Muitos países europeus com cidades de topografia plana tem ótimas ciclovias, e não só a Holanda. O que faz a Holanda ser especial nas ciclovias é que elas têm excelente demarcação, planejamento, manutenção e sinalização – sem falar que são onipresentes. Você pode atravessar o país inteirinho de bicicleta, tanto as antigas cidades como as villages mais remotas. As ciclovias intermunicipais percorrem áreas naturais bem bonitas, e são bem demarcadas.

Portanto morar na Holanda e não providenciar imeditamente uma bicicleta nas primeiras horas vivendo no país é tão absurdo para um holandês quanto um brasileiro favelado dos grandes centros urbanos não ter sua televisãozinha no barraco para assistir novela.

fiets net werk punt nl

Ciclovia feita de painéis solares. Foto: fietsnetwerk.nl

Atenção: Muitos junkies nos centros urbanos tem alicates enormes e rondam por estacionamento de bicicletas para arrombar os cadeados e oferecer as bicicletas a transeuntes por um precinho bem barato. Principalmente buscam estudantes estrangeiros como mercado potencial. Se você for abordado por alguém querendo  te vender uma bicicleta na rua pense que ela com toda probabilidade pertence já a alguém. Furada! E esse alguém, claro, provavelmente não tem outro meio de voltar para casa (e nem passe/cartão para andar em transporte público).  Já aconteceu isso com colegas de trabalho que tiveram que atravessar no frio ou debaixo de temporal a cidade toda para voltar para casa ao concluírem que a bicicleta tinha sido roubada. Evite karma ruim.

Orange Bike

Na foto, uma “omafiets” (sem freios). Cerca de 100 mil (!) bicicletas são roubadas por ano em Amsterdam. Contudo, é uma das cidades mais seguras da Europa. Foto Ana  Fonseca. Mais fotos de bike veja nosso instagram: @blogbrasilcomz

Algumas particularidades sobre andar de bicicleta na Holanda:

* Choque linguístico: Bicicleta em holandês se chama “fiets” (talvez por alusão a parte do corpo que as movimentam: os pés – feet.) O plural de fiets (uma bicicleta) é fietsen (que também é o verbo “andar de bicicleta”).

* Você senta muito ereto nas bicicletas de marcas holandesas, não inclinado para a frente. É  bem elegante, como se você estivesse num cavalo – adoro!

* O treino começa antes dos 5 anos, e assim que a criança mostra destreza já é levada pelos pais para o trânsito regular –  geralmente usando bandeirinhas traseiras pois muito caminhões não vêem as crianças.

* Ciclistas não usam capacete, pois não é obrigatório.

* A maioria prefere bicicleta modelo “da avó” (oma fiets): sem freios. Tem um motivo: durante a chuva utilizar os freios pode fazer você deslizar feio, principalmente na faixa de pedestre. Eles utilizam o contra pedal. Eu não me acostumei e tenho bicicletas com freios, sempre. As “oma fietsen” aliás estão na moda entre adolescentes e por serem bem básicas e baratas recebem muitos enfeites como flores de plástico, fitas, mini ursinhos de pelúcia, bonecas presas às cestinhas e mil outras loucurinhas.

* Os holandeses carregam muita bagagem nas bicicletas, tanto em grandes cestas na frente ou bolsas laterais. Desde crianças se acostumam a isso. Na foto abaixo você pode ver bolsas removíveis.

mommyonline punt nl

Foto via mommyonline.nl

basil fietstas

Via basil.nl

* A maioria dos ciclistas quando vêem uma pessoa distraída andando pela ciclovia não grita, não diminui a velocidade, nem procura chamar a atenção. Apenas buzina histericamente e tira um fino do passante para bronquear mesmo.

* É permitido na Holanda carregar grandes objetos com a bike, mesmo que obstruam o fluxo do trânsito. Há que se considerar que para muitos a bike é o único meio de transporte que possuem.

* Pessoas muito idosas pedalam. Grávidas no fim da gestação pedalam. Mulheres de mini-saia pedalam. Grávidas-carregando-compras-e-mais-dois-filhos-e-de-salto-alto-e-falando-no-celular-debaixo-da-chuva… pedalam.

* A maioria das ciclovias é planejada para que dois ciclistas possam pedalar lado a lado conversando. Alguns ciclistas até pedalam de mãos dadas. As vezes todos os membros de uma família pedalam lado a lado, bloqueando o tráfego.

* Quando pedalo com minhas crianças ainda não dou a mão para elas.  Mas como meu menino já tem minha altura, isso vai acontecer em breve – basta também ele adquirir um outro modelo de bicicleta (ele não se senta ereto na atual mas um pouco inclinado para frente). Não vejo a hora de sair assim com eles !

No filminho abaixo, cenas do que caracteriza andar de bicicleta na Holanda.