Edu
A Coruña, Espanha

 

Viajar não é só passear, mas também fazer compras. Alias, para muita gente, viajar se resume SÓ a fazer compras. Se você tem este perfil consumista, a Espanha é um bom destino. Quando um brasileiro chega na Europa, geralmente se impressiona (e se empolga) com os excelentes preços de determinados produtos, principalmente cosméticos, perfumes e artigos da moda.

A Europa como um todo oferece uma infinita oferta de produtos por excelentes preços, mesmo pagando em Euro, mas a Espanha tem na minha opinião 5 fatores que a tornam mais atrativa para um tour consumista:

1. O idioma

Se você não domina nenhum idioma, naturalmente é muito mais fácil ir de compras na Espanha do que por exemplo na Alemanha. O único problema na Espanha é que dificilmente você vai encontrar um(a) vendedor(a) que fale em inglês. Mas isso é um problema para os ingleses, e não para nós brasileiros, que dominamos perfeitamente o “portunhol” (que para compras na Espanha dá e sobra!)

2. O clima

A Espanha é um país que conta com um clima ameno para os padrões europeus (apesar de fazer tanto frio como no resto da Europa). Porém quando faz frio na Espanha, em outros países da Europa o povo já ta congelando. Devido ao clima, existe muito comércio de rua, que é sem dúvida muito mais animado do que ficar fechado em um shopping. O verão na Espanha costuma ser longo (em algumas cidades) é muito agradável, e em algumas vezes até bastante quente, tão quente como no Rio de Janeiro (principalmente no mediterrâneo e na região da Andaluzia). A primavera e o comecinho do outono também são épocas muito agradáveis para passear. Porém, se você resolver vir a Espanha fazer compras em janeiro, a coisa muda, como é de se esperar.

Outro fator curioso do clima é o horário de verão. Durante os meses de junho a setembro, os dias são extremamente longos (Na Galicia, no auge do verão, o sol não se põe até as 23:00hs!).

3. Os preços

Como já disse anteriormente, alguns produtos como roupas, maquiagens, artigos esportivos, etc, têm (basicamente) preços similares em toda a Europa. Porém, quem faz compras, obrigatoriamente tem que dar uma (ou várias) paradinhas para descansar. E é aí onde a Espanha faz a diferença. Uma paradinha para tomar um café e um bolinho em Londres pode te chegar a custar uns 10 Euros, quando na Espanha o mesmo café com bolinho custa menos da metade. O menu do dia em Paris custa em média 20 Euros e geralmente está composto de 1 prato e 1 sobremesa com bebida. Na Espanha você pode comer um menu do dia por uns 9 Euros, que inclui normalmente 1 entrada, 1 prato principal, bebida e sobremesa.

Falando em preços, não poderia deixar de falar das “rebajas”. Na Espanha durante os meses de verão e inverno, TODO o comércio na Espanha (acho que eles estão obrigados por lei), rebaixam os preços de seus produtos a níveis inimagináveis. Tem gente que diz que as lojas aproveitam este período para queimar seu estoque de temporadas antigas, e pode ser que seja verdade. Porém, é inegável a oferta de produtos (principalmente roupas) que tem seus preços rebaixados em até 80%.

4. Horário de Comercio:

Neste aspecto, ninguém ganha da Espanha. Uma das coisas que os turistas mais estranham na Espanha são seus horários malucos. Enquanto na França, Itália e até mesmo no Brasil o povo costuma almoçar por volta das 13 da tarde, na Espanha a esta hora os restaurantes ainda estão fechados. O normal é almoçar por volta das 15. E no jantar a coisa ainda piora: Se você gosta de almoçar sozinho (literalmente), vá a um restaurante as 20hs e você terá atenção exclusiva do garçom (isso se o restaurante estiver aberto). Os espanhóis costumam jantar a partir das 23hs e eu já vi vários restaurantes começarem a ficarem cheios por volta da meia noite!

E porque isso é uma vantagem??? Ora, você poderá fazer compras tranquilamente até as 22hs da noite (horário que o comercio fecha), sabendo que poderá jantar tranquilamente em qualquer restaurante da Espanha até altas horas da madrugada. O fato dos restaurantes fecharem tarde também contribui para a cidade ficar mais animada e com muita gente na rua. Isso evita de você voltar para o hotel com suas compras, caminhando por ruas desertas.

5. Trocas e Devoluções

Na Espanha, o sistema de devoluções é de dar inveja a qualquer brasileiro. Se você se arrependeu de fazer alguma compra, você pode voltar na loja que eles te devolvem o dinheiro, sem perguntas. Eu moro na Espanha há 6 anos e já devolvi de tudo que você possa imaginar (eletrodomésticos, móveis, roupas, etc.). Sem sombra de dúvida as facilidades de devolução é um dos fatores mais vantajosos de fazer compras na Espanha. Entretanto, é importante frisar que para receber seu dinheiro de volta, você tem que cumprir umas regras básicas: 1. Logicamente você tem que ter em seu poder a nota fiscal; 2) Algumas lojas só aceitam de volta o produto, se este estiver acompanhado da embalagem; 3) As lojas normalmente estabelecem um prazo limite de 15 dias para devoluções; 4) Em alguns casos como queima de estoque ou liquidação não se aceitam devoluções, porém isso não ocorre em todas as lojas; 4) Alguns produtos como roupa interior não podem ser devolvidos (a não ser que estejam lacrados na embalagem).

Algumas dicas de lojas na Espanha:

El Corte Inglês: É a maior loja de departamentos da Espanha e se encontra atualmente no 40º lugar em volume de vendas em todo o mundo. Presente em praticamente todas as capitais espanholas, você pode encontrar uma extensa oferta de perfumes, cosméticos, roupas de centenas de marcas, informática e um supermercado enorme.

Sephora: É uma cadeia de cosméticos fundada na França em 1969, e hoje é a primera empresa do mundo em cosmética. Seu catálogo de produtos inclui praticamente todas as marcas de luxo como Guerlain, Dior, Chanel, etc.

Media Markt: De origem alemã, é o maior varejista europeu de produtos eletrônicos. Lá você poderá encontrar desde ferro de passar roupa, até televisores LCD de 50 polegadas.

Inditex: Proprietária da marca Zara, possui outras marcas de prestigio como Pull and Bear, Massimo Dutti, Bershka, Stradivarius, Oysho e Uterqüe. A Zara tem um atrativo especial, porque no Brasil é uma loja cara, e na Espanha é extremamente popular, e a roupa de excelente qualidade. 

Melhores cidades para compras: Logicamente as grandes cidades e capitais, que contam com uma ampla oferta de comércio: Madrid, Barcelona, Valência, Sevilha ou Zaragoza.

Como eu moro em La Coruña, vou puxar a sardinha para o meu lado, inclusive porque é um fato digno de mencionar: Em 2011 será inaugurado em La Coruña o maior shopping center da Espanha e o 3º maior da Europa. Se chamará “Marineda City” e contará com aproximadamente 500.000m2 de área construída, 6.500 vagas de estacionamento e irá abrigar o 2º Corte Inglês da cidade e um Ikea (uma das maiores empresas de móveis e decoração do mundo) que já está em funcionamento.