Skip to content

A crise no Brasil vista dos Estados Unidos

26/10/2015

EUARenata Kotscho Velloso – San Francisco, EUA

 

Nos mudamos para Califórnia no meio de 2011, na época a economia americana estava se recuperando da crise de 2008 e a brasileira, pelo menos aos olhos dos gringos estava bombando. Era comum as pessoas perguntarem porque a gente estava mudando para um lugar em crise onde tudo estava caro se o nosso país estava indo tão bem.

A nossa mudança porém não teve nada a ver com a economia do Brasil ou dos Estados Unidos, nos mudamos devido a uma oportunidade profissional do meu marido e uma vontade nossa de oferecer para as nossas 3 filhas uma exposição a uma cultura e língua novas.

Assim como não teve peso na nossa decisão de vir, a situação econômica do Brasil não pesou na nossa decisão de ficar.  A nossa ideia inicial era ficar 3 anos por aqui, depois de 2 estávamos tão felizes com a vida que estávamos levando e tão bem adaptados a nova realidade que decidimos ficar. Como diz a música “Bem vindos ao Hotel Califórnia, você pode vir quando quiser mas não consegue nunca ir embora”.

Daqui de longe fomos observando as mudanças na economia brasileira. Ao contrário do estereótipo que costumamos ter, uma parcela dos americanos, aquela dos mais bem educados, sabe sim o que está acontecendo fora do seu umbigo. E de uns tempos para cá muitos começaram a nos perguntar o que estava acontecendo com o Brasil. Quando a presidenta do seu país começa a aparecer no noticiário internacional e você não é nem americano, nem russo em geral isso não é bom sinal. O nome do primeiro da Grécia, Alexis Tsipras, por exemplo também está na boca do povo.

É dificil entender a dimensão do que está acontecendo no Brasil morando longe. Fonte da imagem: http://noticias.terra.com.br/

É dificil entender a dimensão do que está acontecendo no Brasil morando longe. Fonte da imagem: http://noticias.terra.com.br/

Mas sem visitar o Brasil pessoalmente desde abril de 2014 é dificil para a gente avaliar de longe o que esta acontecendo no nosso país e explicar para os gringos. As notícias vem de dois lados completamente antagônicos. Para alguns estamos no pior momento da história do país, numa areia movediça dentro do fundo do poco, para outros não há crise nenhuma, é tudo invenção da imprensa e daqueles que querem derrubar a presidenta. O que vale para a economia vale também para a política. Não há meio termo, ou você está de um lado ou você esta do outro: ou você é petralha ou é fã do Bolsonaro e do Cunha. Certeza que metade das pessoas que lerem esse meu texto vai me taxar de coxinha e a outra metade de mortadela.

Um fato concreto que tenho e que o preço das passagens em dólar entre EUA e Brasil caíram para menos da metade. Eu já fiquei feliz de ter conseguido comprar uma passagem por 1.200 dolares para o Brasil, ontem essa passagem pela mesma American Airlines estava 434 dolares. Parece que alguma crise tem.

Por outro lado há menos de um mês recebemos a visita de um amigo brasileiro aqui, ele saiu do aeroporto e foi direto para o shopping. Não me pareceu especialmente preocupado e disse que mesmo com essa alta do dólar os preços aqui ainda valiam a pena para a maioria das coisas.

Então a gente pega flashes das postagens dos amigos no Facebook, lê algumas coisas que saem na imprensa brasileira, outras que saem na imprensa daqui e vai tentando montar um quebra cabeça para tentar entender o que esta acontecendo.

Eu acho que no final das contas, toda crise trás uma oportunidade de reflexão e de crescimento. Com a crise de 2008 os EUA por exemplo aprenderam que não dá para deixar tudo nas mãos do mercado, que alguma regulação do poder publico é saudável. Talvez essa crise ensine o contrário para o Brasil : que não dá para o governo controlar tudo (é preciso diminuir o tamanho do estado) e nem para deixar o seu sucesso pessoal e empresarial depender do governo.

*Renata Velloso é médica e autora do Bulle de Beauté e também é responsável pelo projeto Doctors on the Cloud . Para saber mais sobre ela  clique aqui. Veja fotos da Renata e de outros autores no Instagram. Siga nossa pagina no Facebook e Twitter !  

 

3 Comentários leave one →
  1. André Fernandes permalink
    26/10/2015 11:29

    A crise afeta cada segmento social de formas diferentes. Os ricos acostumados com Ferrari, helicóptero e Daslu não serão afetados, mas a tal da classe C que tem sido a vedete dos últimos e uma das bandeiras do PT, vai ser afetada em cheio com demissões e prestações a pagar…

    O aspecto político também conta. Não escondo que não morro de amores pelo PT, já votei em 2002 neste partido, e vem roubando mais que todos os outros anteriores. Não tem faltado sindicalistas ficando rico….

    O fato é: a economia melhorou e a população precisa aprender o que é economia, política e sociedade. Reclamar e ficar na frente da TV não resolve nada.

  2. Junior permalink
    26/10/2015 17:52

    Oi Renata,
    muito legal o seu post. Eu também tive que responder varias vezes porque troquei em 2009, no auge da crise europeia, o Brasil do BRICS e pais do futuro pela Europa em crise. Eu acho que é uma grande pena p o Brasil e principalmente p os Brasileiros terem “perdido” a oportunidade do boom das comodities para fazer naquela época as mudancas profundas na politica, na carga tributaria e nas infrastruturas tão necessárias ao país.
    bjs

  3. 27/10/2015 10:09

    O Brasil perdeu ótimas oportunidades e se afundou num mar de lama. A imagem do Brasil durante essa crise é um tema antigo na impresna internacional – mas também atual. Hoje vi isso:

    http://www.brasilpost.com.br/renato-xavier-/brasil-relacoes-internacionais_b_8385302.html?ncid=fcbklnkbrhpmg00000004

    E ontem rolou isso na Folha: O Brasil em plena crise empresta US$ 1,5 bilhão para a Argentina via BNDES. Que raiva !

    http://folhabrasiloficial.blogspot.nl/2015/10/brasil-empresta-us-15-bilhao-para.html?spref=fb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: