Skip to content

Como irritar um francês

06/05/2010

Mirelle Siqueira
Lyon, França

 

 

Vi no blog da Anita uma lista de como irritar um brasileiro, feita por uma americana que passou um tempo em solo tupiniquim. Inspirada, fui logo listando as maneiras classicas de tirar um francês do sério:

1- Dizer que você prefere os alpes suiços aos alpes franceses
2- Pedir ketchup em restaurante chique e colocar em cima da carne, aos olhos do garçom
3- Falar que os americanos fabricam champagnes deliciosos (para se chamar champagne, só pode ser fabricado na França)
4- Perguntar se francês toma banho todos os dias
5- Dizer que greve é um ato de rebelião desnecessario (eles fazem greves todos os dias, por qualquer coisa e se orgulham de ter adquirido esse direito legalmente)
6- Corrigir o inglês deles, principalmente quando eles pronunciam errado as palavras que começam com H (house se pronuncia rauze, mas francês fala auze)
7- Falar que francês trabalha pouco (são apenas 35h/semanais)
8- Afirmar que a gastrônomia francesa é otima, mas não como a inglesa
9- Criticar a cabeçada que o Zidane deu no Materazzi na final da Copa do Mundo de 2006
10- Dizer que os carros alemães (ou qualquer outra coisa alemã) são melhores que os franceses

Vocês que moram fora, também já sabem o que tira seus “anfitriões” do sério?

7 Comentários leave one →
  1. 06/05/2010 17:41

    Legal o post, Mirelle! Agora, eu confesso que o número 2 me irrita do mesmo jeito… e mais ainda quando é para colocar na pizza. Sim, sou de São Paulo. Pior: sou da Mooca!

    O número 4 realmente é irrelevante, né. Eles não tomam! haha

    Aqui na Espanha quando falo que eles trabalham pouco eles dizem: isso é qualidade de vida! E eu acho que eles até que estão certos, porque se trabalhar muito desse dinheiro o Brasil seria uma dos países mais ricos do mundo!

    A 8 não entendo nem como pode ser imaginável algo assim!

    Uma coisa que irrita profundamente os espahóis é o seguinte. Em todo o mundo “hispanohablante” eles são os únicos que pronunciam “c” e “z” como se tivessem a língua presa e para diferenciar do som do “s”. Portanto, eles têm dificuldade de entender quando um latino-americano está falando “casa” ou “caza”, coisa que, por contexto, todo resto do mundo entende. Ai você fala “vocês são os únicos que não entendem isso” eles ficam roxos de ódio. Mas é assim: para bom entendedor…

  2. 06/05/2010 19:35

    Luci eu, como todo mineiro, AMOOOO pizza com catchup! heheheh Na minha cidade todas as pizzarias tem em cima da mesa um vridrinho e é ofensa comer sem…coisas do nosso enorme Brasil!!!

    • glendadimuro permalink
      06/05/2010 22:32

      Eu também como pizza com catchup! E maionese! 🙂

  3. 07/05/2010 9:39

    E com mostarda Glenda!!!

  4. 07/05/2010 10:08

    Ai, Jesus, tem piedade dessas mulheres! hahaha Em São Paulo tem pizzaria que se ofende se você pede ketchup… Mas sei que em mais lugares do Brasil se come assim também, por exemplo, em Salvador. Há pouco tempo contei isso para um italiano que me olhou com a cara de “que nojo”… mas não sentiu o mesmo nojo que eu sinto pela pizza de brigadeiro. Ele disse “pizza é pão”, você come com o que quiser. Uai, até com ketchup, tchê!

  5. 07/05/2010 10:10

    O Joaquim perguntou para a Maria: “queresh ketchup?” e a Maria disse “não, quero me fodash”.

  6. 14/05/2010 19:06

    Hahahahah! ótimo post! Mas afirmar que a gastronomia francesa é ótima, porém não como a inglesa é forçar a amizade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: