bz_euaSheila Ward – EUA

“A história recente sugere que os americanos comerão cerca de 46 milhões de perus durante o Thanksgiving.” – diz o jornal San Francisco Chronicle. Imaginem! Mas esse é, de fato, o feriado oficial do peru e todos os seus acompanhamentos por aqui: purê de batata-doce, molho de cranberry, legumes assados, etc. As famílias costumam se reunir em volta de uma mesa bastante farta. Os mais generosos fazem doações de dinheiro ou mantimentos para que os menos favorecidos também tenham a oportunidade de fazer uma refeição especial – pelo menos nessa data…

BLOG Tks

Jennie Augusta Brownscombe, “The First Thanksgiving at Plymouth”, 1914, Pilgrim Hall Museum, Plymouth, Massachusetts

O Thanksgiving (Dia de Ação de Graças) cai sempre na última quinta-feira de novembro e é feriado nacional desde a época de Lincoln. No entanto, sua origem se deve à chegada dos puritanos aos Estados Unidos, séculos antes. Embora seja uma festividade originalmente religiosa, ela hoje tem uma conotação mais abrangente. Esse é o feriado mais importante do país e é, para muitos, sinônimo de reunião familiar, muita comida e jogo de futebol (americano) – há sempre um jogo da Liga Nacional no dia de Ação de Graças. É, sem dúvida, o feriado em que mais se viaja.

Para muitos também, o Dia de Ação de Graças vai além de reunião familiar, mesa farta e jogo de futebol. É que fica oficialmente aberta a temporada de compras de fim de ano. Na sexta-feira seguinte ao feriado, chamada de Black Friday, começa a maior liquidação no país. As enormes filas começam já na madrugada, principalmente diante das lojas de eletrônicos. Porém, com o comércio online cada vez mais popular, de uns anos para cá inventaram também o CyberMonday, que acontece na segunda-feira depois do feriado e serve para pegar aquela parcela da população que prefere não enfrentar as longas horas de espera nas filas no Black Friday

Acho que tenho imensos motivos pelos quais ser grata. Deveria praticar o conceito diariamente, mas às vezes me esqueço. Então, gosto da ideia de dedicarmos um dia do ano à gratidão. Por isso, e também porque acredito em ‘fazer em Roma como os romanos’, no Dia de Ação de Graças, vou me juntar aos que se lembram do sentido primeiro dessa data. Agora, às compras eu não vou de jeito nenhum! E, brasileira que sou, vou assar o peru só no Natal. Parece-me que fica bem assim…

* Sheila Ward se formou em tradução. Já morou na Inglaterra, Portugal, Itália e EUA e adora escrever sobre o que vê em suas andanças por aí. Curtam a fanpage do BZ no Facebook clicando aqui. Mais fotos da Sheila e outros autores no nosso Instagram. Twitter ? Clique aqui!