Julio Cesar Caruso
Colaboração

Não. Não vou falar de nenhum robô novo e nem de nenhuma outra tecnologia japonesa que esteja em moda aqui do outro lado do mundo. Vou falar da televisão. Você é contra ou a favor da televisão?

Sei que há muita gente que irá dizer que a tevê japonesa, por exemplo, é boba, os comerciais são infantis e os programas são sem graça etc e tal, mas qual tevê no mundo não tem programas idiotas, sem nexo algum ou mesmo comerciais sem graça a e infantis? Se até a nossa tem! Não vou discordar dessas pessoas sobre a existência de tais programas e comerciais infantis, mas acho que, como tudo na vida, a TV também tem lá seus pontos negativos e positivos.

Eu aprendo muito assistindo à tevê aqui no Japão. Vejo telejornais, comerciais, programa de variedades, de quiz – que eu adoro – e até novela japonesa eu assisto. O bom é que na televisão japonesa, eles costumam passar, não chega a ser uma legenda, mas, dependendo do programa, tudo o que o cara fala, aparece escrito embaixo. É ótimo, não só para aprender como se fala, mas também para saber os ideogramas corretos de tal palavra. Já em alguns outros programas, essa pseudo legenda aparece somente nas frases chaves. Mas de qualquer maneira, já ajuda bastante.

Aqui tem muitos programas do tipo sem um script, ou seja, uma câmera na mão e vamu-que-vamu! Vira e mexe a gente vê algum artista em um lugar do Japão, andando pelas ruas e entrando nas lojas, sentando e comendo nos restaurantes e falando com quem aparece. Tem muito disso. Programas musicais também são ótimos! Gosto de ver os que mostram o ranking dos CD mais vendidos ou das músicas mais baixadas pelo celular e por aí vai.

Mas o que eu gosto mesmo são os programas de quiz. Nossa! Eu participo junto! Me amarro. É também muito bom para aprimorar o conhecimento da língua.

Por falar em língua, na tevê japonesa tem também outra coisa muito maneira que são os programas estilo Telecurso com Idiomas Globo. São programas que ensinam vários idiomas. Não me perguntem por que, mas português não tem. Mas tem francês, espanhol, chinês, coreano, alemão, russo, italiano e até árabe! Tem sempre um professor nativo do idioma e um professor japonês que explica os pontos gramaticais. Fora as curiosidades sobre o(s) país (es) onde a língua é falada. Eu gosto de assistir. Não que eu pretenda ser um poliglota televisivo, mas acho maneiro saber um pouco sobre outros idiomas, como são formadas as frases, as diferenças do japonês e do português etc…OK, sei que é coisa de fanático por línguas estrangeiras e de quem fez Letras. Mas enfim, é maneiro…

Os telejornais são ótimos. Acho curioso quando, mesmo sentados, os apresentadores fazem reverência antes de começar e depois de terminar o jornal. Muito Japão!

Bom é quando ouço de repente alguém falando em português. Isso acontecia muito quando o Zico era treinador da seleção japonesa. Sim! O Zico não fala japonês!

Mas vira e mexe a gente escuta alguém falando português ou uma música – pra variar Bossa Nova – como fundo de algum comercial etc. É maneiro ver algo do Brasil na tevê japonesa…de preferência algo de bom! Não ouvir, por exemplo, que um brasileiro está sendo procurado por assalto a uma loja de conveniência, o que eu já tive o prazer de ver na tevê japonesa.

Mas é isso. Quem quer aprender o idioma local, aconselho a dedicar um tempo para assistir à tevê! É ótimo! Eu recomendo!

Quem quiser saber mais curiosidades especificamente do Japão, dá uma passada no blog pessoal do Caruso! Muito Japão!