-nos no Instagram e Facebook para atualizações diárias sobre esses assuntos. Agradecemos.
Mora no exterior e gostaria de concorrer a participar do BZ? Envie-nos um e-mail de motivação depois de ter lido esse post aqui. Boa sorte!
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: