Skip to content

Mudança gastronômica

16/03/2015

bz_mexico

Melissa Lima  – México

A gente quando muda de país, sabe que além do fato físico de estarmos mudando de localização geográfica, sabemos que junto vem um pacote de coisas novas: temperatura, idioma, amigos, costumes, cultura e…. hábitos alimentares! O mundo inteiro não come arroz com feijão.

O que eu sabia da culinária mexicana? NADA. Apenas o que os restaurantes “mexicanos” brasileiros me apresentavam. Não estou criticando e dizendo que eles não tem nada de ‘mexicanidade’, mas, dizendo que está bem, mas bem longe de ser fiel ao que esse país me apresentou. Não, não se come só burritos no México, aliás eles consideram “burritos”como comida texmex (Texas-México), americanizado.

Vamos começar pelos hábitos: aqui o horário das refeições é diferente. O “desayuno” mexicano além de começar as 10 da manhã, é bem reforçado: feijões refritos (mais ou menos um tutu), chilaquiles, pães, pimentas , ovos…. Esqueça o conceito de café com leite e filãozinho! Depois de ingerir muitas calorias, o almoço, mais levinho, é entre 15:00 e 16:00hs. Ou seja, pagamos muito “mico” chegando as 13:00hs em restaurantes prontos pra almoçar e deparando com uma reunião motivacional dos garçons. E jantar aqui, são “bocadillos”, aperitivos e lanchinhos… OK! Depois de uns anos, nos adaptamos a duras penas.

sopes (café da manhã)

sopes (café da manhã)

Agora vamos ao cardápio….

A culinária mexicana é reconhecida e premiada mundialmente (Patrimônio da Humanidade pela Unesco). Você pode variar e comer um prato diferente a cada dia, a maioria deles picantes, ou seja, a fama da pimenta é real e aqui é lei: toda mesa que se preze, além da pimenta que já vem no prato, conta com uns potinhos com mais de um tipo: habanero, chipotle … Depois de um tempo você não consegue viver sem elas. Eu não consigo me ver mais sem meu pote de salsa chipotle .

Pimentas

Pimentas. Arquivo pessoal Melissa Lima.

Um costume bem peculiar são as tortillas… Mas o que são tortillas? Eu nem sabia da existência, mas com meu intensivão já sou mestre! Tortilla nada mais é que um “pão folha”, feito de farinha de milho (maiz) ou trigo (harina).  Sabe o nosso filãozinho? Ou mesmo nosso arroz diário no Brasil? Então, aqui é a tortilla que faz jus a essa fama, de estar presente em todas as refeições.

Tortillas

Tortillas

Pode ser servida como entrada, normalmente com salsa, ou como base para outros pratos, como burritos, tacos, fajitas e tostadas.

Aqui em casa já faz parte da lista de compras, um dos poucos itens que minha filha seletiva aderiu. Não importa se é rico, pobre, milionário, a tortilla mexicana reina absoluta nos lares mexicanos. Junto com a tequila e a pimenta , é a identidade do país mesmo, sem exageros. E você aos poucos começa a notar que eles geralmente substituem os talheres, pela tortilla, ou seja, enrolam a comida com a tortilla.

Taquitos

Taquitos. Foto arquivo pessoal Melissa Lima.

Já deu pra perceber que a culinária mexicana é assunto pra uma infinidade de posts né? Mas, com esse, já aprendemos o básico:

  • Burritos não é o prato chefe do México (nunca digam isso aqui!)
  • A pimenta é sinônimo de México.
  • Tortillas fazem parte da vida do mexicano.

tor

Aos poucos vou contando mais.

 Besitos.

Melissa Lima, 34 anos, mora com a família em San Luis Potosí/MEX desde final de 2013, sem prazo pra voltar pro Brasil (se voltar!). Para saber mais sobre ela clique aqui. Veja fotos da Melissa e dos nossos outros autores no Instagram acessando aqui. Sigam-nos no Facebook para atualizações clicando aqui.  Twitter? Acesse @blogbrasilcomz

8 Comentários leave one →
  1. Carla Guanais permalink
    16/03/2015 9:17

    Adorei saber um pouco mais dos hábitos alimentares dos mexicanos. Confesso que quando eu morava no Brasil pouco sabia, mas aqui na Itália tive oportunidade de ir em ótimos restaurantes mexicanos e saborear diversos pratos. Pra mim é tudo muito temperado e pesado por isso me fazem um pouco mal, mas não posso negar que são sim uma delícia!!!

    • 17/03/2015 14:35

      A gente vai acostumando!!!
      Depois passa a não viver sem. Pra mim o conceito de comida de verdade no café da mãe, feijões etc… chegava a ser repulsivo!
      Hoje sofro porque não posso comer todo dia! Viraria uma bola de parque! rs
      Adoro de verdade!
      E os restaurantes do Brasil , sempre me passaram a idéia de que México era só tacos e burritos, e aqui, as comidas mais típicas messsssmo é o Chile en Nogada, Pozole, coisas que nunca tinha ouvido falar!
      Besitos.

  2. 16/03/2015 10:42

    Eu adoro pimenta. Não consigo comer nada sem ter pelo menos um pouquinho, ou um “pocão” de pimenta.

    • 17/03/2015 14:23

      Eu hoje vivo abraçada com meu pote de Salsa Chipotle, que antes, fazia eu tomar um litro de água para não morrer! rs É muito bom mesmo! 🙂 Saludos!

  3. 16/03/2015 11:50

    A Holanda é ótima de comida oriental e européia, bate um bolão. Mas Latino Americana, sei não… e olha que há 176 nacionalidades em Amsterdam ! Tenho um livrão sobre a cozinha mexicana, aprendi a fazer guacamole como manda o figurino mas nunca fui a um restaurante 100% mexicano. ;( Aprendi a gostar de diversas pimentas na Holanda, mas o forte aqui são as ervas frescas e especiarias secas (em marinadas e como substituto/redutor do sal). Os holandeses não sabem começar a preparar um prato com “sofrito” ou o velho e bom refogado de azeite, cebola, alho e sal como fazemos no Brasil e países mediterrâneos. Gostei de saber dos horários mexicanos para comer; revelam um outro clima e outro ritmo de vida !

    • 17/03/2015 14:27

      Guacamole é muito bom né? Eu experimentei com uma cara meio “Mas cadê o leite condensado gente?”, mas tenho que assumir que é bem mais saboroso salgado!
      O engraçado é a cara que eles fazem quando eu conto que comemos no Brasil, vitamina de abacate e abacate com leite condensado!
      Eu sou uma fã da culinária internacional, daquelas que experimenta tudo!
      Amei a comida da Holanda também!
      O ritmo de vida aqui é muito interessante. Uma coisa que eu nunca pensei que fosse acostumar, ledo engano!
      Beijinhos.

  4. 16/03/2015 16:34

    ai ai, Melissa!

    eu ia morrer de fome no México! eu não posso comer absolutamente NADA picante, mostarda (bem pouquinha) é meu limite: sinto minha boca queimando se como qualquer coisa de sabor forte.

    parece que não poderei ir ao México…buá, buá. (Mas você pode vir comer chocolate aqui, viu?), será bem-vinda.

    • 17/03/2015 14:32

      Nossa!!!
      Então você vai ter que se policiar 100% do tempo em pedir comida sem pimenta! Aqui não existe quase, ou é com pimenta, ou com MUITA pimenta! Frutas com pimenta, saladas, carnes, bocadillos…. Até o pirulito das crianças na escola tem um pozinho de pimenta.
      Quando eu recebia meus amigos em casa, e ainda não tinha sacado isso, eles traziam suas pimentas de casa….rs
      Agora já aprendi, reforço mais e ainda compro pra deixar em cima da mesa!
      Mas aceito seu chocolate viu? Porque apesar do chocolate ter sido descoberto no México, quem desenvolveu a técnica foram os Europeus ,e eu choro de saudades de um ateliê de Chocolate que conheci aí na Bélgica, depois de comer mexilhões e batata frita no cone com maionese!
      Gente que delícia, a gordddda! 🙂
      Besitos desde México.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: