Skip to content

Como faço para conhecer os legumes e frutas de cada estação na França?

09/05/2012

Ana Tereza Merger
Provence, França
.

Com a tendência a sermos consumidores mais conscientes e ligados ao problema do aquecimento global passamos a comprar mais os produtos ecológicos que invadiram as prateleiras e são cada vez mais comuns seja na feirinha do bairro ou nos grandes supermercados.

Mas se ainda não podemos comprar todos os produtos com o selo de qualidade “bio”, a maioria ainda é bem mais cara do que os ditos “normais”, um hábito francês pode ajudar na missão de tentar salvar o planeta: consumir os produtos da estaçãoOu seja, em vez de comprar o que vem do outro lado do mundo de avião ou de navio e muitas vezes não amadurece como deveria, perdendo gosto e nutrientes na viagem, os franceses preferem os legumes e as frutas que são da região ou que são produzidos por aqui no bom período.

Consumindo esses produtos você marca um ponto com os pequenos produtores e com o seu paladar que agradace legumes de primeira e frutas bem madurinhas. Os legumes de julho, por exemplo, são: alho, alcachofra, beringela, beterraba, brócolis, cenoura, repolho, couve-flor, abobrinha, céleri, céleri branche, espinafre, fenouil, feijão, alface, milho, navet, cebola, cebolinha branca, pois mange-tout, pimentão, batata, abóbora, pâtisson, rabanete, rabanete longo e ervilha. E entre as frutas deste mês encontramos: abricot, airelle, abacaxi, abacate, banana, cassis, cereja, limão, morango, framboesa, maracujá, groselha, kiwi, litchi, manga, melão, myrtille, mûre, nectarine, mamão papaia, melancia, ameixa, pêssego, quetsche, tomate e fraise des bois.

2 Comentários leave one →
  1. 09/05/2012 16:17

    Pois os franceses fazem super bem! Já tinha ouvido falar que este é um hábito bastante difundido na França. Outra amiga que mora em Lyon disse o mesmo. Ahhh, se todo o mundo ocidental fosse assim… Eu aqui em Sevilla participo de um grupo e temos um contato direto com o nosso produtor. Claro que consumimos produtos de temporda. O que dá muita vontade de comer, eu compro de outro que tem um invernadero e consegue outras variedades durante outras épocas do ano. Tudo sem agrotóxico e não precisa de selo, o que vale é a confiança no produtor! 🙂

  2. 09/05/2012 19:15

    Ótima dica!
    Eu ainda não tentei, mas achei interessante esse projeto: La Ruche qui dit Oui ! http://vimeo.com/17644285

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: