Skip to content

Quando o roxo dá o tom: os campos de lavanda em Valensole, uma visita inesquecível

29/07/2010

Ana Tereza Merger
Provence, França

 

Domingo, dez horas da manhã. Pegamos a auto-estrada A51 em direcão aos alpes. O termômetro marcava 29 graus. Ao longo da estrada somos acompanhados pelo rio Durance e pelo clima mediterrâneo influenciado pela montanha, responsável por verões muito quentes e secos, em um dos locais da França mais sujeitos à tempestades no fim do mês de agosto. Atingimos o nosso objetivo uma hora depois: Valensole, uma cidade antiga sobre uma colina, de onde podemos ver no alto, uma igreja em pedra e a sua fachada do século XIII. Mas o interesse desse local começa muito antes dos seus 570m de altidude, no planalto que circunda a cidade. Entre os alpes do sul e a baixa-provence, o planalto é uma zona de transição entre as duas regiōes, e tem a sua força no turismo, no artesanato e na agricultura, mais precisamente na cultura da lavanda e do lavandin, planta híbrida – criada à partir da união da lavanda e doaspic. Maior e mais resistente ao calor e à seca, o lavandin é muito usado para produtos de limpeza e de higiene por causa da presença da cânfora. 60% da producão nacional sai daqui, do planalto de Valensole. 98% desses campos coloridos de roxo são de lavandin. A lavanda, muito mais exigente em relação ao clima só flore em lugares mais altos e frescos, o que corresponde a apenas 2% do território, por isso o seu perfume muito mais floral, adocicado, sutil, com propriedades calmantes, é bem mais caro. Aqui faço uma pausa. 

Independente do valor de mercado de ou outro óleo essencial, ver essa paisagem em um cartão postal é uma coisa, outra muito diferente é vê-la pessoalmente. As filas feitas com asplantas redondas como grandes bolas roxas ganham terreno dos dois lados da estrada, em alguns trechos à perder de vista. Aqui e ali o roxo é intercalado pelo dourado do trigo e verde das amendoeiras e oliveiras, mas as estrelas são elas, são pelas lavandas que os turistas param os carros nos acostamentos para um momento que desperta o melhor de cada sentido. Pelas fotos você pode ter uma idéia do que estou falando, mas é uma pena que não possa sentir o perfume, o barulho das abelhas, as “vuvuzelas” locais, e muito menos experimentar o mel com gostinho de lavanda.

 

Deixo você viajar por alguns segundos, antes de convidá-lo a entrar em uma das muitas lojas espalhadas pelos quatro cantos do vale. Lá dentro, um filme é mostrado aos grupos de turistas (à partir de 15). Doze minutos para conhecer melhor os detalhes da plantação feita entre novembro e fevereiro, a colheita que acontece entre os dias 10 de julho e 10 de agosto – desde 1970, as máquinas substituíram as foices – e da destilação. Durante 40minutos a planta é “cozida“ no vapor e o resultado é o óleo condensado, que antes de ser usado ainda precisa ser separado da água floral que o acompanha. São necessários 50kg de lavandin para produzir 1L de óleo essencial e o dobro de lavanda para obter a mesma quantidade de oléo. Anotei alguns produtos derivados e os seus preços para você ter uma idéia do custo final do produto :

Agua floral – 5€
Saquinho com lavanda – 3,50€
Eau de lavande (perfume) – 9€
Três sabonetes – 5,50€
Gel douche (sabonete líquido) – 6€

Mas não esqueça: esse passeio pela Provence, é um daqueles momentos únicos, inesquecíveis, que significam muito mais do que meia dúzia de sabonetes ou almofadinhas perfumadas, por que isso pode ser comprado em qualquer época do ano. Visitar o planalto de Valensole é como descobrir a beleza pela primeira vez, beleza que ultrapassa os limites do olhar e atinge em cheio a alma.

2 Comentários leave one →
  1. 01/08/2010 22:29

    Essa é uma viagem que eu quero MTOOO fazer na vida! Lindo, lindo, lindo! E adorei a lista com os preços dos produtos! Post tá ótimo!

  2. 04/08/2010 12:35

    Oi Guta, faça mesmo! Essa viagem é uma delicia para a alma, recomendo de olhos fechados. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: