Pular para o conteúdo

Dia das mulheres em Berlim – Frauen*kampftag

08/03/2019

Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha

Dia 8 de março, é dia internacional das mulheres e é um dia lindo para se estar em Berlim.

Dia da luta das mulheres, Frauen*kampftag

Na Alemanha as mulheres recusam o nome “Dia das Mulheres” (em alemão: Frauentag) e chamam de “O dia da luta das mulheres” (em alemão: Frauen*kampftag). E é exatamente isso o que este dia representa e a ideia deste dia é que a luta feminista ainda não acabou. As mulheres precisam se manter vigilantes para não perder nenhum dos direitos conquistados e continuar abrindo mais espaço em direção à igualdade entre os sexos.

Leia mais…

10 lugares fantásticos em Milão que você deve conhecer!

25/02/2019

Carolina Martins – Milão, Itália
Ciao! Toda cidade tem lugares de visita “obrigatória”. Aqui selecionei 10 deles em Milão, adoro esses lugares e mesmo sendo considerados turísticos, os moradores e eu, frequentamos no dia-a-dia. Milão é uma cidade fantástica e garanto que você vai adorar conhecer. Vamos lá!
Duomo
Meu lugar predileto em Milão e não precisa de apresentação (leia aqui o post que fiz exclusivamente para ele). O Duomo é feito em mármore branco-rosa de Candoglia, todo ornamentado e cheio de lendas e de uma beleza ímpar, com estátuas como a de São Bartolomeu que segura sua própria pele em sinal de seu martírio, e algumas outras estranhas como a de pugilistas e uma raquete de tênis. Além da primeira Estátua da Liberdade na sua fachada, feita 70 anos antes da americana e serviu de inspiração para essa. São 3.400 estátuas no total, 135 gárgulas e 700 outras figuras.
Um dos pregos sagrados da cruz de Jesus também está no Duomo, e pode ser visto por todos nós no segundo sábado de setembro, por dois dias.

DUOMOO Duomo é passagem obrigatória quando se vem a Milão.

Leia mais…

O extremo consumismo e desperdício em países ricos

12/02/2019

 Elieser Borba – Áustria

Há alguns dias atrás estive conversando com minha esposa sobre a preocupação que tenho acerca do desperdício em nosso carinhoso e aconchegante “mocó” aqui na village que moramos na Áustria. Somos só nós dois e nossa velha cadela, que apesar de comer até pedras não pesa muito no orçamento exceto por esporádicas internações veterinárias. No entanto, toda semana percebo o quanto de gêneros alimentícos ainda colocamos no lixo. Alguns, pasmem, sem nem ao menos ter provado, o que me causa ainda mais indignação!

manner.jpg

Os waffers Manner são muito tradicionais na Austria

Leia mais…

Aproveite o inverno alemão

29/01/2019

Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha

Janeiro e fevereiro são os meses mais frios em Berlim, é também neste período que a neve aparece mais e você precisa redobrar os cuidados pra evitar o danado do winter blues (depressão de inverno), já que as festas e comilanças de Natal e Ano Novo já passaram, as decorações e luzinhas já foram retiradas e só sobra a dura realidade da paisagem fria cheia de àrvores sem folhas pra olhar, enquanto seus amigos estão no Brasil postando fotos da praia no Instagram e combinando o que fazer no Carnaval (olha o drama!).

Mas enquanto o calor não volta, é importante que quem escolheu morar no hemisfério norte se adapte e aprenda a curtir o inverno tanto quanto o verão. Não adianta nada ficar reclamando do frio e da escuridão todo ano.

Leia mais…

Linda e elegante: conhecendo Viena!

22/01/2019

 Carolina Martins – Viena, Áustria
Olá, leitores do BZ! Vou contar para vocês hoje uma viagem para Viena.
Fui para Viena partindo de Milão pelo Aeroporto de Bérgamo (já falei antes deste aeroporto, ele é uma ótima opção para viagens dentro da Itália e países vizinhos). O vôo ao Aeroporto Internacional de Viena durou 1h20, super rápido. De lá peguei um trem que fica junto ao aeroporto e me deixou na estação central de Viena. Custou €4,20 (comprei o bilhete naquelas máquinas de auto-atendimento) e demorou cerca de meia hora até a Estação Central da cidade.
Da Estação Central até o hotel fui a pé, era uns 15 minutos de distância e já aproveitei para ir conhecendo a cidade. Aliás, em Viena é possível fazer quase tudo a pé, o centro da cidade é bem compacto.
Tem um mercado na Estação Central de Viena, se chama Spar. Guarde essa informação porque ele abre de domingo. Nenhum mercado abre de domingo em Viena, só esse.
A primeira impressão de Viena é UAU! Limpa, elegante, com prédios fantásticos, parece coisa de filme! Porém ela é cara. Sim, tudo é muito caro em Viena, então prepare o bolso caso vá visitá-la.
DSC02384
Uma das principais avenidas de Viena, ao lado da Ópera

Leia mais…

Entrevistando Expatriados: Anaté Merger

16/01/2019

Ana Fonseca e Anaté Merger – França

Hoje temos uma entrevista com a Anaté Merger, que já contribuiu durante anos para o BZ falando sobre a Provença, na França. Ela tem uma agência de turismo voltada para brasileiros e escreveu vários romances. A Anaté nos conta como foi o processo de adaptação na França, como começou uma nova carreira e como é a rotina de trabalho conciliada com as tarefas de mãe e romancista. 

Anaté nos campos de lavanda da Provença. Foto: Natalia Itabayana.

Leia mais…

Amigo é coisa pra se guardar

09/01/2019

Lilian Nosralla – Berlim, Alemanha

A maior reclamação que escuto de quem deixou o Brasil pra ir morar em outro pais é sobre a danada da solidão. Brasileiros, em geral, sentem muitas saudades da família e dos amigos que ficam pra trás. É mais difícil fazer novos amigos na vida adulta, principalmente em países europeus, onde as pessoas são mais reservadas. E essa solidão toda dificulta muito a adapção ao novo endereço.

Pensei em escrever um post dando dicas sobre como fazer amigos na Alemanha, mas meus amigos brasileiros bem sabe que sou tão alemã quantos os alemães na hora de conhecer novas pessoas e acho que não sou a melhor pessoa pra dar dicas sobre como fazer amigos e influenciar pessoas, pra isso já existem vários livros de auto-ajuda por aí 😉

A localização geográfica não importa

Neste post quero contar como mantenho os meus amigos queridos de sempre mesmo morando tão longe de todos eles e quem sabe assim, compartilhando a minha experiência, posso ajudar a amenizar a solidão de mais alguém pelo mundo a fora.

img_2525

Torre da TV em Berlim, um dos principais pontos turísticos da cidade.

Já moro na Alemanha há 2 anos e meio e antes disso morei durante 1 ano na Irlanda. Posso afirmar que sou uma completa catástrofe pra fazer novos amigos, mas prezo muito pelos meus amigos brasileiros cultivados cuidadosamente ao longo de toda a minha vida. São pessoas queridas, que mesmo que eu não fale todos os dias moram no meu coração e carrego onde quer que eu vá. (ah como tô romântica hoje! hahaha)

Leia mais…

%d blogueiros gostam disto: