Carla  – Milão, Itália
.

Brasileiros estão em todo o mundo. E na Itália não é diferente. São cerca de 47 mil brasileiros residentes na Itália (legalmente, pois por incrível que pareça, tem muita gente há anos aqui ainda sem documentos, “in nero” como se diz por aqui, e com estes dizem que o número pode passar dos 120 mil, mas não sei, pois não há dados oficiais, claro).

Então é comum encontrar brasileiros em todos os cantos, principalmente na Região da Lombardia, onde está a maior parte deles (ou de nós! rs). Desses brasileiros, uma parte tem cidadania italiana e a grande maioria, Permesso di Soggiorno, o visto/permissão para residir aqui, seja por trabalho, por família, por estudos, etc.

Os brasileiros são bem recebidos, e pelo que ouvi e vi por aqui, têm a boa fama de ser gente trabalhadora (ainda bem!). Apesar que ultimamente com essa história de crise, nós brasileiros, o que mais ouvimos é: “O que você está fazendo ainda aqui na Itália?? Com o Brasil bom do jeito que tá?”

Pois é, mas muita gente vem pelo sonho de morar no exterior, ter uma experiência diferente (seja trabalho ou estudo), e isso, com crise ou não, sempre será válido. Agora, os brasileiros que vêm com o intuito de “fazer dinheiro” se decepciona e volta para o Brasil rapidinho.

Muitos também vêm com o intuito de acelerar o processo de obtenção da Cidadania Italiana, que no Brasil pode demorar até 9 anos na fila! (uau!) E obter a cidadania italiana não significa que tem que ficar na Itália não é mesmo? O passaporte italiano é o passaporte europeu, tem entrada livre em todos os países da UE e fácil acesso a muitos outros países do mundo, inclusive EUA. Muitos cidadãos ítalo-brasileiros estão na Inglaterra, França, Alemanha e outros países!

Eu e meu blog Sonhos na Itália, estamos com uma parceria na Assessoria em Cidadania Italiana, com o Blog Benvenuti Cidadania Italiana. Tudo sobre obtenção da cidadania, pesquisa de documentos, traduções, entre outros serviços. Façam uma visitinha lá, divulguem, com certeza tem muita gente por aí com o sonho de conseguir a cidadania, afinal, no Brasil tem mais de 25 milhões de descendentes de italianos, com direito à cidadania italiana. E o passaporte italiano é porta aberta para o mundo!

Já pra quem não tem descendência italiana, residir na Itália legalmente, dependerá de um Permesso di Soggiorno, possível obter só por motivos de Família, Trabalho ou Estudos. Por isso a dificuldade e tantos brasileiros ilegais aqui, ainda mais por ter tantos trabalhos ilegais “in nero”, sem registro e sem dar direito ao documento de permissão. Pois é!

Querem saber mais? Visitem meu blog!

Baci a tutti!

Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010. Saiba mais sobre ela clicando aqui.