Skip to content

Férias na Espanha

28/07/2010

 
Lucy Leite – Murcia, Espanha

No Brasil as férias são períodos de 15-20 dias, que as pessoas tiram ao longo do ano, pode ser em janeiro, março, dezembro. As pessoas vão para a praia, para a casa de parentes, para a Europa, para Miami, para Praia Grande, onde for. Meus avós, por exemplo, nunca tiraram férias na vida. Não sei bem o que eles entendiam pelo conceito de férias, mas eles tinham cafezais, não trabalhavam em empresas. A coisa é diferente.

Aqui na Espanha as férias são sagradas e com isso não se brinca! E mais, todo o mundo sai de férias em julho/agosto, principalmente em agosto. Aí as cidades ficam vazias e as praias abarrotadas. As “calas”, recortes do mar com uns poucos metros de areia pedregosa e escura, são invadidas por famílias, moças fazendo topless, magrinhos e gordinhos. A fauna é bem variada, tanto quanto a gastronomia!

Eu fico pensando em como será que um país se mantém financeiramente parando por um mês (ou poderia até dizer torrando dinheiro). Bem, a maior indústria espanhola é o turismo e vem mesmo muito gringo para cá. As praias de Murcia ficam cheias de ingleses e alemães, mas também de espanhóis. A cidade de Murcia, por exemplo, fica fantasmagórica, mesmo sendo uma das regiões com o maior índice de desemprego. Só que aqui é compreensível, não há cristo que aguente o calor de 45 graus. Então, tudo fecha das 2:00 até as 5:00 ou 6:00 da tarde e depois abrem até as 8, 9 ou 10. Agora, não pensem que aqui tudo abre às 8:00 da manhã, então, no cálculo, fecham 7 horas de trabalho. Aliás, o trabalho aqui parece ser algo muito diferente também do que para os brasileiros.

Eles dizem que é qualidade de vida e quem sou eu para duvidar. Num país onde ser funcionário público é o máximo (é mais, 70% dos espanhóis gostariam de ser funcionários públicos), mesmo para profissionais formados em boas universidades, dar o duro a vida inteira parece não ser uma noção amplamente difundida. São os direitos sociais adquiridos, dizem. É verdade! Mas a Espanha continua sendo um dos mais atrasados da Europa.

Sempre penso no tiozinho da banca aqui do lado de casa: jornal, só a partir das 9:30 e isso se você chegou lá e ele já teve tempo de arrumar tudo, senão ele te manda passar depois. Melhor não querer ler notícias em julho e agosto: ele fecha! Ou só abre de vez em quando, ou de vez em nunca. E não adianta querer ir à outra banca que está a 3 quarteirões de casa, pois o padrão é o mesmo. Será que ele tem tanta gente assim comprando jornal que dá para fechar praticamente dois meses no ano? Que bom, não?! Isso é que é país rico. Mas sou sincera: eu duvido de que isso seja assim.

Há algum mistério no estilo de vida espanhol que ainda não consegui entender neste meu ano aqui. Morei 7 anos na Argentina e lá estudei sociologia. Acho que conheço os argentinos tanto quanto os brasileiros, mas demorou. Não foi no primeiro ano, nem no segundo. Eu aqui estou começando a conhecer, a aprender. Como socióloga, não passa um na minha frente para quem eu não pergunte sobre os padrões de trabalho, lazer, consumo. Quero entender como isso aqui funciona além do que os jornais dizem! Quero saber como um país com 20% de desemprego, com salários bastante baixos para a média europeia, com tantos “mileuristas”, consegue sobreviver trabalhando apenas 10 ou 11 meses no ano. Alguém consegue me explicar, por favor?

4 Comentários leave one →
  1. 29/07/2010 4:04

    Aqui na Italia é a mesma coisa, Agosto para tudo e a galera sai de férias, parecem aquelas lotações lá do interior da Bahia. Eu fiz isso o ano passado e desisti, já decretei que não quero mais! Tudo lotado, serviços deficientes, ihhh puro stress. Sem falar nos preços que vão pras estrelas.

  2. glendadimuro permalink
    29/07/2010 9:10

    Olha Lucy, eu acho que isso nem sempre foi assim. O boom economico dos últimos 30 anos (até chegar a sr. crisis) e a urbanização massiva da costa (dá uma olhada numas fotos que foram publicadas no El País faz umas 3 semanas que mostravam o antes e depois) com certeza deve ter mudado o comportamento dos espanhóis, que antes disso eram um povo bem diferente (adoro conversar com pessoas mais velhas, mais de 50 anos, que lembram bem como era a Espanha da década de 70,80). Com dinheiro no bolso, o pessoal “só fez gastar”, comprar apartamento na praia e superlotar a costa…
    Meu vizinho de 70 anos nos conta que antes ninguém tinha ar em casa e aguentava o calor de 45 graus de Sevilla “tranquilamente”… aqui as lojas fecham por causa do calor, isso está claro.
    Há uns anos atrás, quando os bancos ainda davam empréstimos aos mileuristas, muita gente pedia dinheiro para bancar as férias… o típico consumismo… e tb para não ficar atrás, já que TODO MUNDO tira férias e vai para a praia, eu tb quero. A verdade é que a maioria dos espanhóis que eu conheço ou tem uma casa na praia, ou tem um familiar que tem uma… Hoje em dia, não sei como o pessoal faz para bancar as férias (que não são nada baratas), já que os bancos já não são a solução…

  3. 29/07/2010 9:27

    Brenda, como a Glenda disse, aqui também é tudo bem caro.

    Glenda, eu acho que tem empréstimos no meio. Aqui em Murcia também todo o mundo tem casa da praia e as famílias vão de férias juntas, um vai para a casa do outro e tal. É raro ver (pelo menos até agora) um casal de jovens namorados, por exemplo, de 25 anos, 30 talvez, indo de férias juntos para algum lugar, coisa bem comum em São Paulo (mesmo ir para o Guarujá, Praia Grande, Santa Catarina, o que for)…

    Eu também adoro falar com gente mais velha e é verdade que aqui ainda não tive a oportunidade. Mas vejo claramente que há uma incoerência (pelo menos aparente) nos modos de consumo, renda, trabalho, etc.

    Aliás, aqui em Cabo de Palos, a praia à qual vou (casa dos meus sogros) está cheio de casas e apartamentos construídos há 2 anos sem vender. Há prédios totalmente fantasmas. Em La Manga, que tem mais prédios ainda do que casas, a coisa é tétrica, tudo bem decaído.

    Bom, vou procurar mais velhinhos para conversar! Eles dão todas as quentes para a gente!

  4. 04/08/2010 20:24

    Olá..
    Achei muito bom seu blog…
    http://www.suprilojavirtual.com.br/
    abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: