Skip to content

Vélo’v – Combatendo celulites

21/04/2010

Mirelle Siqueira
Lyon, França

 

Morar longe de casa é mais ou menos como andar todos os dias de montanha-russa, os sentimentos ficam bagunçados. Tem dias que da vontade de jogar tudo para o alto e voltar correndo, em outros, a idéia de cruzar definitivamente o oceano parece suicídio. Uma confusão só. Quando penso em arrumar as malas, lembro como a vida aqui na França é mais tranquila e vou ficando.

Não estou falando da saúde e educação gratuitas, da segurança nem da vida cultural agitada que Lyon oferece. Falo de pequenas coisas, que no dia a dia facilitam muito a vida da gente e que infelizmente, estão longe de chegar no Brasil.

Por exemplo, as Vélo’vs, bicicletas que transportam os franceses de um lado para o outro. O nome é uma mistura de bicicleta em francês (vélo) com amor em inglês (love), o resultado não poderia ser melhor: redução do numero de automoveis, indices menores de poluição e até melhoria na saude da população.

Lyon trouxe a idéia super bacana para a França, são quatro mil bicicletas à disposição daqueles que como eu, precisam usar o transporte publico para se locomover. Pois é, assim como ônibus e metrô, a vélo’v é um transporte publico. Eu uso, tu usas, ele usa, nos usamos, vos usais, eles usam.

São mais de 340 pontos como o da foto acima espalhados pela cidade. Para usar uma das bicicletas, basta fazer uma carteirinha e deixar um “cheque-calção” de 150€ que será descontado apenas se as bicicletas não forem devolvidas. A primeira meia hora é grátis, depois disso o condutor paga pelo uso. Vou de casa para a universidade todos os dias sem gastar um centavo (ja que faço o trajeto em 20 min) e ainda aproveito para deixar o bumbum mais durinho, nos fins de semana eu e o Léo nem tiramos o carro da garagem, fazemos tudo em cima das ‘magrelas’. E assim faz a maioria da população, que esvazia os pontos de retirada nos horários de pico. É muito comum ver um cara engravatado com sua pasta na cestinha da bicicleta indo trabalhar às 8h da manhã.

O esquema é levado tão a sério que todas as avenidas movimentadas da cidade possuem faixas exclusivas para as bicicletas. Existem até códigos de conduta e leis para deixar a pratica mais segura. Não é permitido carregar outra pessoa nem falar ao telefone com a bicicleta em movimento, é proibido ultrapassar pela direita ou andar em sentido contrário aos carros, não pode andar sob as linhas do tramway (um outro tipo de transporte publico europeu). É proibido conduzir com uma taxa de álcool igual ou maior a 0,5 gramas por litro de sangue e aquele que não respeitar as placas de sinalização ou faróis, pode ser multado. Coisa de gente grande mesmo!

Não pense que a idéia deu certo por aqui só porque europeu tem consciência de que as bicicletas são bens que pertencem à população, isso também. Mas os 150€ debitados da conta de quem não as devolve ajuda a inibir o vandalismo e os furtos. A idéia já esta sendo colocada em pratica no Rio de Janeiro, mas sem muito sucesso. Pudera eu andar pelas ruas de São Paulo em cima de uma bicicleta do governo sem medo de freiar em cada esquina. Será que um dia eu consigo tirar a mesma foto com o rio Tietê ao fundo?

8 Comentários leave one →
  1. 21/04/2010 13:35

    Eu pago muito pau pra essas coisas na Europa!

    Eu tenho vontade de vir pro trabalho pedalando. Seria uma reta só e moro a 3km do trabalho. Mas me arriscando pelas calcadas ferradas ou pela avenidona cheia de taxistas kamikazes e motoristas de ônibus possuídos pelo demo? Ni a palos, como se diz aqui na Argentina!

    Espero que um dia vc possa tirar essa foto com o Rio Tietê ao fundoe que ainda por cima o rio esteja limpo e bem cuidado! haha Lyon é mais ajeitadinho que a Marginal Tietê, né? hahaha

  2. Sheik Espirro permalink
    22/04/2010 11:48

    Com o nível intelectual e cultural do brasileiro só caindo ano a ano, acho que daqui a mil anos vc tira uma foto deste tipo.

  3. Lu Francesa permalink
    22/04/2010 13:04

    Adoro andar de bike, é uma paixão, andei 2x em Lyon, uma delícia! Agora aqui em Nice tb tem, estou adorando 🙂

  4. karine smith permalink
    22/04/2010 13:49

    Aqui em Dublin a gente também tem essas bicicletas, eu nunca usei,acho meio complicado o aluguel, mas quem sabe um dia?

    Bjs

  5. 22/04/2010 14:02

    Karine eu vou te bater!!! Como assim vc nao usa as bikes? Eu to viciada! Ando todos os dias! Achava que era papinho de esportista falar que exercicio vicia, ainda mais eu que sempre andei de carro p cima e pra baixo em Sp. MAs nao é que vicia mesmo???

    Beijos!

    • glendadimuro permalink
      22/04/2010 15:56

      Aqui em Sevilla também tem!!! São igualzinhas… até a cor é igual. Eu adoro… mas às vezes dá problema no serviço. Por aqui é a cidade com maior índice de vandalismo… bikes quebradas e sem manutenção muitas vezes. Qdo tenho um compromisso sério, não posso pegar a bici com medo de que logo não encontre “hueco” numa próxima parada. A solução? Comprei a minha própria bicicleta e ela é uma grande amiga! Aqui em Sevilla tem ciclovia para tudo quanto é canto e os carros geralmente respeitam bastante os ciclistas. Uma maravilha!

  6. Edissa permalink
    25/04/2010 9:30

    Com a insegurança, a falta de educação, o clima quase sempre quente, o trânsito caótico, isto aqui no Brasil não vai funcionar nunca!!!!

  7. Eliane A. Borgert-Sbrizza permalink
    25/04/2010 21:45

    Ola Mirelle,

    Gostaria muito que aqui nos EUA as pessoas usassem mais bicicletas. O transito em qualquer lugar que se va e caótico, sem contar que ajudaria na prevenção de obesidade mórbida e eliminaria uma grande carga de CO2 do ar.
    Quem sabe eu crio coragem e começo uma campanha por aqui.
    Abracos.

    Eliane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: