Ana Tereza Merger
Provence, França
.

Com a tendência a sermos consumidores mais conscientes e ligados ao problema do aquecimento global passamos a comprar mais os produtos ecológicos que invadiram as prateleiras e são cada vez mais comuns seja na feirinha do bairro ou nos grandes supermercados.

Mas se ainda não podemos comprar todos os produtos com o selo de qualidade “bio”, a maioria ainda é bem mais cara do que os ditos “normais”, um hábito francês pode ajudar na missão de tentar salvar o planeta: consumir os produtos da estaçãoOu seja, em vez de comprar o que vem do outro lado do mundo de avião ou de navio e muitas vezes não amadurece como deveria, perdendo gosto e nutrientes na viagem, os franceses preferem os legumes e as frutas que são da região ou que são produzidos por aqui no bom período.

Consumindo esses produtos você marca um ponto com os pequenos produtores e com o seu paladar que agradace legumes de primeira e frutas bem madurinhas. Os legumes de julho, por exemplo, são: alho, alcachofra, beringela, beterraba, brócolis, cenoura, repolho, couve-flor, abobrinha, céleri, céleri branche, espinafre, fenouil, feijão, alface, milho, navet, cebola, cebolinha branca, pois mange-tout, pimentão, batata, abóbora, pâtisson, rabanete, rabanete longo e ervilha. E entre as frutas deste mês encontramos: abricot, airelle, abacaxi, abacate, banana, cassis, cereja, limão, morango, framboesa, maracujá, groselha, kiwi, litchi, manga, melão, myrtille, mûre, nectarine, mamão papaia, melancia, ameixa, pêssego, quetsche, tomate e fraise des bois.