Skip to content

Nem só de parques temáticos vive a Flórida !

26/05/2015

Hoje temos um post de uma autora convidada dos Estados Unidos, a Hadidje. Ela vive no norte da Flórida e junto com a autora Renata Velloso  (que vive em São Francisco) nos conta particularidades sobre a cultura americana, dicas de turismo e viagens. 

bz_colaborador bz_eua  Hadidje Santos Pepperd – Flórida, EUA

Aposto que, se tentar um joguinho mental, as primeiras palavras que surgem quando se pensa em visitar a Flórida são:

.Disney

.Miami

.Orlando

.Shopping

Correto, mas há muito mais pra se ver e viver na Flórida!

Estou falando de uma área que está (um pouco) longe da badalação do sul da Flórida. Sim, a Flórida do norte. Onde moramos, a pequena cidade de Glen St Mary, fica bem perto de outro estado muito legal de se conhecer aqui nos Estados Unidos: a Geórgia. Mas não vou misturar as estações não. É só pra situá-los geograficamente. Estamos a 6 horas de carro, ou mais ou menos a 350 milhas de Miami (lembrando que 1 milha equivale a 1.6km). É muito comum se fazer ”road trip” (viajar de carro) nos Estados Unidos. As estradas tem uma boa infraestrutura e são seguras. Daí, nos acostumamos a dizer: ”são X horas de carro”, “ X milhas”, ou até mesm : “”Uma ‘day trip’ ”(só se leva um dia) pra ir e voltar de tal e tal lugar. Também fica mais em conta do que viajar de avião e se tiver tempo, pode parar e conhecer um local novo, ou um restaurante que te surpreenda.

Estamos em meados de maio e o sol esta fervendo. O litoral já esta perfeito para os banhistas (pois se leva um mês, dado o inicio da primavera, pra que a água gelada fique agradável pra se tomar banho por aqui) ao passo que, no sul da Flórida, o clima da primavera já se estabelece mais cedo.  Aliás, o pessoal faz muita piada na rede, com fotos de shorts até no inverno da Flórida…

Bem, lembrando que o sol vai estar escaldante (e a água quentinha) dos meados de maio ate agosto, não temos nada a reclamar. As crianças curtem ate mesmo água fria da primavera e podemos nos divertir na areia também, curtindo a paisagem tranquila, muitas aves, algumas praias com conchas lindas pra colecionar… Tem ate um verbo pra isso, em Ingles: ”shelling”. Pessoas de diversas idades costumam ”catar conchinhas”, búzios e ate dentes de tubarão e as lindas e cobicadas bolachas do mar (por favor, uma vez já na areia e desidratadas, caso contrario, ainda são seres vivos nas aguas menos rasas). Há os mais…digamos, “excêntricos”… que buscam jóias e objetos com detectores de metal nas areais. Vi muito isso la pelas bandas das praias de Daytona e as praias mais ao sul (olha eu de novo: são umas duas horas de carro de Jacksonville). Mas não os vejo com tanta frequência, com as maquininhas bipando.

Had psaisagem

Imagem via:  Wildflorida.com

Há diversas praias pra escolher no litoral norte. Alguns parques, com praia e área de acampamento e trilhas pra caminhada ou ciclismo. São acessíveis mediante uma taxa, pois são parques estaduais ou nacionais – bem mantidos, com area de piquenique, banho, ”boardwalk ”( passarela pra os usuários não afetarem a vegetação local ao caminharem para as praias). Aqui se respeita a vegetação das dunas. Multas podem chegar a 500 U$! Uma dessas dói muito no bolso…

E, além das praias, há rios e mananciais de água límpidas, onde se podem ver espécies protegidas, como o peixe boi, tartarugas e crocodilos. Vou dizer a verdade, crocodilo não é meu bichinho preferido… Ah sim, podemos passear de barco, caiaques, ou botes em algum desses locais. E é diversão pura, pois as correntes são mansas o suficiente pra nos guiar de um ponto a outro do rio, sem adrenalina estilo ”rafting”– ou seja, ótimo para qualquer um na família. Funcionam o ano todo, pois a temperatura das aguas dos mananciais se mantem estável. Agora, ao norte da Flórida, a temperatura (atmosférica) de inverno chega próximo dos zero graus C. Quase uma Sibéria (opa, desculpem, brasileiros na Sibéria…) pra quem é, como eu, do litoral da Bahia.

Uma atividade super legal, que ainda vou tentar e depois conto para vocês, é passear de caiaque pelas “águas intercostais”. Essas águas são um trecho de 3mil milhas na parte interna do continente (como o nome já diz), que desce pela costa atlântica e do Golfo dos Estados Unidos. Ou seja, ”pegue seu barquinho e navegue de mansinho”. Vou mencionar de passagem que na Flórida não existem montanhas, e sim umas poucas ladeirinhas (hello, Salvador!). Mas la pela area da capital, Talahasse, existe até parques com cavernas. (A-ha! Pensou que a capital da Flórida fosse Miami? Tudo bem, você não e o único !) Também muita atividade urbana, faculdades renomadas por pesquisa e extensão.

Had blog

Foto: Brian Pepperd

Não estou deixando transparecer que o sul da Flórida não possui belezas naturais e que o Norte é só floresta, estou? Ah, claro que possui! Os Everglades, as praias e mananciais, também contam com a fauna e vegetação tropical linda e diversa. É que a area é, de fato, mais conhecida pelo público brasileiro em geral por ser a “meca” das compras e o dos parques temáticos.

Falando em compras e consumo, tambem estamos bem servidos, no norte da Flórida, de shoppings e outlets com grifes, bons restaurantes servindo pratos de várias culturas. Moramos no interior, mas a 45 minutos de carro, em Jacksonville, o St Johns Town Center é uma delícia de passear, comer e fazer umas comprinhas pra todos os gostos e bolsos.

Além, claro, da própria cultura gastronômica americana, que (pasmem) não vive só de ”burguers” e batata frita! Um outra bela surpesa que tive, nesses 7 anos de vivencia aqui. Quem veio nos visitar por um tempinho, curtiu, por exemplo, o restaurante bem tipicamente americano, o http://www.crackerbarrel.com. Mas conto esses detalhes em uma outra oportunidade.

Nada mal ter uma nova perspectiva das coisas e opções ao nosso alcance, sempre buscando ter uma vida ativa e saudável.

Viva a diversidade e “have fun”!

SERVIÇO

Para se informar sobre todos os parques da Flórida e planejar visitar é só visitar:  http://www.floridastateparks.org

Em Jacksonville, o St Johns Town Center: http://www.simon.com/mall/st-johns-town-center .

 

*Hadidje é nutricionista, anteriormente instrutora ESL. Apaixonada por fotografia e por um estilo de vida saudável e ativo. Vive num sítio, no norte da Flórida há 5 anos com seu marido, e com muito orgulho se dedica à sua família e à educação de seu filho.

2 Comentários leave one →
  1. 26/05/2015 21:10

    Fico feliz de ter feito a ponte para termos a Hadidje entre nos! Benvinda dear!

    • 27/05/2015 17:14

      Amei o texto da querida Hadidje!! Pude visitá-la em 2013 e deu bem para perceber que a Flórida é muito mais que os parques temáticos. Em breve voltarei, dear! ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: