O café na Venezuela, assim como no Brasil, é algo muito comum. Pode ser tomado no café da manhã, mas também depois do almoço e no final da tarde. De manhã, em geral, os Venezuelanos tomam o seu café comendo uma arepa, empanada ou ‘pastelitos’, porém é preciso saber como pedir o tipo de café que se gosta, são eles:
  • Café negro: em geral quando pedem esse simplesmente pedem “un negrito” que seria um copinho daquele de cafezinho preto bem forte e amargo.

cafe pequeno preto forte blog brasil com z @blogbrasilcomz

  • Café Marrón: é aquele café que tem bem pouco leite.

coffee cafe com leite bog brasil com z @blogbrasilcomz

  • Café Blanco ou com leche: o café que tem mais leite que café, e é quase branco mesmo.

coffee cafe com leite blog brasil com z @blogbrasilcomz @day.nastya

  • Café guayoyo: é praticamente um “chafé”, bem aguado.

coffee cafe aguado blog brasil com z @blogbrasilcomz

Nas padarias mais chiques se pode encontrar qualquer tipo de café como capuccino, mocaccino, latte vanilla, entre outros. Em cafés mais caseiros, algumas pessoas gostam de colocar um pau de canela ou substituir o açúcar por papelón que é uma espécie de rapadura em pó.

Antigamente a Venezuela costumava exportar café, porém com a diminuição da produção e o aumento do consumo, acaba sendo necessário importá-lo.

Há uma curiosidade que achei interessante e não sei se tem algum fundamento. Uma amiga que é de uma das cidades mais quentes da Venezuela, Maracaibo, diz que em sua cidade as pessoas quando estão com muito calor, tomam um copinho de café quente para refrescar. Imagino que deva ser o inferno a cidade, isso porque acho que eu venho de uma das cidades mais quentes do Brasil também, Manaus.