Skip to content

O Japão e o pesadelo dos mapas

22/09/2015

bz_japao3Juliana Paula – Japão e India

Percebi estes dias que quanto mais eu convivo com os japoneses, mais tenho certeza de que não sei nada sobre os pontos cardeais e mapas.  Bem, não que isso seja um real problema, mas dependendo do país onde você more, pode ser sim.

map

 Eu só descobri que não manjava nada de pontos cardeais (assim como quase todos os brasileiros) depois que cheguei ao Japão. Lá, tudo é baseado nos benditos pontos cardeais e se você só tiver noção de direita e esquerda como eu, passará por alguns apuros.

yomenai

   Uma das coisas que eu menos gostava no Japão era perguntar para alguém onde ficava determinado local ou como chegar lá. Os japoneses, geralmente são muito gentis e sempre fazem de tudo para te ajudar a achar o local. Mas, a maior barreira, não era o idioma, e sim, os PONTOS CARDEAIS! Sim…

pontoscardeais1

  – Por favor, como e faço para ir daqui até Ikebukuro?

  – Ikebukuro?É fácil! É só você seguir ao leste, depois oeste, depois norte e sul.

  – Hum…(muitos pontos de interrogação na cabeça). Arigatou gozaimasu (muito obrigada).

pontoscardeais4

   Primeiro, eles acham que não entendi porque falaram comigo em japonês. Afinal, como pode um gaijin (estrangeiro) entender japonês? Então, é hora de…desenhar! Sim! Eles sempre têm um papel e uma caneta a postos. Sendo assim, eles começam a desenhar um….mapa (!!!) para você. PIOROU! Desde quando brasileiro sabe ler mapa? Exceção talvez para os cartógrafos, geógrafos, etc.

  Já um pouco nervosa, eu costumava perguntar: – “Tem algum ponto de referência por perto?”

 – “Ponto de referência? Hmm…deixa eu pensar…Ah! Tem sim!Depois de você seguir ao LESTE, você vai ver uma agência grande dos correios e, é no lado norte desta agência.”

pontoscardeais3

 Já cansada e sem esperanças, simplesmente agradecia e fingia ter entendido tudo. Então, seguia o meu caminho. Mas, para onde? Norte, sul, leste ou oeste?

Pois é…Mas, depois que comecei a trabalhar nas escolas japonesas, descobri porque todo japonês sabe ler mapas e também domina os pontos cardeais. Porque eles aprendem e treinam muito isso na escola, ainda no primário. Lembro que estudei o atlas brasileiro e o atlas mundial na escola, mas nunca estudei o mapa do meu bairro ou da minha cidade, como eles estudam no Japão. E, como no Rio de Janeiro os pontos cardeais são usados para dividir as zonas da cidade (Zona Oeste, Zona Norte, Zona Sul, etc), passei quase 26 anos da minha vida muito bem sem eles.

stress

 Mas, graças a Deus, os meus temores acabaram desde que cheguei na Índia. Aqui, ninguém sabe os pontos cardeais, muito menos os mapas. Mas, em compensação, todo mundo te ajuda a achar o local. Você pergunta para alguém na rua onde fica tal lugar e, além do cara parar, os outros que estão passando, também param e começam a dizer o que acham e como você deve fazer para chegar lá. Ontem, estava com um dos meus clientes japoneses, que em vão, tentou mostrar o Google map para o motorista do veículo onde estávamos. Senti um alívio, já que o motorista olhou para a tela do celular do japonês como se algo estivesse escrito em grego! E, percebi o desespero do japonês ao ver que o indiano não sabia ler um mapa!

ricksaw

Foi engraçado, mas como eu e o indiano conhecíamos os pontos de referência, conseguimos achar o local facilmente! Sem mapa, sem pontos cardeais, mas…o importante é que a gente sempre chega! É como aquele velho ditado: Quem tem boca vai à Roma!Roma, Tóquio, Delhi e agora, Mumbai.

E você? É um guru dos mapas ou faz parte do meu time?

Um abraco e até a próxima!

___________

Juliana Paula mora na Índia desde 2013 e desde então, tem desbravado aquele belo e encantador país. Para saber mais sobre ela clique aqui.

6 Comentários leave one →
  1. André Fernandes permalink
    22/09/2015 12:09

    A maioria dos autodrivers, nas maiores cidades indianas, não é do local. Normalmente, o cliente tem que guiar o caminho porque muitos autodrivers não saberiam ir por conta própria

    • 22/09/2015 16:54

      Eh verdade. Dos daqui de Mumbai, a maioria sao do Norte da India. Apesar de a maioria ate saber bem os caminhos, uma vez ou outra a gente tem mesmo que desenhar e gastar o hindi para explicar. Mas…mesmo depois de muita confusao, o bom eh que a gente sempre chega aonde quer!

  2. Junior permalink
    22/09/2015 17:03

    Oi Juliana, muito legal a sua publicacao; que belo choque cultural foi esse heim !
    Além disso, pelo que eu me lembre, no Japão, as pequenas ruas não tem nome né !, só tem nome as principais ruas e avenidas.

    • 22/09/2015 17:10

      OI, Junior!!Eh verdade!!No Japao as ruas nao tem nome mesmo! Eh tudo com numeros e uma das coisas mais dificeis eh encontrar a casa de algum japones!

      • 22/09/2015 19:59

        Japonês gosta de se esconder ? rs rs
        Juliana, concordo totalmente com seu post. Depois vou falar a respeito do que percebi aqui na Holanda. Eu sei ler mapas, mas achar o norte… ainda estou procurando.

      • 23/09/2015 1:42

        Hahahaha…Pois eh…eu percebi no Japao que os colegas europeus tambem sabiam ler os mapas muito bem. Uma vez, um japones discutiu comigo porque eu nao sabia ler mapas e porque eu disse que isso nao eh tao relevante no Brasil e nao ha um foco nesse assunto nas escolas (pelo menos, no meu tempo!). To doida para saber como eh na Holanda a questao dos mapas e do Norte que voce ainda nao achou! Um abraco!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: