Lucy Leite – Murcia, Espanha

As tapas são maravilhosos petiscos que se comem em toda a Espanha. Mais que uma comida específica, é uma forma de comer. E cada região tem suas tapas típicas. Em Múrcia, na costa mediterrânea, considerada a “horta da Espanha”, prevalecem as tapas com verduras e mariscos. Vamos a novos exemplos dessas delícias gastronômicas cotidianas.

Primeiro, os maravilhosos chopitos, que são como mini-lulas inteiras, empanadas e fritas. Como podem ver na foto abaixo, o limão é fundamental. Diga-se de passagem, não só nas frituras: os murcianos são famosos por colocar limão em tudo o que encontram. Até no arroz eles tacam limão.

Sentar-se à mesa com murcianos é uma delícia: logo eles pedem uma caña (cerveja), uma salada para el centro e as tapas variadas. Nunca falta uma salada. A “ensalada murciana”, por exemplo, merece um post só para ela porque é feita com um tomate em lata local tão saboroso que me assustei quando provei, depois de ter rejeitado tantas vezes. Para nós, os tomates em lata são ácidos, mas aqui não! Aliás, são daqui de Múrcia os “tomates negros” ou kumatos, tão exclusivos quanto seu equivalente suíno, o famoso “jamón pata negra”. Esses tomates têm uma tonalidade verde escura e são maravilhosos para a salada.

Outra tapa típica murciana são as “salazones”, ou seja, os peixes salgados e secos. O que nós fazemos com a carne, eles fazem com o peixe. Para acompanhar uma cerveja bem geledinha naquele calor de 47 graus do verão, eles adoram uns salgadinhos: pode ser um bacalhau ou outro peixe salgado, ou as ovas de peixe, como as da foto abaixo. Lógico, não falo das ovas soltas, como o caviar ou as que comemos no sushi, mas sim da bolsa de ovas inteira, salgada e seca. Geralmente são servidas com amêndoas também salgadas, desafiando os limites do colesterol do comensal.

Na mesa dos murcianos também não faltam piadas. As categorias principais são as piadas de mouros, de padres e de sexo. Pelo menos, são as que eu mais escutei. Então, além de comer bem, eles também são divertidos, é verdade.

Para terminar nossa visita gastronômica a Múrcia hoje, impossível não falar das alcachofras. Em temporada, você chuta a moita e sai alcachofra. Estão por todos os lados e são maravilhosas. A mais gostosa que comi foi a fatiada e frita coberta com fois gras e um toque de caramelo. Essas acima também eram fritas e cobertas com jamón. É mesmo para se esbaldar!