Mundo Alas é um filme, um livro e um show dirigido pelo cantor argentino Leon Gieco e estrelado por pessoas com deficiências…

Quando morava no Uruguay, fui assistir ao show…

Foi no “teatro de verano” de Montevideo… um lugar lindo, ao ar livre e que tava completamente lotado… milhares de pessoas sob as estrelas, assistindo um espetáculo lindo e comovente…

Pra começar, Leon Gieco tocou algumas de suas músicas… e, com as explicações da origem delas, passei a gostar ainda mais… ouvir “En el pais de la libertad” dedicada às mães da praça de Maio ou “El ángel de la bicicleta” a um menino que foi morto com um tiro de um policial… foi emocionante…

E depois começou o show… a voz linda de uma cantora cega que dizia que estava muito feliz porque sentia a quantidade de gente que havia na platéia… as notas da gaita de boca tocada magicamente por um cantor e compositor sem braços nem pernas… os passos dos bailarinos de tango com síndrome de down que deslizavam macios pelo placo… a leveza dos gestos do dançarino em uma cadeira de rodas… de arrepiar!

A frase do Mundo Alas diz “¿para que quiero pies si tengo alas?” (para que quero pés se tenho asas?)… e realmente eles ensinaram a todos que estávamos na plateia a voar…

Tenho certeza que cada pessoa que esteve presente nesse show saiu de lá um pouquinho mais humana…

Se quiser apoiar o projeto, ouça as músicas na Amazon Stream aqui.