Eve
Berlin, Alemanha

.

Eu sou casada com um a mais de sete anos. Pra mim, não foi difícil me habituar, pois marido já morava há nove anos no Brasil e ele já estava mais baiano que alemão. Mas, mesmo assim, vivi algumas coisas que não estava acostumada.

Por exemplo:

“Amor, vou ali no cinema com o pessoal, tá?”

“Tá.”

“Ué? Você não vai perguntar com quem eu vou?”

“Você não vai com seus amigos?”

“Sim. Mas… Mas, a maioria é homem.”

“E daí?”

“Você não vai reclamar ou sentir ciúmes porque vai um monte de homem e você não?”

“Não.”

“Certeza?”

“Absoluta.”

“Então, tá. Fui.”

Na Alemanha, tudo se “joga fora”. Porque tem lugar pra se depositar tudo, até a roupa que você não quer mais. No Brasil, ele queria jogar tudo fora. Tudo. Uma vez, separei uns pares de sandálias para levar a um sapateiro para trocar os saltos ou colar umas tiras. Eram quatro pares. Eu coloquei no fundo do carro e esqueci de tirar. Dias depois que eu procuro a sacola, cadê? Marido tinha JOGADO fora. Eu quase arranquei o pescoço dele. Ele disse que ficou muito tempo no fundo do carro e achou que fosse pra jogar fora. Muito tempo no fundo do carro, porque eu ainda não tinha achado um bom sapateiro, ora bolas! E era assim com tudo que ele achasse que não tinha serventia. Agora, eu que fosse mexer na papelada dele…

Culturalmente falando, algumas brasileiras podem estranhar muito o fato de alemão ser direto, falar o que pensa e você que digira aí o negócio. Ainda mais se perguntou. Então, se não quer ouvir que está gorda, não pergunte.

Alemão não sabe elogiar. Portanto, não estranhe se ele disser que você está linda com esse vestido azul, MAS, ficaria muito melhor com o estampado porque combina mais com o seu tom de pele. Sim, sempre terá um MAS depois de cada elogio alemão.

O segredo mesmo é o bom humor. A gente não tem tabus. Até porque, sabemos quais são nossos pontos fracos e rimos deles. Afinal, nossa história já começou na quebra desses tabus, né mesmo?

E quando existir alguma diferença, o melhor é conversar, expor a situação e chegar a um acordo. Porque existem diferenças dos dois lados, tenham certeza disso.