Mudei pro México e não sabia nada sobre o país, nada mesmo. E hoje me pergunto como é que por tanto tempo não tive conhecimento algum sobre este país tão rico culturalmente. Aqui você respira cultura, e não sei se vocês sabem mais a Cidade do México é a cidade com mais museus no mundo, desbancando até as européias: entre as principais atrações estão a Casa de Frida Kahlo, o Museu de Arte Moderna, Museu Mural Diego Rivera e o Museu Nacional de Arte. Você respira arte e cultura.

Levaria dias, contando pra vocês sobre tudo que o México tem a oferecer, então optei por dividir em partes e começar pela que , de início, mais me impactou: as Pirâmides. Ledo engano você , que achava que elas ficavam só no Egito. O México tem pirâmides para todos os gostos e a primeira que conheci foi a maior de todas, localizada em Teotihuacan, pertinho da Cidade do México, mais ou menos 50 km.

DSC03678

TEOTIHUACAN (“o local onde os homens se tornam deuses”. A cidade é uma das mais impressionantes do mundo antigo, foi fundada antes da era cristã e chegou a ter mais de 125 mil habitantes) foi declarada como Patrimonio da Humanidade pela Unesco em 1987. São mais de 80 km2 de história, simbologia, encantamento. É assim, de repente, não mais que de repente, você entra na zona arqueológica e fica muda. MUDA. Eu fiz assim! Quando avistei a Pirâmide do Sol, fiquei ali, parada. É uma energia diferente (e eu nem sou ligada nesses lances de energia, cosmicos…). Me encantou!

DSC03698

Da zona arqueológica podemos destacar duas Pirâmides: A do Sol e a da Lua.

A do sol é a terceira maior pirâmide do mundo e a maior de Teotihuacan, foi descoberta recentemente, em 1971, acreditam? Com mais ou menos 63m de altura, e mais de 3 milhões de toneladas de pedras, bem menores que as usadas na construção das piramides do Egito. E por mais que me expliquem mil vezes, agora com a faculdade, muito discutido esse tema, não consigo imaginar homens, carregando pedras e construindo pirâmides. Não da! Dá pane no meu cérebro. E com tamanha perfeição! E o guia me disse ainda (pra eu pirar mais…) que na base da piramide foi encontrado um mineral, conhecido por MICA, que não existe aqui. Existe no Brasil, e teve que ser trazido…(mas como? 2 mil km de distancia? e sem rodas????) Desculpe meu professor Carlos , mas, não assimilo. Muito intrigante!

Sobre a pirâmide: fiquei decepcionada porque ela não tem câmaras internas, ou seja, é toda recheada de pedras, não dá pra fazer um tour dentro da pirâmide. Sei lá , na minha mente, poderia entrar e encontrar múmias talvez…..rs ! E pra subir meus queridos, estejam com os exercícios físicos em dia, para não “quase morrerem” como eu.

DSC03711

A da Lua é menor, e se tem uma foto lindíssima dela, quando tirada da do Sol. Com uma altura de 45m, foi construída como principal monumento do complexo da lua. Diz a lenda que a pirâmide da Lua suga a energia das pessoas e a do Sol, revigora.

Vale muito a pena o passeio e ler bastante antes de ir, sobre o que vai ver! Não dá pra acreditar que numa cidade tão imensa, caótica, fascinante uma das maiores do mundo com mais de 9 milhões de habitantes , você pega o carro, anda mais ou menos uns 50 KM e se depara com algo, que tira seu fôlego. E por não ter vegetação alta, ela salta aos olhos, unica.

Então, vista sua roupa de Indiana Jonas, se proteja do Sol, leve muita água e aventure-se em mais uma opção que o México te oferece: Pirâmides!

DSC03695-1

Uma lenda que se ouve por lá é que em Teotihuacán há cinco sóis (e cinco eclipses). Diz-se que o Primeiro Sol (um animal) teria destruído a primeira geração de homens, o Segundo Sol (o vento) teria destruído a geração seguinte, o Terceiro Sol (o fogo) teria destruído a terceira geração, e a quarta teria sido destruída pelo Quarto Sol (a água). E o Quinto Sol teria sido criado em Teotihuacán e tem relação justamente com a profecia do fim do mundo…

(Todas as fotos desse post: arquivo pessoal da Melissa Lima.)