Skip to content

Guadalupe: a padroeira mexicana

27/05/2015

bz_mexicoMelissa Lima  – México

Como tema de hoje, tinha pensado em vários… Mas antes de contar sobre as diferenças mexicanas, sobre o que me encanta nesse país, o que estranho, o que aprendi, não posso deixar de contar sobre um tema que está presente em 99% dos lares e das vidas mexicanas: a devoção à Virgem de Guadalupe.

O México é de grande maioria católica, perdendo só para o Brasil. O Catolicismo foi introduzido no México através dos primeiros missionários que acompanhavam a missão de Hernán Cortés, em 1520. Quando Cortés conquistou a cidade asteca de Tenochtitlán, ordenou a derrubada dos templos que considerava profanos e sobre eles ergueu os primeiros templos cristãos.

DSC03655

Eu sou católica de nascimento, mas não praticante. E tenho que confessar que me emocionei quando estive na Basílica, na Cidade do México. Ela me conquistou, e sou mais uma dos milhões de devotos da Virgem.

Aqui, ela é a grande POP STAR. Todo estabelecimento tem um altar dedicado a Ela. Nas ruas, é muito comum você observar grandes homenagens. As pessoas A chamam de um modo carinhoso, “Jefa”, “Mera Mera”, “Lupita”, deixando bem claro quem é que manda em seus lares. Se nos muros das cidades, estiver pintado uma imagem da Virgem, os pixadores em questão respeitam! É interessante.

Ela não tem classe social. Vai desde o mexicano da colônia pobres aos da alta sociedade.

DSC03671

A Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe, é a segunda mais visitada do mundo, perdendo somente pra Basílica de São Pedro, no Vaticano (berço da cristandade). A basílica recebe mais de 20 milhões de visitantes por ano. Quando estivemos por lá, fiquei paralisada, observando as procissões, muito coloridas, com balões, muita música, mariachis…. São grupos, que se identificam com brasões de famílias, camisetas personalizadas etc…. Uma festa! A basílica está localizada no monte de Tepeyac, na Cidade do México. O santuário é composto por duas basílicas, uma do sec. XVI e outra de 1974. A mais nova foi construída em razão do afundamento da anterior, pois encontra-se sob um terreno movediço. Se você entra na igreja , percebe claramente o piso irregular.

cate

E qual é a história da Virgem?

Resumidamente a história da Santa é a seguinte:

Pelos relatos, a “Senhora do Céu” apareceu a Juan Diego, identificou-se como a mãe do verdadeiro Deus, fez crescer flores numa colina semidesértica em pleno inverno, as quais Juan Diego devia levar ao bispo, que exigira alguma prova de que efetivamente a Virgem havia aparecido. Juan foi instruído por ela a dizer ao bispo que construísse um templo no lugar, e deixou sua própria imagem impressa milagrosamente em seu tilma, um tecido de pouca qualidade feito a partir do cacto, que deveria se deteriorar em 20 anos mas que não mostra sinais de deteriorização até ao presente. Um estudo realizado no Instituto de Biologia da Universidade Nacional Autônoma do México, em 1946, comprovou que as fibras do tecido correspondem as fibras de agave, tais fibras não duram mais do que vinte anos.

Em ampliações da face de Nossa Senhora, os seus olhos, na imagem gravada, parecem refletir o que estava à sua frente em 1531 – Juan Diego, e o bispo. Porém, alguns acreditam que isto pode ser explicado pelo fenômeno da pareidolia. O assunto tem sido objeto de inúmeras investigações científicas. É venerada no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe e a sua festa é celebrada em 12 de dezembro.”

DSC03669

Eu, quando estive em seu Santuário, além de petrificada invadida por uma sensação esquisita, me peguei pensando no poder que a Virgem tem, em conquistar um povo tão fiel a seus costumes e tradições, acostumados a adorar vários Deuses. E até hoje, quando saio de minha casa e vou enfrentar o trânsito indiano, digo, Mexicano, peço proteção a Virgem, que nunca me faltou.

Coisas inexplicáveis que me aconteceram nesse país maravilhoso, virei devota da Nossa Senhora de Guadalupe!

(Nota: todas as fotos são do arquivo pessoal da própria autora).

Melissa Lima, 34 anos, mora com a família em San Luis Potosí/MEX desde final de 2013, sem prazo pra voltar pro Brasil (se voltar!). Para saber mais sobre ela clique aqui. Veja fotos da Melissa e dos nossos outros autores no Instagram acessando aqui. Sigam-nos no Facebook para atualizações clicando aqui.  Twitter? Acesse @blogbrasilcomz

13 Comentários leave one →
  1. J. Eduardo Caamaño permalink
    27/05/2015 8:17

    Bom, acho que aqui é o lugar e o momento ideal para contar minha história com N.S de Guadalupe. Sou católico e como você também não sou praticante, mas tenho minha “fézinha” particular. Há muitos anos atrás eu tinha uma mancha na testa que tava ficando escura e tinha uma textura esquisita. Minha dermatologista me disse que eu deveria retirar esta mancha porque havia a possibilidade dela se tornar algo mais sério. Eu odeio a palavra “operação” e não estava muito a fim de operar, mas sabia que teria fazê-lo. Alguns meses depois eu fui ao Mexico para um curso de três semanas e estive na Basilica de Guadalupe, onde fiquei pensando na mancha enquanto rezava. Acredite quem quiser, mas na volta para o Brasil há mancha foi desaparecendo gradualmente até sumir de vez. Fui na dermatologista e ela me disse: “Então quer dizer que você criou coragem e operou ? Que bom ! O resultado ficou ótimo !!!!” Quando eu falei que não tinha operado e que a mancha havia sumido gradualmente ela não acreditou. Pegou uma lupa enorme, uma lampada fortíssima, ficou olhando a minha testa durante um bom tempo e disse. Em 30 anos de profissão eu nunca vi uma mancha destas caracteristicas sumir sozinha ! Milagre de N.S. de Guadalupe ????

    • 27/05/2015 9:50

      Edu: Poder da mente ???

      • J. Eduardo Caamaño permalink
        28/05/2015 15:43

        Pode ser poder da mente, como diz a Nike, nothing is imposible !

    • Melissa Lima permalink
      27/05/2015 13:11

      Nossa Edu! Fiquei arrepiada e definitivamente, acredito muito no poder da Virgem, e cá entre nós também tenho o meu milagrezinho…. Eu nunca dirigi , sempre tive muito medo, nunca consegui nem sair com o carro! Quando mudei pra cá, mediante ao caos do trânsito falei : “estou perdida”, porque aqui não dá pra ficar sem dirigir! Juro, que pedi a Virgem, eu, que já tinha gastado milhões de reais com terapias, tentativas… Simplesmente dirigi sem maiores problemas! E Ela me protege até hoje!… Pra mim foi O MILAGRE! E converso com Ela como os mexicanos, como se fosse parte da minha família. A força é muito grande!
      Que legal! Adorei.

      • J. Eduardo Caamaño permalink
        28/05/2015 15:44

        Melisa, minha vida é pautada por pequenos acontecimentos que posso chamar de milagres porque na falta de uma palavra melhor. Acho positivo, reforça a su a fé, ainda que eu não acredito muito em santos e coisas do gênero

  2. 27/05/2015 8:36

    Mel, fui criada no catolicismo que graças aos deuses, aos papas, aos santos e tudo que é virgem abandonei rapidinho. Mas é incredible como o cristianismo tem força na América Latina. Você aqui escrevendo sobre o México não podia mesmo deixar de abordar esse assunto num post. Essas adorações são fundamentais para entender a cultura mexicana !

    • Melissa Lima permalink
      27/05/2015 13:14

      Sim Ana, eu também, abandonei tudo, e até hoje não frequento templos. Mas eu não consigo entender a força que a Virgem tem sobre mim, até eu mesmo fico assustada! Eu vou todo mês da Catedral aqui em SLP, pra acender minha vela e agradece-La , saio de lá tão disposta, com tanta paz! Algo inexplicável pra mim, e é lindo ver a devoção deles. No dia Dela, tirarei muitas fotos e farei um post especial! Um beijo.

  3. Mirian permalink
    27/05/2015 12:44

    Sou Católica, Apostólica,Romana e praticante.
    Achei muito lindo seus detalhes em relação à Nossa Senhora de Guadalupe.
    Conheço vários lugares religiosos, mas o próximo será o México.
    Beijos e fique com Deus.
    Com carinho
    Mirian

    • Melissa Lima permalink
      27/05/2015 13:16

      Mirian, você tem que conhecer então! A energia que se vê por lá é inacreditável! E quando me deparei com o manto Dela, de verdade, fiquei com lágrimas nos olhos! Um beijo, amém. Mel.

  4. 28/05/2015 2:34

    Oi, Melissa!Adorei o texto! Realmente, fé é terreno que ninguém penetra e, aqui na Índia, ainda temos mais certeza disso. Aqui também temos não só uma, mas uma quantidade imensa de deusas, como Lakshmi, Durga, etc. Gosto muito de visitar templos, mesquitas e outros locais semelhantes para poder aprender mais sobre o povo em si e para ter mais informação para escrever em meu blog, também!Beijos e tudo de bom aí no México

    • Melissa Lima permalink
      28/05/2015 17:35

      Nossa , a Índia deve ser energia pura né? Super curiosa pra saber tudo!!! Eu adoro conhecer todos os tipo de crenças, templos, mesquitas, porque particularmente pra mim, o Deus é o mesmo pra todos, só muda de casa! 😉 Saludos desde México ! Besitos.

      • 29/05/2015 3:29

        Oi, Melissa!!Sim, é verdade. Aqui na Índia sentimos algo especial quando entramos em templos, mesquitas, igrejas…Em breve vou falar sobre as religiões da Índia em algum post. Um abraço e sucesso no México!

Trackbacks

  1. Catrina de Los Toletes – Símbolo Mexicano | Brasil com Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: