Skip to content

Três coisas que eu não fazia no Brasil

22/03/2011

Eve
Berlim, Alemanha

 

…e agora faço aqui, em Berlim.

Andar de metrô. Sim, senhoras e senhores. Não sou paulista, carioca e sei lá mais aonde tem metrô nesse país. Percebam que sou pouco entendida de Brasil também. Xá pra lá… O sistema de transporte alemão é quase divino. Só não é divino, porque não foi Deus que fez. 😛 E é tudo integrado. Quer estar lá no parque às 14h15 e precisa pegar metrô e ônibus pra chegar? O metrô vai chegar à estação dois minutos antes do ônibus partir. Tempo suficiente pra você chegar ao lugar na hora marcada. Aqui, atrasos não são justificados com “perdi o ônibus” ou “foi o trânsito”… Se está lá dizendo que chega 14h14,  irá chegar às 14h14.

Cuidar da casa. Pois é. Morar em país com mão de obra barata faz falta nessas horas. Eu tinha faxineira no Brasil. Ela ia em casa uma vez por semana. E pagava 20 reais por dia. A gente morava no apto de 60m² e éramos só duas pessoas. Mas, eu não abria mão da faxineira. Aqui, se quiser ter o mesmo luxo, tenho que pagar, por baixo, uns 50 euros. O apartamento aumentou, e em breve o número de moradores também. Não estou grávida. São os enteados mesmo. Fora a cultura do “faça você mesmo” pra tudo. Comprou armário? Monte! E por aí vai…

Passar frio. Gente, eu sou baiana. Já viu algum baiano passar frio na vida? Só se for de férias no sul e no inverno, né? Cheguei aqui em janeiro de 2010, temperatura do dia: – 7 graus. – 7 graus! Deixei 35 graus em Salvador, lá no aeroporto. Para falar a verdade, até que me acostumei rápido, viu? Dizem por aqui que o problema não é o frio, é estar com a roupa errada. Nesse sentido, acho que eles estão certos. Porém, sempre tem aquele vento gelado que acha qualquer brecha na sua roupa e faz gelar até a espinha. Ui!

Eu ainda poderia falar de outras coisas, por exemplo: falar alemão, encontrar tantos estrangeiros por aqui, tomar chocolate quente, sorvete no inverno… Mas, deixo vocês com esses aí por hoje!

One Comment leave one →
  1. 23/03/2011 9:08

    Ahhh, eu odeio isso de que eles falam que “não há frio, há roupa inadequada”. Ora, nem os nascidos em clima nevento aguentam ficar mais do que um par de horas na rua durante o invernão. Correm logo para um café/bar ou coisa que o valha. Sei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: