Skip to content

Por que você TEM que pagar caro por um vinho?

10/08/2011

Edu
A Coruña, Espanha
.

Eu sempre gostei de vinhos, desde a época que eu morava no Brasil. Infelizmente consumia menos do que eu gostaria, basicamente por três motivos: pelo preço, pelas poucas opções, e pelo clima, que normalmente pedia uma loira e gelada cervejinha.

Quando comprava um vinho, tentava escolher um tipo mediano, ou seja, descartava os “Sangue de Boi” e similares do mercado, porque “aquilo” não deveria ser considerado vinho. Mas também fugia dos vinhos caros, por duas razoes: primeiro porque não sou rico e segundo porque NÃO FAZ SENTIDO!

Em algumas ocasiões, quando era convidado para ir a casa de alguém, às vezes me serviam vinho, coisa que eu sempre agradecia. Quando provava o primeiro gole, meu anfitrião, (como todo bom anfitrião) perguntava: “E aí gostou?”.  Eu dizia que sim, porque realmente estava bom mesmo, mas logo após a minha resposta, vinha o comentário: CUSTOU 200 REAIS!!! Eu juro que tentava, mas não dava para agir com naturalidade… Meus olhos arregalavam, eu engolia em seco, e fazia aquele sorriso falso do tipo (ah é? legal!). Porque para mim um comentário desse tipo é completamente desnecessário.

Lógico que um vinho que custa 200, 400 ou 1000 Reais só pode ser um excelente vinho. Se não fosse assim, deveríamos chamar a polícia e prender o fabricante. Mas, para gastar essa grana, ou você é rico ou tem que ter muita coragem pagar este absurdo. Basicamente porque existem centenas de excelentes opções de vinhos muito mais baratos. Porém, como vivemos em um mundo de aparências, o importante mesmo é gritar aos 4 ventos que pagamos 200 Reais em uma garrafa de vinho.

E o que isso tem a ver com morar no exterior?

Quem mora na Europa tem a disposição uma gama infinita de vinhos, principalmente espanhóis, italianos e franceses. Aqui também existem vinhos caros, que custam 500 Euros, ou até mais de 1000 Euros. Porém, posso garantir que 90% dos vinhos europeus custam menos de 20 euros. E por menos de 10 Euros você pode comprar inclusive vinhos premiados.

Vou dar um exemplo: Um dos maiores especialistas de vinhos no mundo se chama Robert Parker (procura no Google). Todos os anos, fabricantes de vinhos de todo o mundo esperam ansiosos por sua lista anual dos 100 melhores vinhos. Para este post não ficar gigante vou mostrar para vocês, a relação dos 6 melhores vinhos espanhóis segundo a lista Parker em 2009. Clique aqui.

Como você poderá comprovar, o vinho mais caro desta lista é o “SYCAR LES SORTS 2007” que custa 13,62 Euros e obteve 90 pontos na prestigiosa lista Parker. Então meu amigo, eu te pergunto: Por que você TEM que pagar caro, podendo pagar 13,62 em um vinho premiado?

Não me alongarei mais. Você que está lendo este post, sabe onde eu quero chegar. Infelizmente, parece que só podemos nos destacar dos outros, se pagamos caro por algo e espalhamos para todo mundo. Quanta gente no mundo inteiro poderia desfrutar de coisas boas pagando barato, e desta forma, fazer um pé de meia e dispor de boas economias no banco, mas prefere viver de aparências, gastando o que não tem, vivendo no cheque especial e pagando fortunas de juros. Por isso que muita gente tem um carrão na garagem, mas tem vergonha de mostrar sua casa. Isso é uma vaidade do ser humano, que não depende de nacionalidade. Aqui na Espanha também tem muita gente que vive de aparência.

Portanto, para quem mora no Brasil, as opções de vinhos são limitadas mesmo. Isso é fato, e eu reconheço. Infelizmente excelentes vinhos que aqui custam 10 ou 15 euros, chegam no Brasil com um preço extorsivo. Mas mesmo assim pesquise, porque apesar da oferta limitada, existem ótimas opções por bons preços. Não justifica pagar 200 Reais.

Sei que de vez em quando a gente quer se dar um presente. Temos direito de desfrutar das coisas boas da vida, e às vezes, fazer uma extravagância, nos faz sentir bem. Além disso, o dinheiro é seu, ninguém paga as suas contas e você faz como ele o que quiser. Mas se um dia você tiver coragem de pagar 200 euros em um vinho, compre para desfrutar com sua namorada/noiva/esposa. Pagar essa grana, só para ter o prazer de falar para os outros, eu acho lamentável.

E para finalizar, se você planeja vir a Europa, aí que não justifica mesmo pagar caro. Seja esperto, faça sua grana valer mais.

9 Comentários leave one →
  1. Raquel Nagy permalink
    10/08/2011 16:46

    Edu, dentro deste raciocínio, há coisas que não entendo e não compreendo o porquê de tanto endeusamento (tolo para mim), acerca de bebidas e… charutos! (argh!!)
    Bom, gostaria de entender o porquê de o vinho, (sim, bebida nobre e comum na velha Europa) evoca tanto glamour, principalmente por aqui.
    Aqui digamos que seja o clima hostil para que não tenhamos uma produção de qualidade…
    Mas será que justifica tanto marketing e preços absurdos?
    Será que tanto vaidosismo, conforme você relata no texto não seria uma infantilidade reprimida?
    Tola humanidade… Tola humanidade!
    Como se o vinho fosse produzido em alguma região habitada por anjos!
    Você tem razão e este texto teu foi um dos mais lúcidos e tocante.
    Tocante porquê é verdadeiro, e não mascara uma realidade…
    Gosto de vinhos. Bebo moderadamente, assim como uma cerveja.
    Mas vejo por exemplo aqui, os marketeiros apresentando determinada marca de vinho como se aquilo alí, fosse um ritual religioso, como se alí fosse um altar onde um sacríficio estivesse pronto a acontecer! É prá tanto? Meu Deus!

    • 07/01/2013 1:44

      Morei em Portugal Por 6 anos, quando cheguei nao sabia diferenciar vinho do Porto para Vinho tinto, afinal tinha a mesma cor, Rs! nao entendia pq eles nao tomavam vinho gelado (ja que na Bahia era comum) ate que tive a oportunidade de ir trabalhar num Restaurante gourmet. Foi paixao a primeira Vista. Quando vi a Adega pensei que isso teria que ter algo especial. La estavam mais de 400 Rotulos, fiz o meu melhor para aprender, ao fim de 6 meses estava trabalhando como responsavel pelo o servico de bebidas. Gastei todas minhas economias com Livros e vinhos mas valeu a pena. depois de 4 anos trabalhando como sommelier e 10 anos de Europa posso te dizer; Sorte de quem sabe apreciar um bom vinho. e como foi bem descrito no texto nem sempre os mais caros sao os melhores. eu tinha em minha Listas Vinhos de ate 2800 Euros. mas essa lista comecava com vinhos de 15euros. a chance de um vinho caro ter melhor qualidade e de 95%. Mas para mim a verdade e que Vinho e o seu sabor e sentido a partir de vc mesmo, do que vc esta sentindo no momento da degustacao. vc pode Abrir uma garrafa de um vinho muito caro e nao achar bom, depende do seu paladar, depende de como foi o seu dia, depende do seu estado de espirito. Como tbm vc pode abrir uma Garrafa de Vinho com o preco bem mais em conta 5 ou 6 euros e achar maravihoso, pois vc esta entre Amigos, feliz com vc mesmo…. Quanto ao preco absurdo no Brasil nao vejo Justificativas. vinhos que em Portugal custavam 3 or 4 Euros estavam sendo vendidos em minha cidade por R$98. o Brasil Valoriza muito a questao de “Status” de ter e Poder. a mundo dos vinhos e um mundo fascinate que fica muito aquem dos brasileiros de baixa renda, que na maioria das vezes preferem uma Caixa de cerveja (e esta certo,pq nao daria para saciar todo mundo com vinho) do quer desgustar um bom copo de vinho.

  2. Shadow Neo permalink
    10/08/2011 17:20

    Quem sabe daqui a 50~100 anos nós ficamos parecidos com os “países de verdade”.

  3. 12/08/2011 16:08

    Eu faço o contrário, me gabo qdo pago barato num bom vinho! Uma das coisas que gostei na minha viagem pra Italia foi beber bons vinhos a preço justo!

  4. 12/08/2011 18:23

    Até onde eu sei, a grande maioria dos vinhos vendidos no Brasil é importada. Nos últimos anos a produção de vinhos no país aumentou bastante, mas o reconhecimento infelizmente ainda é dado aos produtos de fora… Talvez seja por isso que no Brasil, vinho bom é sinônimo de vinho caro (com todas as taxas de importação que a gente conhece bem). Aqui no RS, a proximidade com os free shops do Uruguay, facilita e muito a compra de bons vinhos a um preço que às vezes chega a ser a terça parte dos vendidos nos supermercados brasileiros.

  5. Mariana permalink
    16/08/2011 23:51

    Ah Edu!As coisas já estão mudando por aqui. Já achamos vinhos bons no supermercado(ok, não sou enóloga pra saber se é bom, MUITO bom, mais ou menos bom.. mas enfim) que ficam na faixa de 15 a 35 reais.

    Há pouco tempo, peguei sem querer, um de Stellenbosch ( África do Sul) que quase chorei,qdo dei o primeiro gole (envolvia tb, uma nostalgia de um tempo que passei lá). 25 reais.

    Sinceramente, eu me contento com estes. E quem quiser pagar 200 conto numa garrafa…ok, prefiro 200 conto num BELO jantar ( e ainda assim, tá caro)

  6. RenatoAlves permalink
    29/08/2011 16:14

    Qualquer comentário sobre preços envolvendo o jantar ou as bebidas é de muito mal gosto. Uma pessoa realmente educada e fina jamais faria esse tipo de comentário. Mesmo que pagasse 200 em uma garrafa de vinho, desfrutaria com os convidades sem sequer mencionar o valor. Infelizmente algumas pessoas morrem pra ter algum tipo de status…valores. E como os valores estão pequenos hoje em dia hein?
    Aqui nos EUA por menos de 10 dólares compra-se também vinhos premiados. Eu nunca vi um vinho de 200 dólares no supermercado. O mais caro que achei custava 60. Pelo menos, nesse ponto a maioria dos americanos merece elogio. Negam-se a pagar caro por qualquer coisa. Esse vinho de 200 ficaria empoeirado na pratileira por muito tempo. Quando eu comento que uma calça da Levi’s pode custar 350 reais ou um tenis pode custar mais de 1000 no Brasil eles acham que eu estou equivocado. Diferentemente o brasileiro paga, mesmo que tenha que fazer um carnê em 12 vezes!

  7. cleverson Moraes permalink
    10/01/2013 7:47

    A resposta da Juliana (@Juliana_vca) está perfeita e uma outra realidade é que não podemos comparar o preço do vinho vendido na europa ou no Estados Unidos que possuem produções locais.
    Neste momento estou fazendo pesquisas para tentar vender vinho europeu no brasil e a burocracia do governo brasileiro é que faz o produto ficar tão caro para o consumidor além disto existem custos de transportes e vários outros (não tem como sair barato) e infelizmente nem todos podem comprar, mas a culpa realmente não é de quem pode comprar, se você pode e gosta Why not? Porém são estúpidos os que citam o preço do vinho ou do jantar a degustar os mesmos. Regra número um do vinho é beber o que você gosta e pode comprar e saber combina-lo com o que estiver comendo em caso de um jantar. Não esquecendo-se que se você pode comprar caro não precisa “esnobar”. Hoje a televisão brasileira influencia muito a nação a ser esnobe com programas não educativos como “chique no último, mulheres milionárias e etc…”

  8. André Fernandes permalink
    08/06/2015 16:23

    Em Santa Catarina, ainda tem bastante gente que faz vinho em casa e vinhos bons podem ser comprados por preços bem mais em conta. Não vai custar 5 euros, mas nem de longe 200 reais.
    As cervejas estão seguindo o mesmo caminho. Cerveja alemãs e tchecas, por exemplo, que na Europa não passam de 1,20 euros ou 1,50 euros, estão sendo vendidas por a partir de 30 reais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: