EUARenata Kotscho Velloso – San Francisco, EUA

 

Eu: Julia falei com a mãe da sua amiga hoje e combinamos que ela vai te pegar depois da aula para vocês irem ao cinema.

Julia: Com qual das mães você falou?
Eu: Falei com a mãe ué, mãe só tem uma Juju.
Julia: Não, mãe, a Megan tem duas mães.
Eu: Não tem duas não Julia, uma é a mãe, a outra deve ser a madrastra. Eu falei com a que mora com ela.
Julia: As duas mães moram com ela mãe, elas são casadas. A Megan não tem pai, mas tem duas mães.

Esse foi o diálogo que eu tive com a minha filha, então com 8 anos, frequentando o segundo ano em uma escola pública de um bairro bacana aqui da região de São Francisco, na Califórnia.

São Francisco é considerada a capital americana dos direitos dos homossexuais. Direitos gays aqui são uma obviedade simples. Como deveria ser em qualquer lugar do mundo. Gays não tem mais ou menos direitos do que as outras pessoas, porque eles são pessoas exatamente como todo mundo.

City-Hall-Rainbow

Prefeitura de San Francisco com as cores do arco-iris para comemorar a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Fonte: https://davidbruceblog.wordpress.com

Aqui homossexuais são tão diferentes dos heterossexuais, como quem tem cabelo liso é diferente de quem tem cabelo cacheado, ou quem tem olho castanho é diferente de quem tem olho claro. Esse questionamento basicamente não existe.

Famílias homossexuais convivem normalmente com famílias hetero, homossexuais estão no comando mais alto de algumas empresas assim como heteros estão no comando mais alto de outras.

Isso não significa que a Califórnia esteja livre de preconceitos: negros, latinos, idosos (em uma terra que celebra a juventude) e mulheres (numa região de ciência e tecnologia ainda dominada por homens) sofrem discriminação cotidianamente e contra isso todos, homossexuais ou não, devemos lutar. No final das contas ainda estamos muito distante de um mundo igualitário mesmo em lugares considerados progressistas como aqui.

*Renata Velloso é médica e autora do Bulle de Beauté e também é responsável pelo projeto Doctors on the Cloud . Para saber mais sobre ela  clique aqui.