Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha
Observar as pessoas que transitam pelas ruas de Berlim é, com certeza, uma das coisas mais legais pra ser fazer nessa cidade. As roupas, os cabelos loucos e coloridos, as tatuagens à mostra durante o verão, enchem os olhos tanto quanto qualquer ponto turístico.
flohmarkt01
Berlim é a capital fashion da Alemanha e não é a toa. É uma cidade multicultural e de mente aberta. Aqui se encontram todas as tribos e talvez por isso quem passa por Berlim acaba ficando.

flohmarkt06
Existe uma grande comunidade artística, criativa e vibrante. Uma voltinha pelos bairros Kreuzberg, Friedrichshain, Schönenberg, Neukölln ou Mitte vai te fazer querer mudar o seu corte de cabelo e trocar as suas roupas.
Eu adoro pegar o metrô e ficar olhando quem desfila na passarela. Na minha humilde opinião as pessoas mais estilosas e alternativas de Berlim passam pelas linhas U1 e U7.
flohmarkt03
O dress code de Berlim é: there’s no dress code (a não ser em algumas baladas) e a regra pra se vestir bem em Berlim é: there’s no rule.
Essa atmosfera rebelde onde tudo é possível e aceitável é herança da queda do muro. As pessoas passaram tanto tempo vivendo oprimidas por um muro e impedidas de se expressar como quisessem que após a queda do muro, em 1989, Berlim se tornou símbolo do liberalismo e do anticonformismo.
4596460308_984ec3296e_b.jpg
Mas onde esse povo monta seu guarda-roupa mega-alternativo-estiloso-ultra-confortável-não-tô-nem-aí-pro-que-a-sociedade-pensa?
No Flohmarkt! Ou o nosso bom e velho conhecido brechó.
Mas calma! Os brechós aqui não são cheios de roupas velhas e pulguentas como você deve estar pensando!
IMAG5099.jpg
Deixe o seu preconceito de lado e vá garimpar nos brechós de Berlim! Tem muita coisa legal, roupas de marca em bom estado, roupas vintage de verdade e não imitação. Uma infinidade de texturas e estampas! Coisas de outros países que os imigrantes trazem.  Tenho certeza de que você vai encontrar alguma coisa interessante e que combina com o seu estilo pessoal. Além disso, comprar roupa no brechó é mais sustentável. Use o que já existe 😉
Sem falar que os brechós são os melhores lugares pra encontrar aquele casaco de inverno que vai salvar a tua vida quando as temperaturas estiverem abaixo de zero.
flohmarkt06
Aí vai a minha lista de brechós prediletos pra garimpar:
Mauerpark
No parque do muro tem uma feira de antiguidades e um brechó todo domingo das 9 às 18 horas.
Endereço: Bernauer Straße 63-64, 13355 Berlin.
Boxhagener Platz
Tem uma feira de antiguidades e brechó todo domingo das 10 às 18 horas na praça.
Endereço: Grünberger Str. 75, 10245 Berlin.
Rathaus Schöneberg
Em frente à prefeitura de Schöneberg tem uma feira todo sábado e domingo das 8 às 16 horas.
Endereço: John-F.-Kennedy-Platz, 10825 Berlin.
PicknWeight
É um brechó por quilo, você pesa as peças na hora de pagar, mas fique de olho porque há diferentes tabelas de preços. As peças possuem etiquetas coloridas e cada cor é um valor diferente.
Endereços: http://picknweight.de/our-stores/
Humana
É uma rede de brechós com vários endereços. Este foi o primeiro brechó que entrei em Berlim e perdi algumas horas me divertindo pelos andares da loja fuçando em todas as velharias que tinha lá.
Endereços: http://www.humana-second-hand.de/mode/shops.html#berlin
ReSales Second Hand
Outra rede de brechós também com vários endereços.
Endereços: https://www.resales.de/secondhand-stores/berlin.html
Bora brincar de Girlboss em Berlim 😉
girlboss
______________
Lilian Nosralla é de São Bernardo do Campo, UX  designer formada em Comunicação Social. Mora em Berlim desde 2016. Para saber mais sobre ela e o blog pessoal, visite a mini biografia.
Blog “Brasil com Z”, um site feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo! Para atualizações diárias, sigam-nos no FacebookTwitter e Instagram. Agradecemos.