Skip to content

10 estereótipos sobre a França e os franceses

05/05/2015

bz_franca

Fabio Takeshi – Normandia, França

Estereótipos por definição são preconceitos simplistas, generalistas, parciais e caricaturais mas que em alguns casos, por falta de melhores conhecimentos, são as únicas referencias que tem-se sobre um país e sobre um povo.

foto: huffingtonpost.com

foto: huffingtonpost.com

Abaixo listo alguns estereótipos sobre a França e os franceses e a minha opinião sobre estes estereótipos.

1 – Franceses não tomam banho : Mentira. A maioria dos franceses toma sim 1 banho por dia. Em 6 anos de França só encontrei 1 pessoa que tive minhas dúvidas quanto aos seus “hábitos de higiene”. Entretanto, eles não são muito chegados em escovar os dentes de manhã e depois do almoço.

2 – Os franceses são um povo “chique” : verdade. E raro ver na rua gente de calça de moleton, tênis de corrida, e camiseta em adultos. Também não é muito comum ver pessoas com a camiseta listrada branca e azul (chamada La Marinière) e com um boina na cabeça.

3 – Os franceses são grossos : mentira. Pelo menos no interior as pessoas são educadas, dizem bom dia, obrigado e por favor; dão informações; param para o pedestre atravessar na faixa. Acho que em parte esta fama vem da surpresa das pessoas com o nível de atendimento que elas recebem (ver o próximo item).

4 – Os franceses atendem mal nos restaurantes e nas lojas : mentira. Após passar alguns anos vivendo na Franca, considero que o que existe é uma relação puramente profissional, os vendedores e garçons de restaurantes estão lá para prestar um serviço para o qual eles são pagos (a taxa de serviço esta incluída no preço dos serviços); eles são polidos, mas eles não estão lá para bajular, atender a todas às vontades e desmandos do cliente. E como todo ser humano, eles não aceitam desaforos e má educação.

5 – Os franceses não gostam de falar inglês : verdade. Os franceses têm orgulho, e com razão, de sua língua e de sua cultura. Comparado aos seus vizinhos europeus como Holanda e Suécia (90% da população – fonte Wikipedia) , eles sabem falar menos inglês (39% da população) e ao contrário do Brasil (7,9% da população), onde encontra-se escolas de inglês em toda esquina, aqui é mais raro estas escolas. O fato de eles saberem falar menos inglês é um problema que desperta a atenção das gerações mais novas que sabem da importância de dominar a língua de Shakespeare.

foto: afrenchyinoz.com

foto: afrenchyinoz.com

6 – A culinária francesa é gastronômica : verdade mas não só isso. Há a culinária gastronômica feita por grandes chefs de cozinha, mas a culinária francesa é mais que isso, como em todo país, cada região têm os seus pratos tradicionais e típicos feito com produtos locais.

fígado de pato com geleia de figo acompanhado de Champagne : simples e divino

fígado de pato com geleia de figo acompanhado de Champagne : simples e divino

7 – Os franceses andam com a baguete de pão debaixo do braço : mentira; em geral o pão é colocado dentro de um saquinho de papel ou embrulhado em papel para proteger a parte onde se segura. Existe também uns sacos em tecido reutilizáveis para carregar vários pães. é verdade entretanto que eles comem pão todo dia e o principal tipo que eles comem é a baguete.

frança 5

8 – A França é somente Paris: Mentira. Apesar de Paris ser a cidade mais populosa (mais de 2 milhões de pessoas) e a região onde está situada ser responsável por 30% do PIB (fonte Wikipedia), cada região tem suas própria rica cultura.

frança 7

Foto: afrenchyinoz.com

9 – Todo francês fuma : é praticamente a mesma proporção que no Brasil : 24% de La população fuma (fontes: Tabac Info Service  e Wikipedia).

Como em muitos lugares há um combate ao tabagismo na França. Uma diretiva da união europeia prevê que os maços de cigarros sejam neutros e não contenham nem mesmo o logotipo do fabricante.

foto: lefigaro.fr

foto: lefigaro.fr

10 – O francês é uma língua charmosa : Eu aprendi a gostar da língua francesa, acho que tem uma sonoridade, uma fluidez gostosa de se escutar. Uma cena clássica que traduz bem esta ideia é uma cena de Matrix :

Eu não me atrevo à traduzir o que ele diz, basta dizer que não se trata de elogios rsrs.

E para finalizar aqui esta um link para um vídeo engraçado sobre estereótipos sobre a França e os franceses.

* Fabio Takeshi Utida mora na França há 6 anos e, após morar nas regiões de Borgonha e Champagne , resolveu estabelecer-se na região da Normandia.  Para saber mais sobre ele clique aqui.

9 Comentários leave one →
  1. Melissa Lima permalink
    05/05/2015 13:20

    Muito bom Fábio! Mas discordo do ponto do atendimento… Sempre foram bem ríspidos comigo nas minhas experiências francesas… Sempre tive a impressão de estar invadindo a terra deles, e eles claramente estarem incomodados!
    Sempre me perguntei se era uma caracterfística pariesiense…
    Besitos!

  2. Edijane Costa permalink
    05/05/2015 21:46

    Olá Fábio, parabéns pelo texto! Conseguiu traduzir bem alguns dos estigmas que temos sobre a França. Mas peço que me ajude a esclarecer outro. É verdade que a água mineral é mais cara que refrigerante? Bjs

    • Fabio Takeshi utida permalink
      06/05/2015 17:02

      ola Edijane,
      Que bom que tenha gostado do texto.
      o preço das bebidas depende de onde se compra e o que se compra, comprar uma agua em um supermercado pequeno ou em um bar em regiões turisticas como na Cote d’Azur é bem mais caro que comprar uma coca em um hipermercado perto das grandes cidades.
      Para dar alguns exemplos, fiz uma pesquisa em um supermercado e vi que :
      Agua :
      um pack de 6 garrafas de 500 ml de San Pelegrino custa 2,15 euros, ou seja 0,72 euros o litro
      um pack de 6 garrafas de 1,5 l de outra marca custa 0,96 euros, ou seja , 0,11 euros o litro
      Refrigerante de cola :
      1 garrafa de 500ml de Coca Cola custa 1,1 euros, ou seja 2,2 euros o litro
      1 garrafa de 1,5 l de Cola de marca Carrefour custa 0,6 euros, ou seja, 0,4 euros o litro

      Então para responder à sua pergunta, é possivel que um litro de água custe mais caro que 1 litro de refrigerante.
      bjs

  3. @QuelmStoddart permalink
    05/05/2015 22:46

    Muito bom o post! gostei! Jah tinha ouvido muitos desses esteriotipos!
    com relacao ao pao, estive ano passado no Taiti que eh uma ilha da Polinésia Francesa, e onde eles falam Frances tambem… Mas muitos deles sabiam falar ingles (nao perfeito, mas suficiente) eram muito amigaveis. Ah! E lah eles ainda carregam o pao debaixo do braço! Sem papel nem nada pra proteger! fiquei com nojinho, pq nem tinha nada fornecido pelas lojinhas q a gente poderia usar pra embalar pelo menos o meio, ou um saco… e o povo tocava os outros paes pra escolher o que queriam.. e quando escolhem, carregam na maozona suja mesmo e colocam debaixo do braço sem protecao nenhuma hahahahhahahah meu marido e eu ficamos chocadinhos com isso.. mas rimos muito tbm!

  4. 07/05/2015 8:09

    Adorei o post!! Mas uma coisa é certa: a-do-ram supositórios, haha! Vale ler o Peter Mayle a respeito disso. Mas o que amo mesmo é o Stephen Clarke. Um humor inglês que é a coisa mais fina e irônica desse mundo (One Year in the Merde, Merde Actually, Merde Happens etc). O melhor (não ficção) para entender o país, os clichés e seus povo é o hilário e elegante “Talk to the Snail”, i.m.h.o.
    http://www.bol.com/nl/s/boeken/zoekresultaten/Ntt/Stephen%20Clarke/search/true/sc/books_all/index.html?Referrer=ADVNLGOO002011F-4O4GO2DZPFBII-53596133240

  5. david permalink
    20/05/2015 16:24

    É verdade que existe uma grande rivalidade entre os franceses e os ingleses ? Se existe, creio que ela deva ter começado com a ascensão econômica da Inglaterra através do capitalismo. Mas isto é só uma suposição minha devido ao fato de não saber muito bem sobre a historia da França.

  6. Sydney Moura permalink
    06/01/2016 22:27

    eu sofri em Paris, pois só falava inglês e alemão e os franceses odeiam falar Inglês, mas eles gostam de brasileiros, sempre lembravam da copa de 98 kk, povo legal, pena que sofreram nos últimos meses

  7. 13/09/2016 23:15

    O clichê e o preconceito são as formas mais cruéis de caracterizar o outro. Fora a alegria, imaginem como nos classificam em certos países?! Por vezes, boa coisa não é… O que existe é a diferença cultural, que deve ser respeitada: “Em Roma, como os romanos”. A França é o país que mais recebe turistas no mundo, mais de 70 milhões por ano. Em segundo lugar, muito atrás, vem Itália, Espanha e EUA. Portanto, está claro que a máquina turística francesa funciona com a língua inglesa. Não esqueçam que o mundo mudou e os jovens pouco herdam os preconceitos antigos. Criam os seus… Além disso, nossos preconceitos são, por vezes, construídos fora do país. Exemplo: a imagem mexicana do homem de bigode, sombrero e aspecto preguiçoso foi passada por décadas pelos filmes americanos. E assim, muitos ainda pensam, da maneira mais ingênua, imprudente e cruel. Abraço a todos.

Trackbacks

  1. Vamos Descobrir a Normandia ! | Brasil com Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: