Skip to content

Kazan, Rússia

02/05/2016

bz_russia

Simão Vieira Simões – Kazan, Rússia

Já imaginou viver em uma cidade grande com um charme de cidade pequena, onde a cultura muçulmana e cristã estão lado-a-lado todos os dias? Esse clima de tolerância e paz se encontra em Kazan, na Rússia. Kazan é a capital da República do Tartaristão e fica “às portas da Sibéria”. Cria-se aí mais uma razão para dar uma paradinha nessa cidade, ainda mais se você planeja fazer a rota Transiberiana. As línguas oficiais da República são o tártaro e o russo. A cidade tem mais de 1.000 anos de idade.

BLOG Simao Mapa

Kazan é uma cidade muito antiga, e existe um debate para decidir se foram os povos nômades como búlgaros e kyptcháks ou os mongóis que a fundaram . Os mongóis chegaram na região do rio Volga por volta do século XIII e conquistaram os povos que viviam ali. Logo depois, partiram para o norte rumo aos principados russos. Os mongóis se misturaram com os povos da região e ficaram conhecidos  como tártaros. A nação que se formou ficou conhecida como Horda Dourada, e era o destacamento mongol na Rússia. Os russos, ao contrário dos búlgaros e outros povos, não foram anexados pelos tártaros. Ao invés disso, tinham que pagar tributos e mandar tropas para a Horda. Com o passar dos anos, revoltas internas e a ascensão da cidade de Moscou fizeram a Horda Dourada entrar em declínio, e os russos se livraram do jugo mongol por volta de 1480. Kazan e a Horda Dourada finalmente caíram na metade do século XVI, no reinado de Ivan, O terrível. Durante o governo soviético, a religião foi perseguida pelo governo, em especial o Islã. Assim, metade da cidade é muçulmana e a outra cristã, sendo eles tártaros e russos, respectivamente.

BLOG Simão Kazan

Um Palácio construído em 2013 para recepções de casamentos. Foto arquivo pessoal Simão V. Simões

A população da cidade é muito atenciosa e curiosa, especialmente ao ver um latino-americano pela cidade.  Muitos muçulmanos não praticam de fato a religião, apesar de saberem recitar o Alcorão e os ritos do Islã. Poucas mulheres usam o véu e os homens bebem vodka. É muito comum ver um cristão casado com uma muçulmana, e vice-versa, e os dois praticarem sua religião. Uma muçulmana que se casa com um cristão, segundo uma interpretação do Islã Sunita, não é de fato uma muçulmana. As pessoas na cidade parecem não se importar muito com isso. O que importa para elas é a crença em uma força maior, a paz e o respeito entre todos.

Se depois de tudo isso bateu uma curiosidade em conhecer Kazan, eu separei alguns lugares para que você possa visitar:

O Kremlin de Kazan. Sim, Kazan também tem um Kremlin. Kreml’ em russo significa algo como “fortaleza”, e muitas cidades no país possuem um. Lá também você encontra a mesquita Qul Sharif‘, a principal da cidade.

BLOG Simao mesquista

Mesquita Qul Sharif, foto arquivo pessoal Simão V. Simões

Conheça a parte histórica da cidade, dividida pelo canal do rio Volga. Diversos prédios soviéticos e modernos se encontram lá.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vista a partir da cidade velha. Ao fundo, a parte nova de Kazan. Foto Simão V. Simões.

Coma Öçpöçmáq (Étchpétchmác). É algo entre uma esfiha e uma empanada, podendo ser coberta com caramelo e é servida com sopa de peixe cremosa ou chá verde.

BLOG Simao tartar pirog

Öçpöçmáq, foto via tartarpirog.ru

Se quiser estudar ou simplesmente conhecer, vá até a Universidade Federal de Kazan’. Seu aluno mais ilustre foi Vladímir Ulyánov Lênin.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A Universidade Federal de Kazan. Foto do autor, arquivo pessoal.

Passeie pelo calçadão do centro de Kazan (Baumanskaya). Existem muitas lojas turísticas e a torre inclinada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A rua Báumanskaya, o calçadão de Kazan Foto: Simão V. Simões

Assista um jogo de futebol no Arena Kazan, sede da Copa de 2018. É o estádio do Rúbin Kazan, um dos maiores da Rússia.

Ande no novo metrô da cidade. É moderno, lindo e existem anúncios em russo, tártaro e inglês.

BLOG Simao Mosaico metro

Mosaico em uma estação de metrô em Kazan. Foto arquivo pessoal Simão V. Simões

_____________

Simão Vieira Simões é estudante de história e mora em Florianópolis. Ele já viajou pelo Mercosul, Rússia, Estônia e Ucrânia e estará colaborando com alguns posts aqui no BZ nesse ano de 2016. Para saber mais sobre ele clique aqui. Para ver mais fotos dos autores do BZ sigam-nos no Instagram. Sigam-nos no Facebook e Twitter para atualizações diárias sobre dicas de viagem e turismo, viver e estudar no exterior.  Caso você queira se candidatar a ser colaborador do blog ou um autor fixo, entre em contato conosco via email: blogbrasilcomz@gmail

One Comment leave one →
  1. 03/05/2016 1:09

    Muito interessante. Anima colocar esta cidade em um roteiro de viagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: