Skip to content

10 Curiosidades sobre a China

25/11/2015

BZ_ChinaEdvan Fleury – China

Eu vejo muita gente divulgando milhões de curiosidades na internet sobre a China e chega até ser uma ofensa elaborar mais uma lista com um monte de curiosidades que todo mundo já escreveu por aí. Então, eu pensei em fazer uma lista de curiosidades que fui descobrindo por mim mesmo ao longo dos anos que passei aqui. Algumas, julgo eu, são bem úteis e outras coloquei aqui só por serem fato consumado e que bem provável ninguém vai falar abertamente. Espero que você se encante ainda mais por esse país tão intrigante que é a China.

1 – Não existe fuso horário

Se de Manaus a São Paulo podemos ter 2 ou 3 horas de diferenças no relógio, na China isso não existe. Como assim? Se você já deu uma olhadinha no mapa da China deu percebeu que o país é bem grande, né? Logo que cheguei aqui morei em uma cidade chamada Shenzhen e muito constantemente tinha reuniões com a equipe em Beijing, a capital do país. Então, naturalmente, eu perguntava: “Ah, que horas são aí?” No inicio, o povo não sabia se ria ou ficava espantando com a minha pergunta…. Até que um belo dia uma boa alma me explicou que só existia um fuso horário para todo o país. Isso mesmo, apesar de haver lugares na China que só amanhecem às 10 da manhã. O território chinês alcança 5 fuso horários, mas oficialmente o país só adota um. Ou Seja, não importa se você está em Shanghai, Beijing ou Hong Kong, todo mundo tá no mesmo fuso e pronto.

2 – Sexo a três ?

Então, eu tava meio na dúvida se listava isso como uma curiosidade ou não. Como esse texto é sobre coisas que ninguém vai te falar sobre a China, achei pertinente colocar no bolo. Um belo dia chegando no trabalho percebi que havia algo diferente no ar. Não tardou muito para descobrir que havia uma fofoca correndo solta nos corredores. O motivo? Bem, meu colega de trabalho tinha um caso com uma outra moça que trabalhava na mesma empresa. O rapaz era casado e um belo dia ele teve a brilhante ideia de fazer uma brincadeira a 3, chamando a amante e mais uma outra. A esposa desconfiada (acredito que ela já sabia) denunciou o marido infiel à policia. Não deu outra. Os três foram presos em pleno ato, além dos dois funcionários perderem o emprego por terem sido sentenciados a dois anos de prisão.

BLOG CHIna 5

Nem pense nisso se estiver na China: te denunciam e é cana na certa ! 

Pois é, tem algumas coisas que o governo não aceita e sexo a 3 é uma delas. Na verdade a lei chinesa é cheia de pontos duvidosos como, por exemplo, não poder reencarnar sem a autorização do governo (Oi?!).

3 – Papel higiênico serve para tanta coisa…

Muito comumente você verá papel higiênico na mesa dos restaurantes tipicamente chineses. Isso porque alguns estabelecimentos não oferecem guardanapo para limpar a boca, já outros nem tem nada para o freguês usar após a refeição. Confesso que no começo eu ficava constrangido com esse hábito porque no restaurante onde eu almoçava o papel higiênico era só um e ficava preso na entrada do restaurante, então eu tinha que antes de sentar ir na parede e “”arrancar” meu montinho de papel higiênico. Aliás, por isso que chineses e estrangeiros sempre andam com lencinhos na bolsa, este é só um dos motivos. E pasmem, se você for a um banheiro público é bem provável não ter papel higiênico para usar… vai entender, né?

BLOG CHINA TOILET

4 – Os consoles de vídeo games foram banidos…

Ok? Muita gente sabe (ou já ouviu falar) que o governo chinês controla tudo que o povo usa ou faz, por esse motivo o Google, o Facebook, o Instagram, o Twitter e muitos outros sites foram banidos da terra dos pandas e hoje o acesso a estas ferramentas é considerado ilegal. Mas, o que muita gente não sabe é que os vídeos games e livros estrangeiros também entraram nessa onda. A venda dos consoles no mercado chinês é proibida, mas a fabricação não (Oi?). E você me pergunta: então ninguém usa PlayStation ou Wii? Não, muita gente usa e coleciona jogos (até porque a China é hoje o maior consumidor de jogos eletrônicos no mundo). Acontece que é muito difícil para o governo fiscalizar isso. Em Beijing, por exemplo, e possível encontrar shoppings inteiros só dedicados a venda de consoles. No final das contas o governo faz vista grossa para esse assunto.

5 – Tente encontrar um fusca na China…

Na China, os chineses trocam e compram carros como a gente troca de roupa. Mesmo o país tendo seu processo de industrialização bem tardia em comparação ao Brasil e, aliado ao poder de compra dos chineses, a China é o país com a frota de carros mais nova e luxuosa do mundo. Se você nunca viu ou deu um rolezinho em uma Ferrari, uma BMW, Porsche ou um Lamborghini aqui é o seu lugar. Particularmente, já quase tive a honra de ser atropelado por 2 Ferraris e 1 Porsche. Nesses 3 anos que moro aqui só vi 2 vezes dois veículos que aparentavam ter mais de 20 anos de idade.

In this photo taken Saturday, April 24, 2010,  a model stands next to the all-electric I-Car, a concept car debuted by at the Beijing Auto China 2010 show in Beijing.  Dongfeng Motor Corp. showed its all-electric I-Car, a toy-like concept car that looks like a smiley face on wheels. The tiny hatchback's styling is straight out of "Star Trek," with glowing neon blue hubcaps and a futuristic interior with touch-pad buttons. The first Chinese-made car to hit the U.S. market might be an all-electric minivan that skips over gasoline technology and gets a head start on the auto industry's next era. (AP Photo/Ng Han Guan)

 (AP Photo/Ng Han Guan)

6 – E a autoescola?

Em Beijing, devido ao enorme fluxo de carro nas ruas, o governo adotou um sistema de rodízio por placas para tentar conter o alto tráfego de veículos que cresce a cada dia. Esse sistema funciona da seguinte forma: cada dia da semana é permitido um tipo de placa nas ruas, mas só isso não foi suficiente. Então, o governo decidiu que após o término da autoescola, o motorista está apto a dirigir porém não apto a ter um carro. Ou seja, ao finalizar o curso em uma autoescola, o futuro motorista entra em uma loteria no qual a cada ano apenas um número X de pessoas ganham o direito de ter um carro. Após você receber a autorização do governo aí sim é possível pensar ter um carro. É claro, que não muito diferente do que é feito no Brasil, quem tem dinheiro não precisa ficar anos esperando pelo resultado dessa loteria. Por isso é normal ver famílias que tem 4 ou 5 carros (leia-se, BMW. Range Rover Porsche) na garagem.

7 – Ah, e os pandas…

Então…vamos falar de pandas. Eles são bichinhos fofinhos e tal, mas são muito caros. Você já se perguntou porque não há pandas no Brasil? O governo chinês aluga os pandas, e todo país que recebe um pandinha precisa assinar um contrato e pagar, por animal, uma taxa anual de quase US$ 1 milhão. Caso um filhote nasça, ele continua a ser propriedade chinesa, e o governo responsável deve pagar mais US$ 600 mil anuais pelo animal. Isso sem contar com as despesas de veterinário, alimentação e gastos com a infraestrutura do zoológico que irá receber o bicho. Gente, é muito dinheiro.

Giant panda cubs at the Wolong National Nature Reserve in Sichuan Province, China

8 – A muralha da China não é tão grande assim…

Demorou quase 2 anos para eu ir a Beijing e finalmente conhecer a tão famosa muralha da China. Não é só na minha mente, mas quando a gente fala em muralha logo vem na cabeça algo como a muralha lá da série de Game of Thrones. Só que não. Para minha surpresa, apesar de grande em extensão, a parede da muralha é pequena em largura. Eu até tentei pesquisar na internet para saber se eu encontrava essa informação, mas é difícil saber porque a muralha não é uniforme ao longo de toda a sua extensão. No trecho que eu fui, em Badaling famosa por ser uma área turística, a muralha foi reformada com as mesmas dimensões da muralha anterior e, sinceramente, se alguém quisesse passar por lá era só trazer um banquinho ou uma escadinha para passar por cima facilmente. É claro que há trechos em que a muralha possui paredes muito altas, mas nada de dimensões colossais, porém esses trechos não são de fácil acesso para turistas.

BLOG CHina 2

Foto via www.airpano.com 

9 – E aqueles pauzinhos para comer, o hashi….

Pára tudo!  Essa é uma coisa que eu ouço muito no Brasil, principalmente em programa de culinária quando estão fazendo comida chinesa. O hashi é o nome dos pauzinhos lá no Japão. Na China, eles são chamados de kuàizi (fala-se cuaizi). Aliás, os chineses usam os kuàizis não só para comer, mas também para cozinhar. Na cozinha, eles usam uma versão bem (mas bem maior) que chega a medir de 30 a 40 cm, e aja habilidade para usar esse pauzinho (que não é lá tão pauzinho, né).

BLOG CHina 3

10 – Feriado na China…

Esse é o tópico que até hoje não entendo. Há um departamento no governo responsável por organizar o calendário de feriados no país. Esse “ministério” define as datas de quando será os feriados nacionais (na China não existem feriados locais e muito menos estaduais, só os nacionais). Todo mundo tem feriado na mesma época e junto! Só que esse não é o problema que eu não entendo. Vamos supor que teremos um feriado de 3 dias, que seria na segunda, terça e quarta. Oba que alegria. Então uma pessoa que trabalha de segunda a sexta-feira, só iria para a labuta na quinta e sexta-feira, correto? Errado. Na China, se o governo dá um feriado todos são obrigados a compensar ao menos um dia trabalhando. Ou seja, você deve trabalhar na quinta, sexta e no domingo para compensar os 3 dias de feriado, pelo menos. Tem lógica isso?

Edvan Fleury nasceu em Manaus, é jornalista, e atualmente está perdido na China. Para saber mais sobre ele clique aqui. Sigam nossa página no Facebook clicando aqui e no Instagram clicando aqui.  

16 Comentários leave one →
  1. 25/11/2015 10:08

    Achei muito justo, muito digno o lance de não poder reencarnar sem autorização do governo. País organizado funciona assim. Caso contrário, vira bagunça.

    • edvanfleury permalink
      25/11/2015 16:20

      Obrigado sempre pela força, paciência e carinho ❤

  2. Ana cecilia permalink
    25/11/2015 11:53

    Sensacional! Nunca saberia….
    Edvan, quero mais!!!! Conta mais!!
    O Neve tinha q entrar lá.
    Abraço

    • edvanfleury permalink
      25/11/2015 16:22

      Que legal que você gostou ana. Obrigado. Bjs

  3. 25/11/2015 15:39

    Adorei seu post, Edvan! Muito informativo e divertido!! Como disse a Ana Cecilia, conte mais!

    • edvanfleury permalink
      22/01/2016 11:22

      Obrigado Sheila. Pode deixar vou contar tudo. Bjs

  4. 26/11/2015 1:26

    Eu diria que proibir sexo a três é uma repressão socialista, ao pé da letra.
    E, reencarnar sem autorização, já é ditatorial demais. Precisam relaxar essa regra, assim como já fizeram com a lei do filho único.

    • edvanfleury permalink
      22/01/2016 11:23

      ahahah Chinês merece um estudo Antropológico de doutorado para entender ahaha

  5. 26/11/2015 1:30

    Ah… (número 3), agora descobri porque os chineses quando veem para aqui, pegam os pacotinhos de lenços (tissue) que distribuem gratuitamente nas estações de trem/metrô, nas lojas de conveniências e outros tantos lugares deste Japão.

    • edvanfleury permalink
      22/01/2016 11:24

      EU também já incorporei esse costume tbm. Quando fui ao brasil e tirei meu lenchinho minha mãe logo perguntou que mania era essa ahaha

  6. Andy permalink
    26/11/2015 3:02

    Muito interessante!!!! Parabéns Edvan, agora ve se me aceita la no we chat….hehehe

  7. 21/01/2016 16:40

    Adoooooooooooooooorei!

  8. Natalia Maimoni permalink
    19/08/2016 21:49

    Muito interessante 🙂

    • edvanfleury permalink
      21/08/2016 12:43

      Muito obrigado por acompanhar nossos posts ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: