Emerson tem 4 anos. Ele é da tribo dos Uros, ou “homens do lago”, que vivem sobre ilhas flutuantes construidas de totora, uma planta bastante comum no Lago Titicaca (fronteira ente Bolívia e Perú).

Emerson vai à escola sozinho – ele já sabe remar e rema o bote de seu avô para se locomover de uma ilha a outra – e reclama que lhe dão muito dever de casa.

O avô, Barnabé, também é um uru, que nasceu e passou toda a sua vida sobre as ilhas feitas de totora. A ilha onde eles moram se chama Utama, que significa “sua casa” em aymara, idioma falado pelos uros. O avô lhe ensina muitas coisas, dentre elas o artesanato de totora – e Emerson diz que quando for grande vai construir sua própria ilha.

Emerson ainda não tem irmãos (mas a sua mãe, Helena, está gravida). Por enquanto ele prefere dizer que as flores (tica, em aymara) são suas irmãzinhas. Ele passa horas brincando com as elas e com as “pipilinko” (borboletas) do seu jardim.

Outra distração para Emerson é receber os turistas e posar com um sorrisão para suas fotos… passamos 1 dia na ilha de Utama com Emerson e sua família… e esse pequeno homem do lago nos ensinou muitas coisas…