Skip to content

Trabalhar no México

29/04/2016

bz_mexicoMelissa Lima – México 

Quando eu, meu marido e nossa filha viemos pro México, todos os nossos próximos se espantaram e fizeram a mesma pergunta:  “Por quê o México?” Afinal, ninguém da minha família nunca pensou em trabalhar por aqui. Os brasileiros quase sempre associam oportunidades de emprego a Estados-Unidos e Europa.

Pois meu marido teve uma proposta de trabalho, viemos para cá e há 3 anos estamos aqui.  Eu criei um blog, que cresceu muito, e com isso, eu tive um contato direto com as pessoas do Brasil que estavam emigrando para cá. No começo eram pouquíssimas.  Hoje, estou incrédula no tanto de pessoas que entram em contato comigo, visando oportunidades por aqui. Acredito que pela crise econômica e política vivenciada no Brasil, esse número só está crescendo.

Oferta de trabajo

E a pergunta é: vale a pena vir para o México?

Eu não posso reclamar, o país me deu muitas oportunidades e um estilo de vida que dificilmente eu conseguiria no Brasil.

Mas tenho que ser bem realista e tentar alertar as pessoas que não pesquisam os prós e contras, afinal, aqui não é a Europa, não ganhamos em dólar e estamos falando de um país de terceiro mundo, assim como o Brasil.

Vou tentar destacar alguns pontos, que julgo fundamentais:

Plano de Saúde.

Aqui o sistema de saúde público é como o Brasil e portanto deixa muito a desejar. A desvantagem gritante é que não existem seguros médicos que cubram todos seus gastos. Existe um seguro de “gastos mayores” , que funciona como uma franquia de carro.  Passa a cobrir o tratamento depois de X mil gastos (sujeito a análises). Ou seja, esqueça consultas de rotina, exames, urgências, aquela passadinha no médico pra fazer um check up.

Claro que tem, ótimos profissionais, mas você vai ter que pagar pra isso e na grande maioria das vezes, em dinheiro.

Uma solução muito usada aqui são os médicos de farmácia. São clínicos gerais que ajudam numa emergência.

Como tudo tem um lado bom, tenho que ser justa e ressaltar que os médicos estão sempre te acompanhando, via whatsapp, via celular , seja a hora que for . Temos sempre dias pra consultas e são muito competentes. (Mas o foco do ponto é que temos que pagar por isso…)

Férias

Chega a ser ridículo esse ponto. Esqueçam os 30 dias por direito do Brasil, isso aqui gera gargalhadas. O que eu posso recomendar, é a pessoa tentar negociar com a empresa, antes de assinar o contrato. Porque é tensoooo!

No México os trabalhadores tem direito a férias anuais, e a duração depende de quanto tempo o mesmo está na empresa, ou seja:

  1. 6 dias úteis quando se tem um ano de trabalho.
  2. Para os próximos 3 anos, pro período de férias se adicionam 2 dias por cada ano de serviço, de modo que quando um trabalhador chega aos 4 anos de serviço, terá direito a 12 dias úteis.
  3. Ao término de cada 5 anos de trabalho, o trabalhador tem direito a 2 dias adicionais de férias  anuais.

Então o trabalhador com 5 anos de trabalho no México tem direito a 14 dias úteis de férias anuais. As férias anuais não podem ser “vendidas” a empresa. Os trabalhadores podem usufruir de suas férias dentro dos 6 meses do término do ano de trabalho, antes de completar o ano. As férias anuais são pagas e os trabalhadores recebem um valor especial referente a 25% , do período das festas.

(Art. 76-81 de La Ley Federal de Trabajo)

Licença maternidade

As mulheres trabalhadoras tem direito a 12 semanas/84 dias de licença de maternidade pagas. Se o bebê nascer com alguma incapacidade ou necessita de cuidados hospitalares, a licença pode ser estendida por mais duas semanas. A lei não menciona o limite de extensão da licença se a mulher não puder trabalhar durante a gravidez ou depois do nascimento de seu filho. Em caso de adoção a mulher tem direito a 6 semanas de licença paga desde o dia que recebem o filho.

(Art. 123.AV de la Constitución Política Mexicana y el art. 170 de la Ley Federal del Trabajo)

Carteira de trabalho no México

Não existe. Não, pessoal, não estou contando uma piada! Algumas empresas formais, às vezes, fazem um contrato de trabalho por tempo definido ou não.

Esse é um tema que vai longe. Aos poucos, vou contando mais para vocês. Se você que trabalhar no México, o importante é que a sua decisão seja bem estudada e planejada.  Uma má decisão, um mau contrato, pode ser prejudicial a você e a sua família. Leve isso – por favor – em consideração.

Saludos!

______________________

Melissa Lima, 34 anos, mora com a família em San Luis Potosí / México desde final de 2013, sem prazo pra voltar pro Brasil (se voltar!). Tem um blog próprio, o  “Viviendo en el Mexico mágico”.  Para saber mais sobre ela clique aqui. E veja mais fotos do México no perfil do BZ no Instagram ! Siga a nossa fanpage no Facebook clicando aqui. Nosso Twitter? Clique aqui !

Blog “Brasil com Z”, um blog de expatriados brasileiros dos quatro cantos do mundo. Para candidatar-se a participar do blog como autor(a) envie-nos um e-mail: blogbrasilcomz@gmail.com e apresente-se, explicando também o seu interesse em participar. Entraremos em contato com os melhores candidatos. Agradecemos ! 

6 Comentários leave one →
  1. J. Eduardo Caamaño permalink
    29/04/2016 9:17

    A carteira de trabalho é uma invenção brasileira. Na maioria dos países você tem um contrato, como você bem menciona em seu post, que pode ser definido ou temporário. Em 2001, “morei” durante três semanas no México, em uma casa em Coyoacán, bairro onde vivia a Frida Khalo. Adorei, só trouxe boas lembranças daí !

  2. edvanfleury permalink
    29/04/2016 10:54

    Nossa, na china é a mesma coisa com relação às férias no trabalho. Aqui são só 5 dias, imagina ter 5 dias para voltar ao Brasil ahahaha.

  3. viciolicito permalink
    29/04/2016 11:51

    ….ótimo texto, adorei as informações, muito interessante as diferenças, fiquei abismada com a questão das férias…
    ….que sua sexta seja MaRaViLhOsA….

  4. 29/04/2016 13:26

    Achei tudo dureza no México.

    Na Holanda não existe 13o salário, mas pagam as férias. E sim, você tem direito a um mês de férias por ano (e pode retirar férias – a quantidade de dias é proporcional ao período que trabalhou- antes de completar um ano). Aqui também não tem carteira de trabalho. Você tem um SOFI nummer que o RH da empresas te pedem. Quando uma empresa te oferece um contrato de trabalho (temporário ou definitivo) e você aceita as condições, você então fornece o SOFI nummer para que a empresa tenha a garantia de que você está legalizado(a) na Holanda e em caso de demissão vc possa pedir os benefícios ao governo (se tiver direito). Esse SOFI number é o seu número para pagar taxas ao governo, creio que no BR se chama “número de identidade”. As empresas também tem um SOFI number. Enfim, carteira de trabalho não existe, quem te dá um emprego tem que acreditar no que vc diz no seu currículo. Ou pedir referências, caso desconfie do que você conta.

  5. Camila permalink
    29/04/2016 17:11

    Ou melhor, folga, por que 2 dias não pode ser ferias kkkkk

  6. Juliana Silva permalink
    03/05/2016 18:21

    É um pouco estranho,penso que algumas leis no México são muito injustas,parece ruim a ”Carteira de trabalho” quando se é jovem,mas faz uma grande falta para quem é idoso, que infelizmente já não pode trabalhar por causar da idade ou de uma doença.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: