Skip to content

E para validar meu diploma na Inglaterra, Reino Unido, o que eu faço?

09/03/2015

bz_inglaterra Rogério da Silva – Leeds, Inglaterra

Deseja sabe​r ​como validar seu diploma na Inglaterra, Reino Unido?

Saiba como validar, saber se é ou não válido ou se há necessidade de revisão ​d​o seu diploma para se candidatar à uma vaga de trabalho na Inglaterra ou qualquer outro país do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales ou Irlanda do Norte).

Primeiro Passo

Naric irá facilitar a sua vida. Se tem o interesse em reconhecer seu diploma, obtido em outros países, aqui na Inglaterra, o serviço deles é limitado em prover informações e opinião especializada para qualificações obtidas no exterior, ou seja, você paga pelos serviços para saber onde ir e como dar entrada no órgão equivalente à sua qualificação. O NARIC vai poder te informar qual a equivalência do seu curso aqui na Inglaterra.

UK NARIC (National Academic Recognition Information Centre).

Essa agência irá lhe dar informações e instruções do que é necessário para conseguir encontrar algo equivalente à sua qualificação, no Reino Unido.

Poderão ajudar especificamente em ​casos como​:

  • Indivídu​os​ vindo para o Reino Unido para trabalhar ou estudar que tenha​m​ uma qualificação considerada Internacional.
  • Potenciais imigrantes que desejam ​solicitar um visto de trabalho através do sistema de pontuação.
  • Univesidades e colégios que desejam aceitar estudantes estrangeiros.
  • Empregadores que desejam trazer trabalhadores estrangeiros para o Reino Unido.

​Poderá efetuar o preenchimento do formulário online ou por carta. O endereço é:

UK NARIC

Oriel House

Oriel Road

Cheltenham

Glos, GL50 1XP

Preenchendo o formulário online, o mais indicado, cada candidato​ pode ver o progresso ​de sua solicitação ​com seu login de acesso​,​ através de um número de identificação ou seja “ID number


 Segundo Passo

Definindo isso, você deverá procurar o órgão responsável pela sua profissão para assim, poder tornar seu diploma válido e poder trabalhar legalmente em sua profissão aqui. Mas atenção! Sem este reconhecimento pelo órgão responsável equivalente à sua formação, você estará trabalhando ilegalmente.

Encontrando o orgão responsável específico da sua área, é necessário preencher o formulário e aguardar o processo indicado no mesmo.

Alguns dos órgãos com os quais é possível entrar em contato direto se você já souber o equivalente da sua profissão são:

Profissional na area da saúde

Qualificações: Certificados, diplomas, horas trabalhadas, exemplos, toda informação que puder enviar e demonstrar aqui é válido. Tudo traduzido com traduções juramentadas. Não economize nessa parte.

Nível de Inglês: Todos os estrangeiros tem que possuir um nível de inglês suficiente para exercer a profissão. Portanto o órgão de avaliação utiliza a pontuação não menor que 6.5 do sistema INTERNATIONAL ENGLISH LANGUAGE TESTING SYSTEM ou IELTS

Baixe o formulário do órgão responsável na area de saúde, no Reino Unido se chama HCP (Health and Care Professions Council)

Tempo de espera do processo: 16 semanas

Profissional na area Científica

Semelhante a engenharia mencionado acima, aqui uma lista com órgãos da área científica

Visite Science Council website para encontrar o órgão de acordo com sua especialização e então biaxar o formulário para poder dar início no processo.

O primeiro da lista por exemplo – ACB Associação de Cientistas Clínico e Cientistas Biomedicos

Assim como os outros órgão da área de sáude pedem para que antes de entrarem em contato com efetuem o processo da HCP (Health and Care Professions Council) 

Profissional na area de engenharia

Visite a página detalhada – Engenheiro Profissional, Engenheiro Tecnológico e Engenheiro Técnico, resumindo prescisará:

  • Ter certificação conhecida pelo acordo de Washington ou reconhecimento acadêmico equivalente.
  • Ter pelo menos 7 anos de experiência após a graduação.
  • Pelo menos 2 anos como responsável em um projeto específico na área.
  • Envolvimento contínuo no desenvolvimento da carreira na área.

É necessario afiliar-se em uma instituição na área equivalente à sua profissão na área de engenharia.

No meu caso como sou da area tecnológica, faço parte da BCS (British Computer Society)

Não vou listar o que cada um pede, pois seria uma lista muito imensa aqui, mas em geral, prepare:

– Curriculum Vitae (CV)

– 2 pessoas de contato que pode confirmar sua profissão

– Certificados e diplomas para efetuar o cadastro.

Há uma taxa anual pelo benefício.

Os benefícios oferecidos são o reconhecimento na área, palestras, treinamento, material informativo e orientação básica em termos de desenvolvimento de carreira.


É necessário traduzir os documento?

Sim. Procurem em sua região serviços de traduções. Deverá receber instruções de reconhecimento de assinaturas constantes nos documentos apresentados na tradução. Documentos necessários também, mas geralmente é bom ter em mãos Certidões de Nascimento, Casamento, divorcio etc…

Não economize nesse ponto.

Todas proffisões são reconhecidas e podem ser aplicadas na Inglaterra?

É necessário efetuar uma pesquisa em sua profissão em específico, por isso ressalto a importância em utilizar serviços especialistas nesse ponto como por exemplo  UK NARIC.


Terceiro Passo

Contando que o Reino Unido faz parte da União Européia, é importante se informar sobre como funciona o trabalho em termos de direitos e deveres do trabalhador na União Européia.

É importante estudar e passar no teste IELTS que é específico para estudantes, trabalhadores e inmigrantes que venham para o Reino Unido. Acesse ​o site acima onde encontrará uma variedade de material oficial, com site bem informativo, dividido por cada tipo de situação: estudante, trabalho e imigrantes. Possui vídeos, instrui como se preparar, o material necessário, agendamento da prova e resultado.

​O site – UK Visas & Immigration – é interessante para fazer uma simulação para se avaliar se se tem chances de obter um visto ou não no sistema de pontuação. Isto se refere ao objetivo, se é trabalhar, estudar ou emigrar de vez para o Reino Unido.

Antes de prosseguir, algumas dicas:

  • Leia e releia os formulários para ter certeza que providenciou o mínimo de informação exigido.
  • Mencionei no texto, não economize nas traduções.
  • Os documentos tem uma validade de 6 meses, portanto prepare-se bem nessa parte burocrática entre pedidos de documentação no Brasil, não deixe para a última hora pedidos de documentos como: certidão negativa de antecedentes criminais, negativa de processos profissionais no conselho federal de sua profissão no brasil.
  • Não se atente a exercer a profissão sem obter a legalização da certificação em órgãos competentes, poderá ser penalizado com multas ou até mesmo levar a prisão. Aqui as leis funcionam e muito bem.
  • Aguarde até a finalização do processo, não considere pronto e comece a exercer a profissão sem antes receber a documentação.
  • Após tudo pronto é só procurar emprego na sua área, uma jornada de entrevistas e com certeza o esforço feito até aqui será recompensado mais cedo ou mais tarde. O importante é não desistir jamais.

 E por Último

A dica básica é​ (não é regra mas…):​

Venha com a mente aberta, pois o choque cultural poderá afetar seu desempenho e satisfação de estar morando fora.

Comida, lugares para visitar, ritmo de sair e conversar pode ser diferente do que somos acostumados ​a viver ​no Brasil.

Além da saudade da família e de coisas típicas que​ se ​é acostumado a fazer.

No início tudo é novidade, mas precisa estar com a mente bem aberta para aprender e interagir com a cultura que não é somente Inglesa, mas de outros estrangeiros.

Bom, deixando isso bem claro, acredito que até esse ponto já​ se​ deve estar determinado a sair do Brasil para tentar uma temporada fora​,​ ​o​ que é altamente recomendável a qualquer pessoa, acredito que ​essa ​experiência nos faz ver o Brasil de uma forma diferente.

Apreciamos ainda mais nossas belezas e aprendemos a reconhecer as nossas falhas. Aprendemos a enxergar coisas e tabus que temos e naturalmente procuramos melhorar.

Boa sorte e bom trabalho.

_________________________

*Rogério da Silva é analista de testes em tempo integral e blogueiro em horários de folga. Para saber mais sobre ele clique aqui. E sigam nossa pagina no Facebook:  http://www.facebook.com/blogbrasilcomz

72 Comentários leave one →
  1. 09/03/2015 9:14

    muito bom, Rogerio!

    super informativo, importante e útil para todos.
    meus sinceros parabéns, siga escrevendo, tá? é sempre um prazer te ler.

    • 09/03/2015 9:42

      Obrigado Touché. Espero que seja útil para muitos que buscam informações assim aqui no BZ.

      • Carlos permalink
        25/03/2016 22:55

        Rogério, eu sou advogado aqui no Brasil, moro no interior de SP e já vi que para exercer a profissão na Inglaterra poderia me inscrever na “OAB” de Portugal. Tornaria-me uma espécie de advogado Europeu, pois poderia trabalhar em todo bloco econômico da Europa e talvez a tradução dos meus documentos neste caso seria desnecessário, não? Fiz o Ensino Médio na Inglaterra, voltei ao Brasil e agora pretendo voltar a Londres. O que você acha?

      • 25/03/2016 23:00

        Olá Carlos. Acredito que se tratando de um país que fale a mesma língua não tem problemas de tradução.
        O que teria que ver é a validade de poder exercer a profissão já que as leis já não devem ser idênticas.
        Poder trabalhar no bloco Europeu, se tiver cidadania ou acesso ao visto de trabalho, também não vejo problema.
        Mas em toda via, verifique certinho em cada consulado já que nos últimos anos e até nos últimos 6 meses houvem várias mudanças e restrições.

  2. 10/03/2015 1:33

    Nossa, não sabia que tinha tanta burocracia para ir trabalhar fora do país! gostei muito do post!

  3. Aline permalink
    26/05/2015 17:36

    Rogério, sou brasileira mas tenho cidadania italiana. Sou cidadã italiana mas me graduei no Brasil. Sabe se isso muda algo?

    • 26/05/2015 22:30

      Olá Aline. Obrigado por perguntar. 😀
      O processo é mais simplificado na questão do direito de ficar e permanecer no país com menos burocracia. Facilita nesse sentido. Mas no ponto da validação o processo é o mesmo.
      Podendo já estar aqui e trabalhar não significa que já poderá atuar na area enquanto o processo rola. 😀

  4. Daniella permalink
    16/06/2015 13:40

    Muito bom Rogério! Você sabe dizer se o CAE (Certificate of Advanced English) de Cambridge é aceito ao invés do IELTS?

    • 27/06/2015 4:01

      Eu tenho a mesma dúvida. Fiz o IELTS em 2012 e ele já venceu. Fiz recentemente o FCE e pretendo fazer o CAE antes de ir pra lá. Será que aceitam?
      Além disso, meu curso é Ciências da Computação e eu busquei no site http://www.bcs.org/ que você indicou e não consegui achar mais informações. Poderia ajudar?

      Obrigado desde já!

  5. Daian Viesser permalink
    23/07/2015 18:05

    Rogerio,

    No Brasil eu sou formado em Engenharia de Controle e Automação e tenho cidadania Italiana. Fiz tudo como você explicou e a resposta do NARIC foi bem simples, apenas comunicando que o meu curso é compatível com um curso de Bacharel Inglês. Eu imaginei que ele iria indicar a área de engenharia. Você poderia me ajudar? Ou é assim mesmo.

    • 23/07/2015 21:23

      Legal que entrou em contato com eles. Eu não saberia lhe dizer com precissão. Acredito que isso já deve estar incluido no serviços deles. Tente conversar com eles para pegar mais detalhes.

    • 11/08/2015 5:47

      O ideal é ouvir a orientação profissional deles já que a minha doca aqui é superficial e eu não saberia lhe dizer com 100% de exatidão.
      Considerando a seriedade do processo e decisão é importante pegar os fatos diretamente da fonte. Espero ter ajudado de alguma forma.

  6. Marcelo Carvalho permalink
    17/08/2015 19:37

    olá Rogério…sou médico veterinário e minha esposa possui a cidadania européia…ela já morou em Londres e estamos querendo voltar ano que vem…estou fazendo aula particular de inglês e quero muito exercer a minha profissão lá!gostaria de saber como devo proceder, quais documentos é preciso e onde ir para poder ter meu diploma validado em solo europeu…desde muito obrigado e seu blog é de extrema valia para nós que pretendemos morar em outro país!

    • 17/08/2015 21:44

      Bacana que possuem a cidadania, já ajuda e muito. O fato da esposa já ter morado em Londres também minimiza o impacto do choque cultural. O Inglês é bom se preparar, mas eu não me preocuparia muito ai já que aqui o desenrolar será mais fácil, no dia a dia. Claro que depende da vontade e o envolvimento com a língua, já que é muito fácil de se enturmar com Brasileiros e acabar se incomodando, o que dificulta o aprendizado, pelo menos em alguns casos que conheço por aqui.
      Agora na questão da legalização dos docs, o melhor mesmo é entrar em contato com os órgãos indicados no post, já que o que coloquei lá é um guia básico, não poderia lhe dizer exatamente quais documentos exatos que irá necessitar na sua validação.
      Considerando a seriedade, acredito que nesse requisito não economize em fazer tudo de acordo com os profissionais da area sugerido no post.

  7. Sandra Ferretti permalink
    13/09/2015 18:47

    Oi Rogério! Esse link relacionado a convalidação de engenharia está indisponível. Você teria o link atualizado?

  8. 13/10/2015 20:24

    Olá Rogério,

    tenho 23 anos e curso Engenharia Civil na Universidade de Brasília. Ano passado passei um ano em intercâmbio na Universidade de Dundee – Escócia, sob as condições do VISA TIER 4 para estudantes. Estou querendo voltar assim que me graduar. Estou prestes a obter minha cidadania portuguesa e gostaria de saber se meu diploma brasileiro será válido para trabalhar lá. Já entrei em contato com a ICE para engenheiros para tentar me afiliar, mas gostaria de saber se para obter certificação pelo acordo de Washington eu precisaria ter experiência em minha área, uma vez que pretendo ir para lá logo após me formar.

    • 14/10/2015 18:15

      Olá Octavio, eu não saberia lhe responder com precisão, o ideal é realmente seguir as instruções da instituição.

      O que eu sei, através de um amigo Indiano, é estrangeiro e classificado “fora da união Européia”, acredito ser parecido com o caso de ser Brasileiro.

      Ele acabou fazer a pós e entrou em uma empresa que é bem conhecida em todo o mundo (menos no Brasil por que levam a sério a questão de corrupção), eles prestam serviços de consultoria em construção civil, WSP (http://www.wspgroup.com/) e recentemente fizeram a junção com outra empresa global – Parsons Brinckerhoff (https://www.pbworld.com/)

      Nos primeiros anos você é classificado como recém graduado (Graduated) e nos primeiros anos 2-5 anos o salário não é dos melhores, é acima do mínimo, claro, mas o conhecimento e orientação recebidos nesse período irá lhe proporcionar suporte para poder trabalhar em qualquer lugar do mundo em projetos de qualquer tamanho.

      A grande, enorme, gigantesca diferença aqui nesse país (acredito que muitos outros que não seja o Brasil) se a pessoa tiver humildade e vontade, há oportunidade de ir muito além do que pode imaginar, comparando-se com o nosso maravilhoso Brasil.

      De repente entra no site através desses links e entra em contato, traduz seu CV e envia pra eles, entra no LinkedIn e da uma analisada na empresa e nas pessoas que fazem parte dela, pra nível de comparação com o seu CV e lhe dar mais idéias.

      Eu tenho uma série de posts no LinkedIn dando dicas pra otimizar seu perfil, mas tudo em Inglês, se não se importar com isso, da uma visitada lá no meu peril e veja os meus posts – https://uk.linkedin.com/in/rogeriodasilvauk

  9. anamellia permalink
    29/10/2015 5:15

    Boa noite, Rogério. Eu sou técnica de radiologia e trabalho em hospital publico. Pretendo me casar em breve com um ingles, mas queria saber se tenho condições de trabalhar na Inglaterra com a minha formação de tecnica em radiologia. O curso tecnico é valido? grata!

    • 29/10/2015 7:30

      O ideal é entrar em contato com os órgãos que menciono no blog. Mas a grosso modo, acredito que somente como técnico o visto para trabalho seja de menor prioridade para eles aprovarem.
      Sendo casada então o seu visto é diferente, ai poderá sim trabalhar sem restrições, porém vai depender da entrevista e do domínio da língua.
      Mesmo assim, sugiro que tente e insista, talvez não va entrar com o salário máximo, assim como qualquer outro emprego, mas sim como Junior e trabalhando e seguindo o acompanhamento, entre 2-5 anos, depende a area, você será considerada como experiente a profissional e com certeza o salário é compatível então.
      A porcentagem de estrangeiros trabalhando na área de saúde é perceptível, há muitos estrangeiros trabalhando em hospitais e postos de saúdes locais, sem dúvidas terás chances, o que vai depender é o seu visto, o formato que escolher e a tradução do seu CV e Cover Letter, além do domínio no bate papo da entrevista.

  10. Daniela permalink
    05/11/2015 14:41

    Olá Rogério!
    Estou fazendo graduação em direito, pelo que tenho visto não tem como eu validar meu curso no Reino Unido. Essa informação procede? Teria como eu fazer algum alguma complementação da minha grade lá para poder validar meu diploma?

  11. 09/11/2015 14:18

    Olá Rogério!
    Sou graduado em Pedagogia e Artes, gostaria da seguinte informação, tem como validar os meus diplomas no Reino unido? Pretendo ir em 2020 e em2018 ir a passeio para conhecer.

    Desde já agradeço!

  12. Katucha permalink
    21/11/2015 15:05

    Bom dia, Eu vou me graduar agora em dezembro em Pedagogia, ja morei na Inglaterra por 3 anos, mas estou querendo voltar ano que vem, consigo validar meu diploma por la? Tenho cidadania italiana isso ajuda?

    • 04/01/2016 12:54

      Desculpe a demora em responder, estou sofrendo um pouco com a nossa Internet Brasileira. Acesso limitado.

      Já possui o mínimo requisito, já morou na Inglaterra, tem cidadania e tem uma profissão, não vejo dificuldades nenhuma e tentar conseguir atuar no ramo quando retornar.

      O que precisa entender é que como qualquer mudança de localização assim há um período de adaptação, de conhecimento e aceitação.

      Vem com a mente aberta, talvez não irá logo de imediato atuar na area, talvez até consiga, mas assim que estiver no local e começar a se enturmar, começar a efetuar cadastros em agências de empregos em específico no ramo, com certeza conseguirá algo, talvez algo junior de início até pegar experiênica local, até mesmo porque procedimentos no Reino Unido são muito mais preto no branco do que no Brasil e vários aspectos.

      E quem sabe até trabalhar por conta própria, há milhares de Brasileiros e outros estrangeiros que gostam do jeito Brasileiro de ser, pode ser que até consiga trabalhar por conta própria, mas na minha opinião, trabalhe na area no país no sistema deles por um tempo pra entender como é o funcionamento local, caso parta pra esse lado.

      Boa sorte e sucesso.

  13. 29/12/2015 18:29

    Rogério boa tarde! Estou pensando em mudar para o Reino Unido e vou me graduar em Arquitetura e Urbanismo, há alguma dica para esta área? Que órgão procurar, tempo de experiência e tudo mais?
    Aceito ajuda nesse sentido, obrigado!

    • 04/01/2016 13:02

      Desculpe a demora em responder, estou sofrendo um pouco com a nossa Internet Brasileira. Acesso limitado.

      Há espaço sim, outro dia vi uma vaga de emprego, uso muito o LinkedIn, estou sempre antenado no que ta rolando pelo relacionamento que eu tenho com uma galera de empregos (mas em específico na area de Software Tests, Quality Assurance, Development, Business Analysis , Project Management), mas as vezes o pessoal bate bate sobre outros ramos e me disseram que no norte da Inglaterra estão com projetos de expansão da vias urbanas que irá movimentar bilhões, portanto buscam profissionais no ramo de qualquer nacionalidade, porém que possam trabalhar legalmente no país.

      Galera que busca emprego, não ignorem o poder do LinkedIn, é uma ferramenta fantástica não somente para trabalho mas até mesmo para geração de leads. Quem quiser conectar comigo ai vai meu LinkedIn – https://uk.linkedin.com/in/rogeriodasilvauk

  14. Rogério Vaz permalink
    31/12/2015 19:45

    Olá xará, estou indo para Manchester em fevereiro, gostaria de saber se mesmo na área de ti é necessário ser associado. Poderia me adicionar no Facebook? rorevaz
    Abraços!

    • 04/01/2016 13:08

      Não entendi o associado. Quer dizer algo equivalente ao CREA no ramo de construção civil?
      Desculpe a minha ignorância.

      Precisa estar legalizado, exemplo, possuir alguma documentação que lhe permitirá trabalhar no país como cidadania, ou casado com alguém que possua cidadania.

      Na area de TI posso ajudar com indicações, já que possuo uma rede de contatos onde sempre conversamos sobre vagas de empregos, em específico na area de Software Tests, Quality Assurance, Development, Business Analysis e Project Management.

      Se o seu nível de inglês estiver em nível suficiente para passar por uma entrevista inicialmente por telefone ou Skype e conseguir se engajar no time efetuando o trabalho de acordo com a suas qualificações, com certeza não terá dificuldades em conseguir algo.

      Londres paga mais, porém o custo é o dobro por lá, e outras cidades que são polos na area são Manchester, Leeds e aos arredores de Londres.

      Conecta no meu LinkedIn pra gente conversar sobre isso e passar os contatos de trabalho nessa area – https://uk.linkedin.com/in/rogeriodasilvauk

      Lembrando que estou de férias agora e só retorno no final de Janeiro, o acesso a Internet é limitado.

      Boa sorte e sucesso.

  15. Amanda permalink
    05/01/2016 14:02

    Olá, obrigada por compartilhar todas estas informações, normalmente é difícil encontrar por aqui.
    Sou Arquiteta e gostaria de saber se sabe alguma coisa específica da área. Eu vi que na França ele fazem como se fosse um teste de proficiência, e você só pode ser considerado arquiteto, por exemplo, se passar nisso, então lá acho que não se aplica esses passos como em Londres.
    Estou querendo morar em Londres ou na França, por isso a comparação, caso saiba de algo mais ficarei feliz.
    Muito obrigada.

    • 05/01/2016 20:01

      O ideal, para se obter maior precisão na informação é entrar em contato com o órgão de pesquisa mencionado.
      Outra opção, digo por não ser a minha área, é buscar por vagas de trabalho e entrar em contato direto com eles.
      O LinkedIn é uma ferramenta ideal para procurar recrutadores em específico na sua área, por serem comissionados com certeza irão entrar em contato e lhe sugerir até muito mais.
      Boa sorte e sucesso.

  16. Juliana permalink
    10/01/2016 18:18

    Boa tarde. Gostei muito das informações. Só ficou uma dúvida. Precisa ter 7 anos de experiência antes de validar o diploma de engenheiro civil?
    Tenho cidadania italiana. Morei por quase quatro anos na Itália. Estudei lá. Fiz várias matérias da graduação e após retornar ao Brasil consegui o diploma por aqui. Trabalho na área e sou responsável técnica da empresa e das obras. Porém a corrupção e o jeitinho brasileiro incomodam muito por isso estou seriamente pensando em voltar para a europa mais especificamente para Londres. Porém estou com 3 anos somente de experiência. Tenho que aguardar até ter 7 anos. É isso? Quanto ao inglês não é fluente ainda e nem acredito em ter enquanto viver no Brasil. Qual seria a melhor coisa a fazer? Desculpe pelo texto enorme. Mas a vontade de ir embora é ainda maior.

    • 11/01/2016 9:54

      Se eu fosse você. Viria com a mente aberta para trabalhar em qualquer coisa para poder se adaptar a língua local e a cultura, se acostumar com o ritmo de trabalho e nesse meio tempo ovservar e descobrir como entrar no ramo. Chegar já trabalhando na área também é possível, não é fácil, mas depende da insistência. Usa o LinkedIn pra se enturmar.

  17. Milena permalink
    12/01/2016 15:29

    Boa tarde, Rogério! Parabéns pelo post, excelente, ajuda demais nós que estamos pesquisando como imigrar…
    Sou médica, formei há 8 anos, meu marido é advogado. Ele está solicitando cidadania italiana, deve levar alguns meses ainda para finalizar. E em seguida planejamos nos mudar para a Inglaterra para viver e trabalhar lá.
    Pelo que entendi, o cidadão europeu pode morar na Inglaterra, sem necessidade de visto certo? E enquanto revalido meu diploma de medicina, eu poderia ir trabalhando em outras áreas, informalmente. É isso mesmo, ou entendi errado?
    Agradeço sua atenção e suas contribuições.
    Milena

  18. 19/01/2016 13:28

    Rogerio, em primeiro lugar parabéns pelos seus posts, já li todos…são muito esclarecedores!
    Eu sou recém casada, eu e meu marido temos planos de nos mudar para Inglaterra em breve (ele está tirando a cidadania portuguesa).
    Nós dois atuamos na área de TI, eu trabalho com projetos e ele com desenvolvimento .Net (ambos somos formados em ciência da computação e pós-graduados em Governança de TI). Também temos um bom domínio da língua inglesa, ainda não somos fluentes mas estamos fazendo aulas particulares para conseguirmos tirar o FCE e IELTS.
    Leio também os comentários dos seus posts, pois vejo que você esclarece muitas dúvidas neles, mas mesmo assim gostaria de te perguntar a respeito de idade…eu e meu marido temos 24 e 22 anos, sabemos que no Brasil com essa idade já é comum ter uma certa experiência no mercado de trabalho, principalmente em TI que geralmente começamos aos 16/17… Mas gostaria de saber como é aí em relação à idade, se isso poderia ser uma desvantagem no momento de procurar alguma oportunidade de trabalho.
    Se possível também gostaríamos de manter contato com você para conversarmos melhor a respeito do mercado de TI na Inglaterra, as vagas, os skills exigidos, etc.

    Muito obrigada!!
    Amanda

    • 19/01/2016 15:16

      Idade não é problema aqui no Reino Unido, não tem nada a ver com o nosso maravilhoso Brasil.
      Acredito que nesse perfil, as vagas que irão buscar é na classificação “graduade scheme”, que significa, pessoas recentemente graduadas.
      Dependendo a posição o salário poderá varias entre 17 mil a 23 mil ao ano, que é um salário básico, mas muito bom para um casal começar a vida por aqui.

  19. 19/01/2016 15:13

    O ideal é utilizar o LinkedIn o máximo que puder já que aqui é a ferramenta mais utilizada para encontrar talentos.
    Me adicione no LinkedIn que tenho alguns contatos na area de TI, posso fazer a indicação, sem problemas.
    A tradução do perfil + CV traduzido é extremamente essencial.
    Tenho contatos me perguntando praticamente todos os dias se conheço pessoas na area, por esse motivo, acredito que o mercado esteja bom.
    Inclusive em Portugal.
    Entre em contato e me envie seus CV’s também.
    Boa sorte e successo.

  20. 20/01/2016 13:32

    Rogério, bom dia. Muito bom seu post. Não sei se o comentário anterior foi publicado, estou mandando esse novo. Estou me formando em Eng. Ambiental em breve aqui no Brasil e atualmente sou Tec.Seg.Trabalho. Minha esposa está tirando cidadnia europeia e vou me mudar para Londres junto com ela, como seu marido. Estou me inscrevendo em um curso que me dará uma Certificação Internacional NEBOSH de Health and Safety. Você acredita que seja mais simples, rápido e vantajoso financeiramente fazer o que: investir na validação do meu diploma de Engenheiro ou atuar como Tec.Seg.Trabalho, assim que concluir a certificação NEBOSH?

    • 20/01/2016 23:46

      Faz o que você gosta de fazer. As oportunidades e reconhecimento, com a devida medida de esforço, são muito maiores do que no nosso “maravilhoso” e “justo” Brasil.

  21. Ivan Mufalo permalink
    03/03/2016 17:44

    Rogério, tenho uma dúvida:
    Estou cursando engenharia civil (4° semestre) e gostaria de saber se vale a pena concluir o curso aqui ou recomeçar do 0 lá, e se é possível me sustentar sozinho enquanto curso alguma universidade, pois pelo que eu vi só é permitido trabalhar 20 horas semanais enquanto estuda.
    Eu tenho cidadania italiana então acho que isso também já facilitaria muito as coisas, não?
    Obrigado

    • 03/03/2016 17:59

      20 horas é pouco. Se conseguir, vale muito mais a pena cursar aqui. Mesmo que termone ai, teria que fazer um complemento aqui.
      Tendo cidadania já ajuda e muito. Os custos de quem tem e não tem é bem diferente.

  22. Kellyn permalink
    15/03/2016 12:19

    Bom dia Rogério!

    Primeiramente gostaria de agradecer por apresentar as referentes informações acima e nos auxiliar nesse processo.

    Eu e meu marido nos formamos em Engenharia Civil no mês passado, porém, gostaríamos de ir morar na Inglaterra e atuar em nossa área.
    Sabemos que de início não iremos exercer a profissão, mas o que me deixou preocupada são as necessidades de ter pelo menos 7 anos de experiência após a graduação e pelo menos 2 anos como responsável em um projeto específico na área para revalidar o diploma.
    Trabalho em um construtora à quase dois anos, sendo assim, não possuo toda essa experiência exigida e nunca fui responsável por nenhum projeto na área.
    Possuo cidadania Italiana, mas pretendemos tirar o family permit para meu marido.
    Gostaria de saber se essa questão de experiência profissional nos impedirá de revalidar o diploma e exercer nossa profissão na Inglaterra.

    Agradeço desde já!

    • 15/03/2016 12:26

      Pode entrar trabalhando como Junior, sei que pode parecer um passo pra traz, mas considere isso como um impulso para poder ir muito mais além.
      Tem que começar de algum lugar e já estando no ramo, interagindo com pessoas da area e demonstrando competência, tenho certeza que conseguirá subir de cargo em pouco tempo.
      Aqui eles reconhecem quando a pessoa está interessada a trabalhar e claro, com humildade, não o porque não.
      Essa é a dica que posso dar. Comprovada.

  23. Luiz Evandro permalink
    19/04/2016 0:05

    Rogério, os documentos da faculdade, “Conteúdo Programático”, “Histórico escolar: notas e carga horária”, também tem apenas 6 meses de validade em Londres??
    Vale a pena leva-lós aqui do Brasil?? Pergunto porque terei que aprender melhor o inglês, talvez só tente validar meu CV de Engenheiro Civil depois de 1 ano.
    Quais documentos vc se refere, “validade de 6 meses”??

    Evandro

    • 22/04/2016 6:43

      Traga mesmo assim, vai que mude de ideia dentro dos 6 meses. O ideal é deixar alguém com instruções e uma procuração pra correr atrás disso pra você.

  24. Alexander Martins permalink
    10/05/2016 19:15

    Rogerio, bom arquivo! Bem, sou arquiteto e urbanista no BR, ja registrado no de classcondeclasse CAUBR. Estou atualnente morando em Londres, sou casado, minha esposa tem cidadanua poruguesa e eh residente permanente no Reino Unido e eu possuo o visto familiar com direito a trabalho. Como seria o processo de reconhecimento do meu diploma e atuar com arquiteto em Londres?

    • 11/05/2016 15:25

      Com relação a restrição de poder trabalhar, acredito que nenhuma. Se já moram em Londres, busque saber se essa qualificação em específico é equivalente. Eu não saberia lhe dizer certeza, não trabalho com isso, se sim ou não, já da pra você entrar no ramo, pelo meno como Junior até acertar os papeis e aclimatizar culturalmente com a forma e metodologia de trabalho que com certeza é bem diferente do jeitinho Brasileiro. 😜

  25. Diocelia boico permalink
    13/05/2016 2:03

    Sou acadêmica de enfermagem, Preciso fazer uma pesquisa sobre a profissão de enfermagem na Inglaterra , formação, número de inscrição, história , salário, mercado de trabalho, possibilidade de projeção. Se alguém puder me ajudar.

    • 13/05/2016 7:57

      Bacana isso. Vai ver que há uma grande diferença em termos de trabalho e a questão de médicos e enfermeiros estrangeiros.
      Raramente encontramos de nacionalidade Britânica em Hospitais e postos de saúde de bairro.

      Eu não saberia lhe dizer exatamente, mas acredito que o ponto de partida para que possa encontrar maiores informações eu faria o seguinte:

      #1 Buscar informações gerais sobre enfermagem no Reino Unido – https://goo.gl/T8XGd4
      #2 O que é necessário, em termos de documentação e certificação para se trabaslhar como enfermeira no Reino Unido – http://bit.ly/1mZy8f7
      #3 Website expecífico de vagas de trabalho para enfermeiras. Tem artigos informativos também, não li por que não sou enfermeiro, mas parece interessante – http://www.nurses.co.uk/
      *É comum usar agenciadores para entrar no mercado de trabalho e quem paga a comissão da colocação é o empregador, diferente do Brasil que quem paga é quem está procurando emprego.

      Boa sorte e sucesso na migração.

  26. Ísis permalink
    18/05/2016 23:56

    Olá Rogério, gostei muito das dicas do seu site, muito bom. Visitei Londres recentemente com meu namorado e estamos encantados pela cidade, temos um certo interesse em passar uma temporada ou quem sabe até morar de vez, sou estudante de farmácia e ele de advocacia aqui no Brasil, seria muito difícil eu encontrar algo na minha área e na área de advocacia? Você sabe como é a contratação na área de saúde lá no UK ? O que seria indispensável para ambos? Grata.

  27. ana amelia permalink
    26/05/2016 9:01

    Bom dia, voce sabe se algum curso tecnico feito no brasil é valido?
    Gostaria de trabaçhar como tecnica de radiologia na inglaterra, Grata!

    • 31/05/2016 16:56

      Da uma conferida no site http://www.healthjobs.co.uk
      Além de vagas de trabalho, eles tem artigos que poderá lhe ajudar.
      Lembrando que aqui, agências de trabalho são remuneradas pelo empregador e nåo pelo empregado. Aproveite para usar isso a seu favor e ter alguém que é comicionado para lhe ajudar a conseguir um trabalho na area.

  28. Sertage permalink
    30/05/2016 16:40

    Olá Rogério, parabéns pelo artigo. Eu tenho nacionalidade Espanhola, e portanto posso trabalhar e morar na Inglaterra. Mas eu sou formado aqui no Brasil em desenvolvimento de Software. Já que na área de TI não tem nenhum “CREA”, aqui no Brasil, eu gostaria de saber se para poder trabalhar com desenvolvimento de Software na Inglaterra eu preciso validar meu certificado?
    Tenha uma boa semana!
    Att,

    • 31/05/2016 16:53

      Até onde eu sei, acredito que não há necessidade. Acredito que demonstrando a capacidade na entrevista já é o suficiente.
      Qual o seu nível de Inglês?
      Me envia um email com mais detalhes e seu CV.
      Também a area que pretende ou já mora, vou ver com meus contatos na area.
      Mas já tem que ter o CV pronto e Inglês, estar morando na Inglaterra e preparado para receber uma ligação inicial de pre entrevista. E claro, o Inglês é indispensável. Nível suficiente para ter um bate papo. Não há necessidade de ter nível peofessor de Inglês.

      • Sertage permalink
        14/12/2016 21:57

        Olá, Rogerio. Desculpe a demora em responder, faz muito tempo, hehe. Eu estava tentando regularizar meus documentos europeus antes de começar a enviar meu CV. Eu considero meu nível de inglês bom. Na minha escola de inglês, nos simulados eu tinha o nível C1. Agora eu posso estar um pouco enferrujado, mas consigo ter um bate papo em inglês. Quando ao lugar na Inglaterra, eu tenho preferência por Manchester, mas estou aberto a oportunidades em qualquer lugar.Meu currículo está em inglês, se tiver interesse ainda, posso te enviar. Igualmente, quero agradecer, graças as suas informações eu já adiantei bastante o meu processo de imigração. Um abraço!

  29. Carlos permalink
    16/06/2016 14:51

    Rogério da Silva, parabéns pelo artigo elucidativo. Sou advogado aqui no Brasil e já morei na Inglaterra 7 anos, portanto, meu inglês é fluente. Conclui o equivalente ao ginásio e ensino médio em Londres e estou pensando em retornar. Tenho dupla cidadania e me formei em uma faculdade no interior de SP. Você acha que tenho chances de reconhecer em Londres os meus documentos da faculdade daqui? Obrigado.

    • 16/06/2016 17:36

      Acredito que sim. Há um período de transição mas acredito que seja possível.
      Já ouvi falar de Brasileiros em situação semelhante.

  30. Thiago permalink
    14/07/2016 19:22

    Muito legal os posts, Rogério!

    Sou engenheiro elétrico e tenho 4 anos de experiência após formação.
    Gostaria de te perguntar se eu fizer um mestrado por exemplo na universidade de liverpool, seria possível eu trabalhar como engenheiro em UK após o curso? De alguma forma ese mestrado abriria portas para eu trabalhar em UK?

    Abraços!

  31. Bruno permalink
    30/07/2016 23:32

    Boa Noite, Rogério. Estou cursando Engenharia de Produção e minha namorada é inglesa. Temos um plano de morarmos e construirmos uma vida na Inglaterra. Sei que a validação do diploma é um problema. Porém considero a opção de fazer um MBA em outro país (Austrália ou Canadá). Isso poderia me ajudar a conseguir um emprego como Engenheiro ou ainda sim precisaria ter os 7 anos de experiência?

    • 13/08/2016 11:55

      Aqui além da experiência é necessário retificar o diploma fazendo um curso específico pra isso.
      Para obter a informação precisa no seu caso, entre em contato com o órgão indicado.
      Acredito que conseguiria entrar como Junior e ir crescendo até atingir o título profissional, logo depois Senior e naturalmente expert.
      Não tem que começar a faculdade do nível zero tudo de novo, mas também não vai chegar e de cara trabalhar como engenheiro sem a formação no país de origem.
      O bacana aqui é que eles gostam quando a pessoa demonstra interessada em crescer.

  32. 12/08/2016 14:21

    Oi Rogerio, sou enfermeira e estou atualmente morando com visto d estudante na Republica da Irlanda. Gostaria de validar meu diploma d enfermagem em UK, vc saberia recomendar alguem q trabalha prestando esse tipo d servico? Obrigada.

  33. 13/08/2016 11:42

    Oi Rogerio, parabens pelas valiosas information!!! Eu gostaria de obter maiores informacoes sobre o setor de validacao de diploma de enfermagem. Vc sabe dizer se para tanto, eh necessario fazer uma prova como eh feito nos EUA?

    • 13/08/2016 12:04

      Não sei lhe dizer precisamente. Teria que entrar em contato diretamente com a associação dos enfermeiros pra perguntar.
      Quem é de fora da ilha (Reino Unido) tem que verificar a competência, pelo o que eu li no site da NHS que é o equivalente ao sistema de saúde do Brasil.
      Há uma diferença pra quem tem certificação dentro e fora da União Européia.
      Entra no site e da uma lida nas informações desse link aqui https://www.healthcareers.nhs.uk/i-am/outside-uk/information-overseas-nurses

  34. Lana permalink
    01/09/2016 7:13

    Rogério, boa noite. Muito bom seu post. Estou me formando em nutrição e gostaria de saber se essa area é valorizada no reino unido? existe muita demanda para ela?

    Os paises que penso em morar no Reino unido: Escócia, Inglaterra ou país de gales (um deles)

    – Qual deles em sua opnião oferece melhor oportunidade em minha area?

    E sobre pós graduação (quando eu terminar a facul) : Se a brasileira não tem condição de fazê-la no exterior , o melhor então é aproveitar a oportunidade que tenho aqui no Brasil,não é? E depois quem sabe tentar reconhecer toda a minha educação no Brasil. Ou não fazer?

    Fico muito confusa quanto a isso , pois meu pai faz o melhor que pode por mim me dando suporte em meus estudos,e não quero perder essas oportunidades e espero sinceramente um dia poder exercer minha profissão.

    Vou fazer de tudo para conseguir,

    Mas caso não desse certo todo esse processo penso talvez depois fazer um um curso técnico em nutrição, é uma boa? Ganha bem? O que não quero é ficar sem nenhuma qualificação profissional.

    Qual o caminho melhor em sua opnião?

    Se puder responder,agradeço. bjs

    • 16/09/2016 12:35

      Baseando em sua pergunta e na forma que colocou aqui, acredito que precisa decidir se é isso que deseja mesmo fazer.
      Entender como a profissão se chama em outros países, e buscar informações específicas sobre a profissão.
      Planejar sua vinda, conectar com pessoas da área. Sempre sugiro o LinkedIn pois, no meu caso, tenho um bom retorno em termos de networking através da plataforma.
      Entre em grupos e participe de discussões na área, procure perfis de pessoas experientes, leia o que elas escrevem em suas descrições e procure por recrutadores que trabalham especidicamente no ramo.
      Isso lhe dará um entendimento de como é a descrição e palvras chaves do ramo e como é usada aqui.
      Você tem quantos anos?
      Independente da idade nunca é tarde, mas como estará começando do zero trabalhe com criação de conteúdo, blog, video, fotos, mini ebooks, ebook, dicas, imagens com dicas rápidas, etc…
      Isso lhe dará exposição e posicionamento como profissional no ramo.
      Mas claro, se isso for realmente o que deseja fazer. Porque não é fácil, leva tempo e há atos e baixos. Porém, se desejar mesmo fazer, com vontate, poderá ir a qualquer lugar do mundo e nada será difícil.
      Com curiosidade, humildade e atitude, qualquer lugar é possível.
      Quanto a ganhar bem, ai é relativo. Se faz algo, qualquer coisa que seja pra ganhar dinheiro, pode fazer o que quiser, agora se fizer o que gosta, o ganhar muito, pouco ou bem é mera coincidência.

  35. Antonio permalink
    14/04/2017 15:52

    Oi Rogério, parabéns pelo blog. Sou dentista aqui no Rio, tenho dois empregos públicos, estabilidade, mas a vontade de sair daqui é muito grande. Tenho cidadania portuguesa, porém o mercado em Portugal esta saturado de dentistas. Por conta disso, estou pensando em tentar a equivalência do diploma em Portugal e depois ir morar na Inglaterra, já que, pelo que pesquisei, o mercado está infinitamente melhor lá. Pesquisei em vários sites, portugueses inclusive, e não achei informações sobre os passos para exercer a profissão na Inglaterra para quem tem cidadania europeia. Será que é necessária toda a burocaracia envolvida para quem não é europeu? obrigado

  36. Ana Paula permalink
    31/08/2017 23:34

    Olá Rogério, boa noite. Estou ajudando uma amiga que está de mudança para a Inglaterra, e no caminho encontrei seu blog. Você detalhou bastante as informações, e ajudou muito, obrigada!

    Bom, minha amiga tem cidadania inglesa, porém pretende ir morar lá e também trabalhar e tem encontrado muitas burocracias no processo de regularização do diploma brasileiro, prova de idioma, e o que mais venha ser necessário, por isso resolveu pedir ajuda. Você conhece empresa ou alguém que faça esse tipo de serviço (aqui no brasil, ou da Inglaterra mesmo)?

    Aguardo retorno.

    Obrigada!

    Abs,
    Ana Paula
    Cel 21 99865-3967

    • 12/09/2017 22:58

      Olá Ana Paula,
      Obrigado pelo elogio.
      Então, não conheço nenhuma empresa nem no Brasil e nem na Inglaterra que ofereça serviços de assessoria quanto a isso.
      A burocracia aqui é um pouco diferente da do Brasil, mas geralmente funciona. Da uma olhada com calma e tenta seguir os passos que eles estão pedindo, se tiver tudo ok e dentro do quesito mínimo, acredito que seja possível resolver a situação.
      Obrigado por perguntar.
      Boa sorte e sucesso na transição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: