Skip to content

Tu ou Vous ?

07/07/2015

bz_franca

Fabio Takeshi – Normandia, França

fonte : trnd.com

fonte : trnd.com

A sociedade e a cultura francesa são mais formais que no Brasil e isto reflete-se na língua francesa, na existência de uma maneira formal e outra maneira informal para chamar o “você”. Assim como em outras línguas como o espanhol (com as formas tu e usted) e o alemão (Du e Sie), há a maneira informal (tu) e a maneira formal (vous), cada uma é claro com a sua própria conjugação verbal.

tu ou vous [fonte lemonde.fr]

tu ou vous [fonte lemonde.fr]

Esta diferença cultura pode ser um pouco difícil no começo

As regras de base são :

– se você não conhece a pessoa, comece chamando por vous até que a pessoa permita que a chame por tu.

– um adulto chama uma criança de tu mas uma criança deveria chamar um adulto que não é da família por vous. Digo deveria pois as gerações mais novas, já chamam os adultos por tu .

– um adulto chama outra pessoa mais velha por “vous”

– em lojas e, é claro com uma autoridade, como um policial ou um juiz, ou para o presidente de uma empresa deve-se chamar por vous.

No âmbito profissional, estas regras de base são válidas mas à medida que começa-se à conhecer os colegas de trabalho, em geral as pessoas chamam-se por tu mas pode haver algumas exceções, se há um alto grau de respeito por alguém mais velho, como para um especialista em um domínio, ou quer-se claramente estabelecer uma relação formal, as pessoas chamam-se por vous.

Este artigo do LA times tenta explicar de uma maneira bem humorada este assunto.

Onde começa-se à complicar e onde eu ainda não consegui totalmente decifrar os códigos de conduta no âmbito profissional é com relação dar beijinhos no rosto de uma colega de trabalho (faire La bise), até onde me falaram, se trata de ter uma afinidade com a pessoa, há casos de pessoas que se conhecem depois de vários anos mas que continuam a dar um aperto de mão enquanto que vejo casos de pessoas que se conhecem depois de pouco tempo e já se dão beijinhos.

No âmbito pessoal a regra é dar beijinhos em amigos e em família.

O número de beijinhos varia, como no Brasil, dependendo da região onde se está; a média é dois mas pode chegar à 5 !

numeo de beijinhos por departamento frances [fonte : radicalgeography.net]

numeo de beijinhos por departamento frances [fonte : radicalgeography.net]

E você, como é no seu país ?

* Fabio Takeshi Utida mora na França há 6 anos e, após morar nas regiões de Borgonha e Champagne , resolveu estabelecer-se na região da Normandia.  Para saber mais sobre ele clique aqui.

5 Comentários leave one →
  1. Arlete Dotta permalink
    08/07/2015 9:41

    Oi Fabio, aqui na Suíça vale basicamente a mesma regra. Quando comecei a falar alemão, achava muito estranho tratar uma pessoa da mesma idade por Sie (sr., sra.), hj em dia estou acostumada. Mas cada vez mais noto que isso anda mudando por aqui, cada vez mais pessoas se tratam por tu/você (du). Mas se estou na dúvida, acabo usando o modo formal mesmo. A coisa dos beijinhos, tb acho complicada. Quando tinha acabado de chegar do Brasil, cumprimentava todo mundo com beijos, como a gente faz lá, paguei vários micos, pq as pessoas não esperavam e não estavam acostumadas. São adaptações culturais que vivenciamos, não tem jeito.

  2. 11/07/2015 13:20

    Beijinhos na Holanda são três, começando do lado direito. Sim, também há o “Je” (informal) e o “u” (formal). Emails para desconhecidos, pessoas idosas, desconhecidos na rua e no comercio… tudo isso com “U”. A pronuncia e’ o “u” francês mistura de “i” e “u” (como em: usine / utile, etc.) Crianças devem chamar adultos com “u” ou por mevrouw, meneer (senhora, senhor). Eu gosto disso, a gente se acostuma rápido e ajuda a evitar constrangimentos. Meus sogros sempre chamei de “u”, alias meu marido e minha cunhada também so’ chamam os pais assim e de “senhor/senhora”.

    • 12/07/2015 19:05

      Interessante que aí na Holanda os filhos chamem os pais de senhor / senhora, Ana. Na minha casa sempre foi assim, eu sempre chamei meus pais, tios e avós de senhor e senhora, mas quando conto isso aqui na Suíça eles acham um pouco estranho. Em família, aqui todo mundo é tratado por “tu” (informal)

      • 13/07/2015 12:25

        Mas meus filhos nos tratam de “je/jullie”. E tratam a oma deles por “u”. Eu chamo todas os meus tios/tias avos no Brasil por senhor(a).

Trackbacks

  1. É necessário falar a língua do novo país ? | Brasil com Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: