Skip to content

Carros: a paixão dos italianos!

29/03/2012

 Carla 
Milão, Itália
 
 .

Italianos adoram, A-MAM carros! Nunca vi igual!

Dizem mesmo que “La passione degli italiani sono le donne e motori” (a paixão dos italianos são mulheres e motores (carros!)). E é a Itália que tem o “record europeu” de densidade de automóveis. São 60 a cada 100 habitantes! Tanto né? Pois é!

Mas não é que são obcecados por carros novos, daqueles que trocam todo ano! Não! Tanto que nas ruas a maioria é carro já bem rodado, mas muito bem cuidado.  E cuidam como uma jóia, lavam, lavam, limpam, aspiram, faça chuva ou faça sol, ou até neve, lá estão eles nos lava-rápidos. Inacreditável! E não é mentira não! Eu que trabalhava numa estação de serviços vi bem como eram!

E pelas ruas daqui são inúmeras as marcas de carros. Aquelas jamais vistas no Brasil e outras globalizadas. Dentre todas, as italianas são:

– FIAT – Fabbrica Italiana Automobili Torino – A mais conhecida e popular, criada em 1899.
– Alfa Romeo – Anonima Lombarda Fabbrica Automobili, criada em 1910 em Milão, hoje pertence à FIAT.
– Lancia – Criada em 1906 em Torino, hoje em dia também faz parte do Gruppo FIAT.
– Ferrari – Famosíssima por fabricar carros de corrida, foi criada em Modena em 1929, mas desde 1975 também faz parte do Gruppo FIAT.
– Maserati – Criada em 1914 em Modena, também fabricava carros de corrida.
– Lamborghini – Criada em 1948, hoje pertence à Volkswagen.
 

O custo para manter um carro aqui é alto principalmente se for novo e de marca importada. O seguro obrigatório é um dos mais caros de toda Europa, por isso vale a pena manter bem cuidado o carro usado pra economizar nas taxas de asseguração.

Outra coisa é o tipo de combustível, lá no Sonhos na Itália falei dos tipos de combustíveis utilizados aqui. Os preços com a crise está cada vez mais às alturas, bem próximos a 2 euros o litro! Absurdo! Então o tipo de combustível está sendo bastante analisado na hora de comprar um carro. Carros híbridos e até elétricos (apesar de caríssimos) estão dando as caras cada vez mais por aqui!

Brasileiro com CNH brasileira dirigindo na Itália? Bem, só até um ano após a residência em território italiano, de preferência com a carteira internacional, depois tem que estudar muito pra passar nos “Esame Teorico e Esame di Guida”, e pegar a “Patente di guida italiana“. Para saber mais, visite o Sonhos na Itália, pela tag Carros/dirigir.

É isso aí!

Baci a tutti!

Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010. Saiba mais sobre ela clicando aqui.

9 Comentários leave one →
  1. RenatoAlves permalink
    29/03/2012 17:02

    Entendi de onde vem essa minha paixão por carros. Descendente de Italianos e portugueses minha família inteira adora carros. É como um brinquedo de adulto.
    Por aqui nos EUA não tem muito isso de status com carro. Por exemplo, se você tem uma BMW não significa que você é rico. Lógico, se você dirige uma porche ou jaguar, vc tem dinheiro porque estes carros têm o preço muito acima da média de todos os outros. Quanto ao resto, é quase igual. Outro dia eu vi um fusca 72 pra vender em uma loja por 8 mil dólares e uma mercedes benz SUV 96 por 6.500. Dá um nó na cabeça da gente. Eu fico contente de ver por aqui pessoas de cor, imigrantes hispânicos dirigindo mercedes, audis e bmws. Parece mais justo, porque no Brasil, a minha vida inteira eu vi uma pessoa só de cor dirigindo uma mercedes. Um amigo do meu pai que é médico. Eu também vou escrever aqui para o Brasil com Z, logo logo, assim que chegar as minhas férias sobre os carros nos EUA e sobre a facilidade e desburocratização do processo de comprar um carro aqui.
    A fiat aqui deu um escorregão a meu ver. Está vendendo o Fiat 500 por 16 mil dólares, mais caro que um Volkswagem Jetta, um Toyota Corolla ou um Ford Focus zero km. Vê-se pouquíssimos no trânsito…
    Adorei o post, parabéns!

    • sonhosnaitalia permalink
      30/03/2012 10:08

      Por aqui Renato é quase a mesma coisa, o status vai pra certos novos modelos e marcas, mas a maioria é acessível a todos. Cuidado com esse seu comentário, “pessoas de cor”, o que acontece no Brasil é a diferença social, a discriminação e desigualdade em relação aos negros, são eles que muitas vezes têm menos oportunidades de estudos, empregos, etc, e consequentemente, se vê poucos negros em carrões. Mas essa realidade está mudando. Aqui se vê todo o tipo de gente com todo tipo de carro. Aqui tbm é tem certa facilidade para financiar um carro, comprovando renda e docs ok, bastam! Bem, o 500 é como no Brasil então que custa mais de 50 mil Reais, por aqui custa 10 mil euros o completo, mas claro, aqui é carro nacional né, e se vê muito! obrigada e curiosa por seu post tbm! bju

  2. 01/04/2012 11:00

    Verdade.Mas vamos lembrar que a maioria dos carros,usa petroleo e isso polui.Carros a gas entre outros ainda nao sao tao populares.Fora que na Italia,com um sistema de transporte publico terrivel comparado com outros paises da Europa,isso deixa o pais da bota com um dos mais altos indices de poluiçao da Europa.Em muitos lugares menores e até em cidades maiores,pegar transporte publico é coisa de ¨estrangeiro|extracomunitario¨.E essa cultura do ter carro,usar carro faz com que os numeros de engarafamentos,pedagios(na Italia inumeros e muito caros).Italiano é como brasileiro:adora ostentar e tirar onda.Ja vi amigos meus locais nao darem carona para outros porque andar sozinho é mais chique além de usar o carro pra ir até a esquina.E se voce colocar tudo isso em cidades antigas aonde quase nada foi modificado,voce ve rodizios de carro estilo Sampa entre outras medidas.

    A frase de efeito do post da Carla é um bom exemplo de marketing e vaidade.Na verdade a paixao dos italianos chama-se aumentar e falar demais de comida italiana somente italiana,falar pra caramba das mulheres que pegaram e chama-las daquilo mesmo pois eles sao os vaidosos machistas que foram ao Brasil,Russia,Tailandia,EUA e transaram com as prostitutas do lugar,futebol,turismo sexual,travecos(Italia e Espanha sao os paises que mais curtem os travecos para serem os ativos,deve ser doença),viajar pelo mundo e dizer que nada se compara ao povo italiano e a Italia.Tudo isso de carro 🙂

    Sou tambem de origem lusa,mas Renato,voce é brazuca,camarada.Como qualquer um daqui e esse seu comentario de cor foi algo meio ironico com estilo preconceito italiano,luso,espanhol.Claro existem os brasileiros legais de hoje,os descendentes de alguem e os bandidos mal carater.E tudo isso reflete na nossa cultura.O que importa é o lado que voce defende e que voce faz publicidade aqui fora.

    Mandou bem Carlinha.

    • sonhosnaitalia permalink
      01/04/2012 21:05

      Sabe que tenho “preguiça” desta mesma tecla que vc bate!! Mas ta bom… Vamos lá! Nao concordo que andar de transporte publico é coisa de extracomunitario. Muitas vezes nao se usa porque é impossivel! onde moro por exemplo o onibus é uma vergonha, o horario é restrito e nao se pode confiar na sua programação.. nunca tá no horario! O seu segundo parágrafo é TOTALMENTE DISPENSÁVEL! SEM COMENTÁRIOS, OK?
      No fim um “mandou bem”! ok…. grazie lo stesso! rs…

  3. 01/04/2012 14:06

    Acho impressioante como ainda tem gente que dá esse valor a um meio de transporte tão absurdo e individualista. Para mim, o carro é o símbolo da nossa sociedade do consumo infinito, despreocupada com as questões ambientais. Deveriam custar o triplo do que custam e ter muito mais impostos, pois é graças a eles que a nossa vida nas cidades é pior que há anos atrás (e em alguns lugares cada vez pior). É por isso que eu AMO a mjnha bicicleta e não abro mão do transporte público, ainda mais aqui na Espanha que funciona muito bem! Sempre achei investir em carro algo completamente burro, já que é só sair da concessionária para desvalorizar. Infelizmente, para quem vive no Btrasil, onde o transporte público é uma porcaria, ter um carro pode ser sinônimo de qualidade de vida, mas logo vem os engarrafamentos e a dificuldade de estacionar sem pagar e vai tudo por água abaixo! Conheço gente que tem um carro que vale mais que a casa… quer coisa mais incoerente???

    • sonhosnaitalia permalink
      01/04/2012 21:10

      Glenda, depende muito de onde vc mora. Se eu morasse em Milão. onde tenho opção de transporte, trem, trans, metro e a bicicleta, eu nem teria carro. Mas as cidades pequenas, mais interioranas, fica completamente dificil viver sem carro… é tudo muito distante, de dificil acesso… Vc tem sorte de conseguir se virar só com bicicleta! Vários amigos meus que estao em milão nao precisam de carro e estao feliz por isso, e eu tbm estaria! Talvez quem more em cidades do interior da Espanha, longe dos grandes centros tbm sinta a necessidade de carro. Claro que a maioria deve (ou deveria) se preocupar com a questao da poluição… mais do que o povo o governo deveria. Mas sabemos que nao é assim! Carros eletricos custam muuuito, e os que poluem mais custam pouco… petroleo! ouro maledetto! rs… Existe já carro à agua, e vcs acham que deixam produzir e vender?? Talvez só quando a água virar literalmente o ouro liquido… infelizmente!

      • 02/04/2012 8:31

        Entendo perfeitamente que existem lugares onde o carro é imprescindível porque o transporte público não funciona ou é inexistente. Mas o problema dos carros não é só a poluição, pois carros “ecológicos” não diminuiriam os engarrafamentos, a quantidade da carros na rua (aqui em Sevilla existe fila de estacionamento dupla e às vezes tripla!)… enfim, é uma inversão total no conceito de mobilidade urbana que conhecemos, e até mesmo de cidadania. Mas enquanto os governos estimularem e apoiaram as grandes montadoras e não investirem em transporte público, obviamente fica difícil para a população em geral abrir não do carro. Mas é um pensamento de futuro… uma cidade em carros.

  4. Priscila permalink
    03/04/2012 3:09

    Hello Carla 😀
    Conta para a gente : os italianos preferem carros italianos ou gostam mesmo é de esnobar com audis,chrysler,hammers e…..bene,são os únicos carros classudos que conheço porque carro para mim é Gol (Grande Ônibus Lotado).
    Meu bródi italiano não gosta muito de carros,ele me disse que troca muito justamente para não ter dor de cabeça com manutenção e quando eu disse para ele que carro era coisa de rico ele replicou que na Itália até os sem teto tem carro mas não porque todo mundo é rico,e sim porque os transportes públicos são horríveis.
    Mas os nossos nem são horríveis poxa,acho tão divertido o bus chacoalhando e para quebrar o marasmo sempre tem um vendedor com o eterno discurso : “Senhoras e senhores,desculpe incomodar o silêncio da viagem de vocês.Eu podia estar matando,eu podia estar roubando,mas vim humildemente vender esses maravilhosos
    É verdade Carla,eu juro que é assim aqui na Bahia!

    • sonhosnaitalia permalink
      03/04/2012 8:02

      olá Priscila! Não sei te responder… acho que acima de tudo procuram o carro de acordo com suas caracteristicas, por exemplo, o Alfa Romeo tem a caracteristica de um carro potente, veloz, um otimo motor…. Hahahah! os transportes sao horriveis no sentido que nao se pode depender deles, horario, dependendo de onde estiver nao tem trem, onibus nem nada.. e nao porque tem os “marreteiros”… O trem aqui é o que mais funciona, assim como os metros, mas se esta em um zona onde nao tem, ferrou! baci

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: