Skip to content

Economizar na cidade da luz

09/10/2008

Ingrid Mantovani
Paris, França

Nunca gostei da idéia de ser conselheira. Aqui no blog dou dicas importantes e conto minhas experiências, mas não são conselhos em si e sim uma maneira de dividir o que já passei com os que pretendem vir, os curiosos ou os que já moram aqui. Mas se eu tivesse que escolher um só conselho para quem vem para a França seria; fique atento às informações. Informações são valiosas e fazem você economizar dinheiro e entender melhor seus direitos na sua nova pátria. Hoje darei algumas dicas baseadas em experiências minhas, de amigas ou de gente que me procura na internet, espero que ajude.

Antes de vir

Como a maioria das pessoas sabe, a França pertence ao tratado Schengen que permite a entrada de brasileiros como turistas até 3 meses sem visto. Muita gente vem assim com a esperança de prolongar sua estada. O problema é que essa entrada raramente pode ser transformada em visto. Em raros casos isso acontece quando há casamento ou PACS, mas não é nada garantido e depende da Mairie que realizar o matrimonio.  Então, o brasileiro que vem pra cá como turista, tem como única opção, voltar para o Brasil para pedir um visto de estudante. Lembrando que o status de turista não nos dá direito a trabalhar legalmente.

Portanto para quem vem com a intenção de ficar por longo tempo, melhor discutir suas opções de visto com o consulado francês. Isso vai garantir menos dor de cabeça e economizar muitos euros no bolso.

Fora isso, é bom calcular bem o dinheiro e já vir preparado para gastar um pouco mais no começo. A princípio não temos carteirinha de estudante, temos que pagar o depósito da casa e não sabemos qual o mercado mais barato. Acabamos colocando nosso dinheiro em um monte de besteiras.

Je suis à Paris – o dia a dia

O grito de Munch

Quando cheguei à Europa fiquei realmente assustada. Como cheguei em Londres lembro que nos dois primeiros dias gastei quase 200 libras em coisas que eram extremamente necessárias (faça as contas em reais). Já em Paris não foi tão assustador, já que estava acostumada com os preços londrinos. Mas se você chegar Brasil/ Paris, certamente terá aquela reação de desespero que tive ao chegar em Londres.

O que mais pesa no orçamento é o aluguel. Apartamentos minúsculos em péssimas condições custam caríssimo.

Porém o governo ajuda muito as pessoas e meu namorado e eu descobrimos através de uma assistente social “La Caf” (allocations Familiales) que são responsáveis por ações sociais.

Se você é estudante universitário em Paris pode fazer uma inscrição na Caf e eles pagam metade do seu aluguel, o que alivia bastante.

Metrô de Paris

Como estudante e menor de 25 ano, você também usufrui de outra vantagem o Passe Navigo Imagine que é um cartão para estudantes e dá desconto nos transportes. Eu, por exemplo, pago 30,95 euros por mês e tenho direito a viagens ilimitadas pelas redes RATP , SNCF e OPTILE , zonas 1 e 2.

Mercadorias

Quanto aos mercados,certamente os que são mais próximos das regiões centrais de Paris são mais caros. O ED é barato,mas não tem muitas opções, o franprix, monoprix e casino, o oposto.

A solução foi ir um pouco afastado de Paris e fazer minhas compras no Auchan. Mercado maravilhoso, cheio de coisas boas e com os melhores preços. Lá,inclusive, você poderá comprar roupas de cama para o frio (comprei um ededron de casal por 20 euros) e roupas.

Lembrando que aqui, em alguns mercados você precisa comprar os saquinhos plásticos.É um maneira de proteger a natureza contra o uso desnecessário de plástico, portanto o melhor a fazer é comprar sacolas de feiras para fazer suas compras.

Se você não pensa muito em qualidade e quer coisas provisórias para sua casa (panela, talhares) ou para você (talvez um sapato para trabalhar ou algo assim), recomendo as lojas Tati. Mas já aviso que a loja é uma loucura. Imensa e cheia de gente, mas compensa em algumas coisas.

E finalmente, para se divertir

As baladas aqui, geralmente são gratuitas. O que é ótimo. Mas é claro que o preço das bebidas é alto. O que eu geralmente faço é comprar um vinho(no mercado os vinhos são baratos e bons)e beber em casa, antes de sair.

Uma casa altamente recomendada é La Flèche d’Or , que tem concertos de rock independente gratuitos.

Para os passeios do dia-a-dia pouca gente sabe, mas os menores de 25 anos têm uma noite gratuita nos principais museus.

De quarta-feira podem entrar gratuitamente depois das 18 horas no Centre Pompidou, de quinta no musée d`orsay , sexta no Louvre e sábado no Quai Branly.

UGC do La défense

E para finalizar,um cineminha. Ir no cinema é bem caro em Paris. (9 a 12 euros e eles não aceitam carteirinha de estudante no final de semana).Mas claro que não poderia ficar sem meus filmes na telona, portanto eu sempre vou no UGC do La défense.  É um pouco mais afastado, mas vale a pena. Eles aceitam carteirinha de sábado (então pago 6,50 euros) o cinema é grande, lindo e bem estruturado.

É isso aí, Paris é uma cidade cara, porém cheia de opções econômicas, basta escutar informações dos outros ,andar, analisar e aproveitar.

3 Comentários leave one →
  1. 11/10/2008 13:45

    Ótimas dicas! Me sinto preparado para ir para Paris agora que tenho essas preciosas dicas! Deve ser um sonho viver nessa cidade!

  2. 27/10/2008 20:43

    suas dicas foram muito boas e tenho certeza que serão muito úteis. Estou planejanto minha viagem para França no ano que vem. Vou estudar françês. E estou desesperadamente procurando um bom lugar para morar, ou em Paris ou nas redondesas. Você saberia me indicar algum lugar para morar? (Bom e barato).

    Obrigada!

  3. Suzane permalink
    30/10/2008 1:36

    Acabei de chegar de Paris, morei aih durante 2 anos, e realmente você deu dicas otimas para quem esta chegando! Se eu soubesse disso tudo logo de cara teria economizado mt! Mas como nao custa nada acrescentar algumas coisas, não sei se você sabe, mas o passe ImaginR (eu também tinha) torna-se livre para todas as zonas nos dias de sabado e domingo, e durante as férias e feriados. Te digo porque so soube perto de voltar, e poderia ter gasto menos indo ao aeroporto, ou à Disney.
    Não sei se você conhece também, mas tem uma excelente loja de moveis nos arredores de Paris, a IKEA. Eh excelente porque tem todos os tipos de moveis, de varias qualidades e preços. Para quem esta chegando e quer mobilhar o apartamento barato, vale muito a pena!
    O cinema é caro mesmo, mas como você, eu sempre ia! E gostava bastante desse UGC no La défense. Ele lembra as salas brasileiras, porque em alguns cinemas da cidade paga-se 9€ para assistir um filme em uma sala apertada, em uma tela pequena, com cabeças na sua frente, como na Champs Elysées. Vale a pena também o cinema no Chatelet Les Halles, mas evite ir sozinha a noite… rs
    Soh para fechar aqui, queria indicar um Pub muito bacana que eu frequentava. Geralmente era bastante animado. O ‘Le Who’s Bar’ no Quartier Latin. Tem musica ao vivo todas as
    noites, e o mais importante, fica aberto a noite toda! O problema é que a bebida é realmente cara, e como é bastante disputado nas sextas e sabados a noite, nos obrigam a ter pelo menos uma consumaçao por hora. Mas vale a pena conhecer.
    Paris é a minha paixão. Realmente teria ainda muita dica pra dar e muita historia pra contar, mas vamos deixar por aih..
    Aproveite bem a cidade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: