Skip to content

O Japão é seguro mesmo?

13/10/2015

bz_japao  Juliana Paula – Japão

A pergunta título deste post me veio à mente quando conversando com uma amiga, me lembrei que um dia, ainda morando no Japão, eu  havia dormido com a porta da varanda aberta durante uma noite inteira. Só fui perceber mesmo no dia seguinte, lá pelas 18:00, quando cheguei em casa e fui tirar algumas roupas do varal. Levei um susto, é claro!

Então, aqui vai a pergunta: O  Japão é um país seguro? Ou será que depende do ponto de vista? Um belo dia, estacionei minha bicicleta do lado de fora e, como fazia  muito frio com um vento congelante+cortante, deixei a magreza parada a semana toda. Um tempo depois, quando fui usá-la, percebi que não só  havia deixado a bicicleta lá, mas sua chave também. Se alguém quisesse levá-la, já estava no ponto!

jitensha

Por mais que bicicletas sejam roubadas com bastante frequência no Japão, a verdade é que a minha não foi. Também já cansei de deixar coisas no cesto da bicicleta, como compras e, quando voltei, estava tudo lá, direitinho.

Andar na rua falando no celular sem ninguém passar a mão, usar jóias, boas roupas e sapatos, ouvir música no seu Iphone de última geração, abrir o seu laptop super moderno…tudo isso pode. Ninguém nunca vai te incomodar ou te assaltar. Que beleza, né?

Sim, neste ponto é uma beleza mesmo. Mas, então não há crimes no Japão?

Crimes existem  desde que o mundo é mundo e, no Japão, não seria diferente. Só que a maioria dos crimes lá, não estão tão ligados à parte financeira, se bem que estes também têm aumentado. Os maiores crimes no país poderiam entrar no grupo das patologias sociais. É bem comum ouvir casos de pessoas que surtaram e saíram matando um monte de gente pela rua. Gente que, do nada, cismou com a tua cara e resolveu lhe dar uma facada. Fora os tarados! Esses aí, estão em todos os lugares e há várias placas dedicadas a eles, como acho que já contei para vocês em outra ocasião. Isso, fora, sem falar dos ladrões de calcinhas e dos doidos que gostam de filmar as colegias subindo as escadas das estações de trens.

Placa avisando sobre a possível aparição do tarado (chikan)

Homens que gostam de filmar meninas subindo escadas tambem e bastante comum por la.

Homens que gostam de filmar meninas subindo escadas também é bastante comum por lá.

Outra coisa que volta e meia aparece nas manchetes japonesas são os casos de pais que matam seus filhos. Ou matam de uma vez, asfixiando ou degolando, ou simplesmente, largam a criança dentro de uma caixa e a fecham  lá até ela morrer. Outra notícia que volta e meia aparecia na mídia, era sobres pais que largam a criança trancada em algum cômodo da casa ou varanda e, não dão comida, nem água e nem nada para ela. E, aos poucos, ela vai definhando, até que morre. Infelizmente, estes casos eram mais comuns do que gostaríamos.Trabalhei diretamente na prefeitura de uma cidade e não foram poucos os casos que tomei conhecimento.


Então, nosso leitor deve estar a se perguntar: 
Com tudo isso, você se sentia  segura no Japão?  A resposta é: sim e não. Em relação aos meus pertences, sim. Mas, sempre que via  alguém chegando muito perto, eu já ficava um pouco apreensiva. Já olhava  logo pra mão da pessoa para ver se não era  um doido qualquer pronto a fazer mais uma vítima. Não gostava de voltar sozinha para casa à noite, porque bêbados e tarados podem aparecer a qualquer hora. E, a verdade é que já fui atacada/ abordada pelo tal do tarado “chikan” umas 3 vezes no Japão! E, confesso: Morri de medo em todas elas! Minhas pernas ficaram bambas e eu não sabia para onde correr!

chikan_1

No geral, e ainda mais se compararmos com o Brasil, o Japão  é seguro sim, não há dúvidas, mas é sempre bom tomar cuidado e ficar atenta a algumas pessoas estranhas que possam estar ao seu redor. Fora isso, o Japão é um país fantástico e, do qual, volta e meia bate uma saudade danada!

Um abraço e até a próxima!

—————————

Juliana Paula ja morou e trabalhou no Japão. Atualmente mora na Índia desde 2013 e desde então, tem desbravado aquele belo e encantador país. Para saber mais sobre ela clique aqui.

2 Comentários leave one →
  1. 13/10/2015 11:56

    Juliana, não tem vagão de trem só para mulher no Japão não ? E elas tem permissão das escolas para usar outro uniforme que não inclua saias ? Ok, tarado tem no mundo inteiro, mas eu por exemplo na Holanda nunca vi-presenciei nada em trens. Essa mulherada no Japão tem que virar ninja e sair dando voadoras.

    • 13/10/2015 13:02

      Oi, Ana!!Tem vagao para mulheres sim, mas eles nao funcionam o dia inteiro, somente durante algumas horas. Na cidade onde eu morava, geralmente, na hora de pico, ia todo mundo misturado mesmo. Em relacao as escolas, o uniforme, mesmo o de inverno, inclui a saia. A unica coisa que muda eh que por cima da blusa vem um sueter. Pois eh…so virando ninja mesmo!!!Um abraco!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: