Skip to content

Pedalando pela Holanda

23/03/2015

bz_holanda Ana Fonseca – Holanda

Muitos países europeus com cidades de topografia plana tem ótimas ciclovias, e não só a Holanda. O que faz a Holanda ser especial nas ciclovias é que elas têm excelente demarcação, planejamento, manutenção e sinalização – sem falar que são onipresentes. Você pode atravessar o país inteirinho de bicicleta, tanto as antigas cidades como as villages mais remotas. As ciclovias intermunicipais percorrem áreas naturais bem bonitas, e são bem demarcadas.

Portanto morar na Holanda e não providenciar imeditamente uma bicicleta nas primeiras horas vivendo no país é tão absurdo para um holandês quanto um brasileiro favelado dos grandes centros urbanos não ter sua televisãozinha no barraco para assistir novela.

fiets net werk punt nl

Ciclovia feita de painéis solares. Foto: fietsnetwerk.nl

Atenção: Muitos junkies nos centros urbanos tem alicates enormes e rondam por estacionamento de bicicletas para arrombar os cadeados e oferecer as bicicletas a transeuntes por um precinho bem barato. Principalmente buscam estudantes estrangeiros como mercado potencial. Se você for abordado por alguém querendo  te vender uma bicicleta na rua pense que ela com toda probabilidade pertence já a alguém. Furada! E esse alguém, claro, provavelmente não tem outro meio de voltar para casa (e nem passe/cartão para andar em transporte público).  Já aconteceu isso com colegas de trabalho que tiveram que atravessar no frio ou debaixo de temporal a cidade toda para voltar para casa ao concluírem que a bicicleta tinha sido roubada. Evite karma ruim.

Orange Bike

Na foto, uma “omafiets” (sem freios). Cerca de 100 mil (!) bicicletas são roubadas por ano em Amsterdam. Contudo, é uma das cidades mais seguras da Europa. Foto Ana  Fonseca. Mais fotos de bike veja nosso instagram: @blogbrasilcomz

Algumas particularidades sobre andar de bicicleta na Holanda:

* Choque linguístico: Bicicleta em holandês se chama “fiets” (talvez por alusão a parte do corpo que as movimentam: os pés – feet.) O plural de fiets (uma bicicleta) é fietsen (que também é o verbo “andar de bicicleta”).

* Você senta muito ereto nas bicicletas de marcas holandesas, não inclinado para a frente. É  bem elegante, como se você estivesse num cavalo – adoro!

* O treino começa antes dos 5 anos, e assim que a criança mostra destreza já é levada pelos pais para o trânsito regular –  geralmente usando bandeirinhas traseiras pois muito caminhões não vêem as crianças.

* Ciclistas não usam capacete, pois não é obrigatório.

* A maioria prefere bicicleta modelo “da avó” (oma fiets): sem freios. Tem um motivo: durante a chuva utilizar os freios pode fazer você deslizar feio, principalmente na faixa de pedestre. Eles utilizam o contra pedal. Eu não me acostumei e tenho bicicletas com freios, sempre. As “oma fietsen” aliás estão na moda entre adolescentes e por serem bem básicas e baratas recebem muitos enfeites como flores de plástico, fitas, mini ursinhos de pelúcia, bonecas presas às cestinhas e mil outras loucurinhas.

* Os holandeses carregam muita bagagem nas bicicletas, tanto em grandes cestas na frente ou bolsas laterais. Desde crianças se acostumam a isso. Na foto abaixo você pode ver bolsas removíveis.

mommyonline punt nl

Foto via mommyonline.nl

basil fietstas

Via basil.nl

* A maioria dos ciclistas quando vêem uma pessoa distraída andando pela ciclovia não grita, não diminui a velocidade, nem procura chamar a atenção. Apenas buzina histericamente e tira um fino do passante para bronquear mesmo.

* É permitido na Holanda carregar grandes objetos com a bike, mesmo que obstruam o fluxo do trânsito. Há que se considerar que para muitos a bike é o único meio de transporte que possuem.

* Pessoas muito idosas pedalam. Grávidas no fim da gestação pedalam. Mulheres de mini-saia pedalam. Grávidas-carregando-compras-e-mais-dois-filhos-e-de-salto-alto-e-falando-no-celular-debaixo-da-chuva… pedalam.

* A maioria das ciclovias é planejada para que dois ciclistas possam pedalar lado a lado conversando. Alguns ciclistas até pedalam de mãos dadas. As vezes todos os membros de uma família pedalam lado a lado, bloqueando o tráfego.

* Quando pedalo com minhas crianças ainda não dou a mão para elas.  Mas como meu menino já tem minha altura, isso vai acontecer em breve – basta também ele adquirir um outro modelo de bicicleta (ele não se senta ereto na atual mas um pouco inclinado para frente). Não vejo a hora de sair assim com eles !

No filminho abaixo, cenas do que caracteriza andar de bicicleta na Holanda.

 

*Ana Fonseca é carioca, publicitária e vive na Holanda desde 1999 trabalhando na área de turismo e hotelaria. Junto com a Carla Guanais adminstra o BZ. Para ver mais fotos dela e dos outros autores siga o perfil do BZ no Instagram. Twitter? Acesse aqui. Siga a fanpage do blog no Facebook acessando aqui

20 Comentários leave one →
  1. edujusto permalink
    23/03/2015 8:56

    Se eu morase na Holanda a minha bicicleta seria uma Mountain Bike Pivot Phoenix DH Carbon, e eu faria várias manobras radicais até ser preso pela policia 🙂

  2. Carla Guanais permalink
    23/03/2015 15:06

    Adorei as curiosidades! Só não concordo a questão do “favelado ter televisão”, acho que não é bem essa realidade.
    O vídeo é demais! Aqui em Roma não respeitam muito os ciclistas.. tem muito a melhorar ainda. Mas fiquei ainda mais com vontade de ter uma 🙂 Baci

    • edujusto permalink
      23/03/2015 15:24

      hehehe, em Roma não respeitam nem as velhinhas, quem diria os ciclistas ! 🙂

      • 23/03/2015 16:06

        Aqui são os ciclistas que muitas vezes não respeitam os carros.

    • 23/03/2015 16:05

      Discordar é sempre saudável 🙂 kusjes !

  3. 23/03/2015 17:29

    adoro esta cultura bicicletista!

    achei curioso o hábito de se levar ‘caronas’ em pé. Aqui na Bélgica, onde também existe toda uma estrutura para ciclistas, nunca vi isto. No entanto, é muito comum ver gente levando cachorrinhos nos cestinhos, ou mesmo acompanhando o dono, que pedala ao lado.

    gostei muito da idéia das mãozinhas dadas…está precisando mais namorados ciclistas aqui.

    excelente post, Ana. Divertido e muito informativo também.

  4. noritagarba permalink
    24/03/2015 9:52

    Achei curioso o capacete não ser de uso obrigatório.

    • 24/03/2015 14:21

      Mas outras coisas são: por exemplo: pedalar em área proibida, não estar com as luzes acesas à noite ou durante névoa/mist (60 euros) etc. Se o país é todo plano e usar a bike um direito de todos não vejo na prática como obrigar uma velhota ou uma mãe grávida a usar o capacete. Não rola mesmo. Agora, o que coloca a vida de outros em risco tem que ser policiado (falta de luzes, pedalar fora de áreas demarcadas, etc.).

  5. Arlete permalink
    27/03/2015 9:32

    Oi Ana,
    Gostei do post. Aqui na Suíça temos ciclovias pra todo lado também, mas como ainda (infelizmente) não estive na Holanda, não posso comparar. O meu marido conta que as pessoas de bicicleta tem prioridade total ai, talvez só menos que os pedestres. Aqui em casa, optamos por não ter carro e por isso, usamos muito a bicicleta e, apesar de nunca ter me sentido insegura, percebo que existe sim uma certa concorrência entre ciclistas e motoristas. Uma pena. Mto legal o vídeo. Valeu!

    • 27/03/2015 11:45

      Sim, na Holanda as bikes tem prioridade total. Eu me sinto muito segura em relação aos motoristas. O que um ciclista tem que ficar atento é quando chove ou neva (já caí duas vezes de forma violenta e nas duas vezes com minha filha na garupa).
      Arlete, muita gente que mora fora da Holanda acha inconcebível ter uma vida sem carro. Pois olha, eu estou até pensando em vender o meu e ficarmos só com o do meu marido. Eu só uso se estiver caindo um temporal, uma nevasca e para levar as crianças até a escola (7min. de bike, 3min de carro) ou o ponto de ônibus para ir para Amsterdam (idem). No centro histórico de Amsterdam custa 5 euros a hora para estacionar !!! Em cidades de médio porte há muita demarcação com faixa azul o que significa que vc só pode estacionar por 90min (tem que se colocar um marcador com a hora que voce chegou bem a vista no carro para os policiais verem). Uma família não pode ficar sem carro porque para fazer trajetos intermunicipais, aeroporto pegar alguém, visitar complexos comerciais fora da área urbana, hospitais, enfim… tudo isso é melhor de carro devido a rapidez e conforto. Mas UM carro em teoria pode bastar.

      • 27/03/2015 16:07

        concordo inteiramente, Ana. Num país onde a bike é alternativa segura e confortável, um carro tá de bom tamanho.

      • 27/03/2015 16:41

        E a manutenção obrigatória dos carangos ? Só de APK morro num 350euros por ano!

      • 27/03/2015 17:32

        que curioso, Ana. Aqui não tem controle anual para bikes, não. APK é o que?

      • 27/03/2015 19:48

        Algemene Periodieke Keuring. É para carros !

      • 27/03/2015 20:15

        ah! agora entendi. Fiquei confusa entre carros e bikes…ai ai. Claro que também temos isto aqui, mas os carros só devem ser vistoriados a partir do 4o ano (se você compra um carro zero) e depois, a cada dois anos.

        bedankt!

      • Arlete permalink
        07/04/2015 13:10

        Oi Ana,
        Com certeza, muitas vezes o carro é necessário, mas a manutenção, seguro e outros detalhes dão bastante gasto mesmo, como vc disse. Aqui nós optamos por um sistema de Sharing. É um tipo de aluguel de carro que a gente paga por hora quando usa mais uma anuidade pequena. Os carros são de excelente qualidade e vão de Smart até Van passando inclusive por BMW conversível. Esses carros ficam estacionados por toda a Suíça nos mais diversos bairros. Nós temos um a 500m de casa entre outros por perto tb. É uma opção muito legal que ajuda a gente a economizar bastante.

  6. Vitoria Zerrenner permalink
    13/04/2016 21:16

    Oi Ana (:
    sou uma estudante brasileira morando na Holanda e adorei seu post! Vejo tudo isso mesmo na rua e ainda fico impressionada com a habilidade que os holandeses tem com as bikes! Gostaria de te fazer uma pergunta um pouco diferente, talvez você saiba me ajudar. Vou voltar para o Brasil daqui alguns meses e meu pai quer que eu leve uma bike pra la. Você sabe me dizer se é possível fazer isso? Se existe algum jeito de mandar esse tipo de encomenda para o Brasil?
    Te agradeço desde já! Parabéns pelo blog!

    • 13/04/2016 21:29

      Obrigada pelo seu comentário e elogios Vitoria! Olha, nunca me passou enviar uma bicicleta holandesa para o Brasil. Mas pensando bem… por que não ? Entre em contato com a companhia aérea que ira utilizar e pergunte como pode enviar sua bike. Entre em contato o mais rápido possível e pergunte tudo, primeiro por e-mail. E ligue caso precise esclarecer e confirmar alguns detalhes. Quando tiver tudo acertadinho, por favor volte aqui e conte para gente como e’ possível resolver isso. Boa-sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: