Skip to content

E se existisse teletransporte?

13/08/2010

 
Claudia Lordão – Adelaide, Austrália

Outro dia vi um filme (já antiguinho – 2008) em que o protagonista conseguia se teletransportar de um lugar para outro no mundo. Ele praticamente “pulava” dentro dos lugares aonde ele queria ir, daí o nome do filme: “Jumper”.

A história não é nada demais. Mas sou fascinada com essa possibilidade do teletransporte.

Se eu não pudesse ser gênia da lâmpada queria ter, então, um teletransportador. Só quem mora longe, longe mesmo (tipo, do outro lado do mundo) pode dar ao teletransportador o valor que ele merece. Não seria maravilhoso você acordar na Austrália, almoçar no Brasil com seus pais e resolver passar uma noite romântica em Paris?

Fico imaginando essa possibilidade e a alegria que ela traria pra minha vida! Se eu ainda estiver viva quando o teletransportador for lançado, eu vou querer ter um. Ah, se vou. Por agora, vou nessa! Ali pra cozinha mesmo. Não tenho teletransportador….

Quer saber mais sobre a Cláudia e sua vida na Austrália? Visite o seu blog pessoal!

One Comment leave one →
  1. Eduardo permalink
    14/08/2010 14:08

    Qualquer um com um pouco de imaginação, quando viu esse filme ficou com muita vontade de fazer o mesmo.

    Espero que um dia a humanidade consiga ser mais unida, já é MUITO mais do que foi a 100 anos atrás por exemplo. Quem sabe poderemos nos locomover com incrível rapidez e facilidade, tanto financeira quanto diplomática.

    Quem não iria querer isso? 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: