Skip to content

Aprender o idioma italiano

10/11/2014

bz_italiaCarla – Sonhos na Itália – Roma, Itália
 

Quando se quer ir para outro país, a primeira coisa que deve ser pensada e aprendida é o idioma. Afinal comunicação é fundamental.

Aconselho sempre a todos que me escrevem de estudar o italiano ainda no Brasil.

Pode começar com cursos online ou, quem tiver condições, fazer um curso estruturado.

Conseguir entender o italiano e ainda melhor, se comunicar, é essencial. O ideal é chegar sabendo também escrever, ainda mais pra quem quiser continuar os estudos aqui ou trabalhar.

Falando sobre o idioma, o italiano é uma língua “neolatina” , derivada do latim vulgar falada na antiguidade e que veio se transformando através dos séculos. É a língua oficial da Itália desde a unificação, baseada no dialeto fiorentino literário (através dos escritos de Dante Alighieri e outros). Na época somente 2,5% falavam o italiano, hoje em dia cerca de 95% dos italianos falam italiano, outros 5% falam somente o dialeto local ou regional.

É também a língua oficial do Vaticano, de San Marino e da Suíça (junto com francês, alemão e o romanche). Três cidades da Eslovênia e Croácia também têm o italiano como língua oficial. É ainda falada por 53% da população de Malta e tantos outros países, como Argentina, Eritreia, Etiópia, Albânia e também Brasil.

É considerada o idioma mais sexy do mundo.

Mas claro, num país de tantas culturas diferentes de norte a sul, a presença ainda muito evidente de dialetos antigos, o italiano falado varia muito. O italiano de Milão não é o mesmo de Roma, e assim por diante. Sofre variação não só na pronúncia, como também no vocabulário. Em alguns lugares mesmo pra quem é fluente e está habituado com o italiano oficial, tem dificuldade de entender e até de se comunicar.

Quanto melhor o nível de italiano melhores são as chances de se dar bem, ou seja, de conseguir um emprego legal, de poder fazer um curso ou uma faculdade.

Conheço gente que está há anos aqui e fala um italiano horroroso. Isso porque, muitas vezes convivem só com brasileiros, até mesmo trabalham com brasileiros ou fazem um trabalho que não exige muita fala e escrita. Acho péssimo! Saber falar bem é essencial para se integrar, principalmente. Já vimos que opções de cursos não faltam.

Achar que vai chegar aqui e aprender na raça, não vai. Vai aprender um italiano “de rua” horrível que vai servir pra não passar fome, e só. É preciso sempre estudar! Quanto mais melhor!

Sempre me surpreendi, desde que cheguei que me falavam “nossa você está aqui há tão pouco tempo e fala tão bem! Come mai!?” . Pois é, porque infelizmente, a maioria dos estrangeiros não fala um italiano legal, fluente, limpo. Alguns por falta de oportunidade, ou pela dificuldade e diferença do idioma materno (árabes e africanos têm muita dificuldade), outros por comodismo.

Portanto, chegando na Itália, mesmo tendo estudado no Brasil, é preciso entrar em um curso. Pode começar fazendo um curso de italiano para estrangeiros, há vários gratuitos, basta procurar na Comuna da cidade ou então em centros sociais e associações.

Quem já tem um certo nível vale a pena, como eu fiz, fazer tipo um supletivo pelos CTP’s (que têm também curso de italiano para estrangeiros). Lá tem a opção de se fazer a “Licenza Média”, seria um tipo de supletivo para a conclusão do ensino fundamental. Estudando várias matérias, o aprendizado é muito mais dinâmico e natural.

Quem quer começar estudando online, deixo uma lista de sites interessantes:

http://parliamocichiaro.ismu.org/

http://www.italiano.rai.it/

http://www.scudit.net/mdindice.htm

http://www.iluss.it/sito_it/schede_gram_free.html

E, neste outro link é possível procurar os CTP’s (Centro Territoriali Permanenti) por toda a Itália.

Estudar e se aperfeiçoar!

Sempre!

Arrivederci!

* Carla Guanais é cientista, blogueira e mora na Itália desde 2010, onde cursa um doutorado. Saiba mais sobre ela clicando aqui.

 

13 Comentários leave one →
  1. toucheguy permalink
    10/11/2014 20:17

    oi Carla, muito bom o que você coloca sobre a importância de se aprender o idioma do país onde se pensa morar. Aprender é sempre bom. Aprender idiomas é importante até para a saúde do cérebro. Aprender o idioma de onde se vive é…fundamental para a integração.
    valeu, obrigada.

  2. 12/11/2014 10:55

    Oi Carla!
    Eu vim pra Alemanha por pouco tempo, foi decisão de última hora e alemão não é uma língua fácil. Estou aqui há quase 4 meses, Não sabia nada e aprendi só o básico do básico! Por essa experiência concordo em gênero número e grau contigo. É terrível ser “analfabeto” e a gente passa por situações que desmotivam qualquer vivente, então é sim uma ótima idéia se ter uma boa desenvoltura antes de se aventurar por outros mares. Eu gosto muito de estudar línguas e um site que eu ADORO e que não colocaste na lista é o duolingo.com. Eu sei que é tipo um “jogo” e que não é um curso estruturado, mas é ótimo como um “extra”. Tem uma app pro smartfone e dá pra praticar em qualquer lugar. Além disso o caráter meio “rede social”/jogo é um ótimo motivador!
    Ah, não sei quais os cursos disponíveis pra quem tem como língua base o português, mas com inglês como base tem até curso de polonês! 😉

    • sonhosnaitalia permalink
      12/11/2014 11:58

      Oi! imagino o quanto esteja sendo difícil, pois o Alemão é muito diferente da nossa lingua portuguesa materna. O problema com italiano é que todo mundo acha que da pra enrolar com o portuliano, mas depois descobrem que não é tao fácil assim. Uso o Duolingo para inglês que ainda apanho, rs.. é interessante mas é para vocabulário e não tem estrutura de curso como disse, mas tbm gosto. baci

  3. 27/11/2014 21:09

    Carla eu pude perceber que lá na França eles priorizam muito o próprio idioma (os “mais velhos” por assim dizer, no caso dos mais jovens, estes são mais suscetíveis a outros idiomas), acredito que até mesmo por patriotismo ao próprio idioma. Na Itália também acontece está situação? Pois li alguma das publicações onde comenta o números de pessoas mais velhas (senhores e senhoras)…

    • 27/11/2014 21:12

      Obs. : me add no duo! sei que tem uma função para amigos mas ainda não sei para que funciona, acredito que seja para conversação.

    • Carla - Sonhos na Itália permalink
      27/11/2014 21:15

      oie, sim.. E eles no geral nao falam outra língua, um pouco o inglês aqueles que fizeram um curso universitario. Nao sei o que é o duo.rs mas tudo bem. obrigada por comentar. ciao!

      • 27/11/2014 23:30

        Duolingo, o programa de curso…
        Bacio e buona notte!

      • Carla - Sonhos na Itália permalink
        28/11/2014 10:49

        a ta. Quase não uso mais, mas vou la olhar. grazie.

Trackbacks

  1. 100 observações de uma brasileira na Itália | Brasil com Z
  2. Roma, coisas que amo e odeio em você | Brasil com Z
  3. 15 dicas de turismo em Roma | Brasil com Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: