Skip to content

Vai pra onde?… México!

03/03/2015

bz_mexico

Melissa Lima  – San Luis Potosí/México.

 

Minha mãe costuma dizer que fui criada para o mundo. Pra mim, sempre o mais importante foi “viver coisas” e não “ter coisas”. Acredito que esse meu jeito de ser me ajudou muito quando meu marido chegou em casa, com uma proposta feita por sua empresa, de mudarmos 180 graus, enfiarmos nossa vida em 8 malas de 32 kgs e embarcamos com nossa filha (de 8 anos na época), pra San Luis Potosí, no México.

Eu, contadora, empregada, pensei assim… 5 minutos! Não sabia nem onde ficava SLP, de México só sabia que tinha Cancún e que o Chaves era de lá. Mas, abraçamos a oportunidade!

Igreja - San Miguel de Allende, Guanajuato.

Igreja – San Miguel de Allende, Guanajuato.

Eu nunca vou me esquecer o desespero estampado na cara das pessoas, quando eu contava com um sorriso no rosto o que estávamos prester a fazer. As perguntas eram sempre as mesmas: “Você fala espanhol? R: Não, nada! “ , “Você vai trabalhar por lá? R: Não, não posso!”, “Mas o México é subdesenvolvido, perigoso. Você não tem medo? R: Não! De jeito nenhum!”. Sim, meus amigos acharam que eu tinha enlouquecido.

As únicas (e poucas) informações que eu tinha do México, do lugar que iríamos morar foram obtidas pela internet. Fui conhecer quando, depois de uma viagem super estressante, aterrizamos aqui. No caminho do aeroporto até minha casa temporária, o desespero foi tomando conta, e eu tive que “respirar no saco”.

O México é um país que você tem que estar aberto a conhecer… Um país de contrastes muito fortes, tudo misturado, bagunçado. Mas a partir do momento que você se dá a chance, você se apaixonada perdidamente. E aprende que o México não é Cancún. Também tem Cancún.

Cachoeira - Huasteca Potosina , Cascada de Tamul.

Cachoeira – Huasteca Potosina , Cascada de Tamul.

Eu pensei que a Europa era o lugar no mundo com mais museus, até conhecer a Cidade do México. Eu pensei que todos os patrimônios da humanidade estavam no velho continente, até andar por aqui, e tropeçar em várias placas da UNESCO. Eu não sabia que além das fantásticas e enigmáticas pirâmides, o México tinha sua gastronomia como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Descobri o patriotismo e o orgulho das origens que todo mexicano tem. Descobri também que o espanhol é muito, mas muito mais complicado que o inglês. E fui presenteada com a simpatia e o calor da amizade mexicana! Que a partir do momento que você a conquista, cria laços de família mesmo.

E pra quem gosta de cultura, de tradição, de diversidade natural , você encontra tudo aqui! De montanhas geladas com neve, florestas imensas, desertos … Paisagens de tirar o fôlego! Porque esse conceito do cacto, não é 100% verdadeiro. Temos cactos, muitos, mas além disso temos uma infinidade de espécies.

Pirâmide - No topo da pirâmide do Sol, Teotihuacan, DF. (foto arquivo pessoal)

Pirâmide – No topo da pirâmide do Sol, Teotihuacan, DF. (foto arquivo pessoal)

E se você pensa que vai chegar no México e se deparar com um senhor sentado na calçada , com sombrero e um burrico, vai SIM! Mas se andar mais um quarteirão vai se encontrar com um shopping center de última geração…

México é a terra dos adoráveis contrastes. E pode vir tranquilo, não tem balas perdidas e nem cabeças fincadas nas estacas como vários meios de comunicação tentam pregar.

Tem um povo e um país de braços abertos, esperando por você! É só se permitir.

Melissa_brasileira_no_Mexico

Cancún

Melissa Lima, 34 anos, mora com a família em San Luis Potosí/MEX desde final de 2013, sem prazo pra voltar pro Brasil (se voltar!). Para saber mais sobre ela clique aqui. Veja fotos da Melissa e dos nossos outros autores no Instagram acessando aqui. Sigam-nos no Facebook para atualizações clicando aqui.  Twitter? Acesse @blogbrasilcomz

20 Comentários leave one →
  1. edujusto permalink
    03/03/2015 9:31

    Parabéns pelo testemunho, muito interessante. Moro na Espanha há 10 anos e é fato que o espanhol é muito mais dificil que o inglès. Aqui na Espanha acho que ainda é pior, porque o sotaque é mais complexo. Os espanhóis pronuncian o “C” e o “Z” com a lingua entre os dentes, da mesma forma que os americanos fazem ao pronunciar palavras com “Th” (Think, Thought, etc…). O brasileiro se pensa que se você fala portunhol “tá tudo certo”, porém se você quer um emprego decente tem que falar direito. Parabéns pelas conquistas. Que as coisas continuem evoluindo para vocês, todos os dias!

    • 04/03/2015 14:07

      Obrigada! Eu vim com a impressão e “as opiniões” de que tiraria o espanhol de letra…rs Mal sabia o que me esperava. Eu ainda, que gosto de falar tudo certinho…. Mas, me matriculei na universidade e um dia , eu domo esses tais verbos irregulares!!! rs
      Saludos!

  2. Carla Guanais permalink
    03/03/2015 9:41

    Bem-vinda Melissa! México deve ser sensacional! Será muito bom ter você aqui contando um pouco da sua experiência e desmistificando esse país! 😉

  3. 03/03/2015 10:13

    Melissa, amei esse post de abertura ! Um raiozinho de sol tropical no blog, que estava ficando muito europeu.
    Com um passado complexo, grande e misterioso, o México tem estória para contar. Por outro lado acho alguns mexicanos muito fascinados pelos EUA (“… estão tão longe do paraíso e tão perto dos Estados Unidos”). Já tive colegas do México e ambos tinham passados e percepções totalmente direrente do país, confirmando isso mesmo que vc disse ser: um país de contrastes. O Jamie Oliver falou uma vez uma coisa interessane: muita gente achava que só os franceses tinham um paladar desenvolvido. Ele pessoalmente acha que os indianos e mexicanos é que tem um paladar extremamente desenvolvido e entre as cinco maiores cozinhas do mundo. Street food então, o México bate um bolão, muito mais que países do sudeste asiático ou Índia.
    Bem-vinda e nos conte tudoooo ! Se puder falar de San Miguel de Allende (favorito dos americanos riquinhos) eu agradeceria, é lindo e deslumbrante demais. Junto com Cartagena de Colômbia, San Miguel de Allende está na minha lista !!

    • 04/03/2015 14:12

      Oi Ana! Obrigada… 🙂 Sabe que eu tinha essa mesma impressão? Mas depois desse tempo aqui , de verdade, não conheci ninguém com essa adoração americana,e muito pelo contrário, ouvi críticas de amigos, sobre seus parentes que se renderam aos “gringos” (carinhosamente, os americanos…). Eu sou apaixonada por San Miguel, é pertinho de casa, com certeza vou contar pra vocês! E quanto a culinária, depois do susto de ver que eles comem feijão no café da manhã, sou uma “rendida”! Taí minha correria pra perder os kgs adquiridos….
      Saludos desde México!

  4. 03/03/2015 10:18

    oi Melissa,
    benvinda mesmo!

    que astral lindo, você tem! creio que poucos mexicanos ‘patriotas’ passariam uma visão tão bonita do pais, sem cair em fantasias absurdas ou em nacionalismos ridículos.

    mais: o que você escreve sobre a reação das pessoas ao saberem da decisão de vocês, de partirem rumo a outro país, retrata a inveja e a mesmice que, infelizmente, caracteriza os que são fechados para o mundo. Creio que todos nós, os ‘voantes’, reconhecemos a situação.

    que bom, em Teotihuacan não tem tv nem wifi, né?
    espero que nunca tenha.

    abrace todos os cactos por mim, tá? (a natureza da Belgica é muito variada, mas cactos não tem não…e eles são tão lindinhos!)

    • 04/03/2015 14:21

      kkkkk, obrigada!!!!
      Olha, eu descobri que minha alma deve ser mexicana… A conexão foi imediata!
      E olha que eu já tenho uns kms rodados pelo mundo… Não se preocupeporque Teotihuacan ainda está intacto! 🙂 É lindo demais.
      Posso só saludar os cactos???? rs Abraçar pode ser perigoso! 😉
      O México infelizmente tem uma má imagem relacionada a ele, de subdesenvolvimente e perigo! Quem sabe eu desmitifico um pouco né?
      Saludos! Mel.

  5. Emília permalink
    03/03/2015 15:22

    Parabéns, Mel! A imagem que vc faz do México é muito viva e contribui para que conheçamos esse país de um jeito diferente daquele que nos é apresentado daqui de fora, como vc mesma disse que conhecia antes de morar aí. Amei sua matéria!!!!!
    Siga nos apresentando o “seu” México. Ele é liiiindo!!! Bjs

    • 04/03/2015 14:25

      Si si suegra! Aquí estamos!
      E você também, conhecendo e participando de tudo isso com a gente!
      Besitos.

  6. Clemilda S. Andrade permalink
    03/03/2015 15:53

    Parabenss Querida Mel! Sucesso, alias vc já é um sucesso!
    Obrigada, por nos oferecer tantos conhecimentos sobre este este país maravilhoso.
    Beijão

  7. Marco André permalink
    04/03/2015 1:30

    Excelente mulher maravilha!!!!
    Curti d+ o texto!!
    Parabéns! !!

    • 04/03/2015 14:26

      Viu só?
      Pra ficar mais perfeito falta só você tirar o escorpião do bolso e trazer minha amiga pra cá…
      Morremos de saudades de vocês! :/
      Besitos.

  8. cristiane ferreira permalink
    04/03/2015 14:55

    olá Melissa, tenho uma historia parecida com a sua, só que de cara vim morar em Df., já tenho 6 anos aqui, sou uma apaixonada por este lugar nao me imagino longe…..fiz ótimas amizades e conheci lugares incriveis..recomendo! 🙂
    c

    • 08/06/2015 21:40

      Cristiane, se puder compartilhe um pouco da sua história tb!
      Como eu disse à Melissa (no comentário logo abaixo do seu), histórias assim nos motivam e nos confortam!
      É muito bom saber que vamos para o desconhecido, com mais clareza!
      Se tiver dicas, eu agradeço!
      Bjs

  9. Ciça Rios permalink
    08/06/2015 20:16

    Oi Melissa, que alívio ler esse post muito bem escrito e muito bem colocado!
    Eu e minha família também estamos a caminho do Mexico, temos algo em mente como Santa Fe, não sei ao certo se é perto de você, mas quem sabe a gente não se cruza por aí! rs
    Estou me preparando desde março com aulas particulares de Espanhol, e tenho a intenção de chegar e ja correr e me matricular em alguma escola/universidade para pular de cabeça nesse idioma, principalmente pq tenho dois filhos pequenos e preciso me comunicar com a sociedade! rs
    Que bom que tem pessoas como você dispostas a compartilhar experiências. Vc não faz ideia do quanto me ajudou!
    Muito obrigada,
    Ciça.

    • Melissa Lima permalink
      09/06/2015 2:48

      Oi Ciça! Mucho gusto! Fico muito contente em saber disso. Santa Fé é um bairro lindíssimo no DF não? Tem MUITOS brasileiros se for isso mesmo. Eu vivo no estado de San Luis Potosí, capital de mesmo nome! Quando eu mudei não falava uma palavra em espanhol, e pode acreditar em mim! Você vai sobreviver! rs Às vezes você vai se desesperar, mas passa. DF é uma cidade que tem tudo, muita coisa bacana pra fazer, conheço muita gente legal de lá, se precisar de informações específicas, talvez possa te ajudar! Saludos desde México.

  10. Ciça Rios permalink
    09/06/2015 13:29

    Ah! Perfeito!
    Já entrei para o grupo!!! Chegando por aí começo a participar dos encontros para conhecer os brasileiros e me sentir mais em casa!
    Obrigada pela dica!
    Vamos falando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: