bz_suica

Arlete Dotta – Suíça

Mesmo sendo em sua origem um país formado de agricultores e pastores de ovelhas, a Suíça trouxe ao mundo grandes invenções e criações. Mas esse texto não vai citar o descobrimento do DNA em 1869 feito pelo médico Friedrich Miescher, nem a análise matemática desenvolvida por Leonhard Euler em 1748.

Aqui, uma amostra de pequenas invenções que, criadas ou aperfeiçoadas por suíços, mudaram o nosso cotidiano.

1 – O canivete suíço

Canivete suíço. Foto: James Case, via Wikimedia Commons

Foto: James Case, via Wikimedia Commons

Talvez só depois de adentrar a rotina suíça a gente percebe o quanto essa faca multiuso pode ajudar nas mais variadas situações.

No final do século 19, o exército suíço estava em busca de um novo tipo de canivete para seus soldados, algo que fosse útil de uma maneira geral além de auxiliar na defesa destes. Assim, as primeiras
ferramentas a serem integradas foram, além da lâmina, o abridor de latas, a chave de fenda e um furador. Hoje é o canivete não só mais conhecido como também mais vendido no mundo. As versões mais modernas possuem até caneta laser e “pen drive”. Outras versões possuem ferramentas específicas para pescadores ou para quem joga golfe, por exemplo.
Todo suíço carrega um no bolso onde quer que vá.


2 – Chocolate em barra

Chocolate em barra. Foto: Simon A. Eugster, via Wikimedia Commons

Foto: Simon A. Eugster, via Wikimedia Commons

Apesar da fama do chocolate suíço, não foi aqui que nasceu essa delícia (a Melissa fala sobre isso aqui nesse post). Mesmo assim, não dá pra deixar de citar que foi o suíço François-Louis Caillier o primeiro a fabricar o chocolate em barra. Se eu fosse citar outros aperfeiçoamentos e criações relacionados à indústria chocolateira, a lista seria grande (Ovomaltine, o chocolate ao leite, a conchagem – uma das etapas da produção do chocolate, etc.). Nham!


3 – O papel alumínio

Foto: Wongx, via Wikimedia Commons

Foto: Wongx, via Wikimedia Commons

Em 1905 foi patenteado por Heinrich Alfred Gautschi e usado no início principalmente para embalar chocolates, cigarros e queijos.


4 – O papel celofane

Foto: Holger Ellgaard, via Wikimedia Commons

Foto: Holger Ellgaard, via Wikimedia Commons

Outro tipo de papel que revolucionou o dia-a-dia das pessoas e até hoje é amplamente usado. Foi desenvolvido pelo zuriquense Jacques E. Brandenberger em 1908.


5 – A resina epóxi

Aplicação de epoxi transparente - Foto: Jake Gallagher, via Wikimedia Commons

Aplicação de epoxi transparente. Foto: Jake Gallagher, via Wikimedia Commons

Quem não se lembra do Durepoxi, aquela massa cinza pra consertar objetos quebrados? Pois é, essa resina de mil e uma utilidades empregada nas indústrias química, elétrica e tecnológica, aeronáutica e até na construção civil, foi criada pelo alemão Paul Schlack e o suíço Pierre Castan na cidade de Zurique em 1928.


6 – O descascador de legumes Rex

Foto: Peter Wiegel, via Wikimedia Commons

Foto: Peter Wiegel, via Wikimedia Commons

De utilidade incontestável na cozinha, foi inventado por Alfred Neweczerzal em 1947. A primeira versão de outro tipo é do alemão Albert Deimel.


7 – O espremedor de alho

Foto: Lee Kindness, via Wikimedia Commons

Foto: Lee Kindness, via Wikimedia Commons

Sim, quem não tem ele em casa? Foi o suíço Karl Zysset que, nos anos 50, facilitou a nossa vida com a sua invenção.


8 – O velcro

Foto: Christian Fischer

Bardana, a planta que inspirou Georges de Mestral. Foto: Christian Fischer, via Wikimedia Commons

Foi através dos passeios frequentes com seu cachorro, em 1951, que o engenheiro Georges de Mestral teve essa idéia brilhante. Tudo porque o fruto de uma planta chamada bardana sempre grudava nos pêlos de seu canino. Ao ser comercializado o produto recebeu o nome de velcro, uma mistura do francês velours (veludo) e crochet (crochê).


9 – A fonte Helvetica

Arte gráfica: Dancojocari, via Wikimedia Commons

Arte gráfica: Dancojocari, via Wikimedia Commons

Todo mundo conhece e usa. Os primeiros esboços da tipologia foram feitos em 1956 pelo artista gráfico Max Miedinger e o administrator de empresas Eduard Hoffmann na Basiléia.


10 – O mouse

Mouse de três botões da Logitech. Foto: Wikimedia Commons

Mouse de três botões da Logitech. Foto: Wikimedia Commons

A primeira versão popular de três botões foi trazida pela empresa suíça Logitech em 1985. As versões anteriores nunca tinham sido tão usadas.


11 – A máquina de escrever portátil

Foto: Dr. Nachtigaller, via Wikimedia Commons

Foto: Dr. Nachtigaller, via Wikimedia Commons

Foi o suíço Moise Paillard que em 1935 lançou a Hermes Baby. Máquina de escrever mais utilizada da época, também famosos, como por exemplo Ernest Hemingway.


12 – O zíper

Foto: Rabensteiner, via Wikimedia Commons

Foto: Rabensteiner, via Wikimedia Commons

Foi desenvolvido por vários inventores, mas foi Martin Othmar Winterhalter, de St. Gallen, que aperfeiçoou o produto chegando ao resultado que conhecemos hoje para depois produzir em escala industrial os zíperes que, em 1923, se tornaram famosos pela sua qualidade.

Fontes: Wikipedia, Swissinfo e Handelzeitung

*Arlete Dotta, desde 2009 vive cercada pelos Alpes, na Suíça, para saber mais sobre a autora clique aqui.