Skip to content

Roteiro de 5 dias em Santiago e região

26/08/2016

bz_chile-transparente

 

Carlos Fernandes – Santiago, Chile

Resolvi montar um roteiro especial para os leitores do BZ que irão visitar a cidade de Santiago e terão 5 dias para conhecer o máximo dessa cidade. Lembro que é muito fácil conhecer a capital chilena a pé e através de transporte público. Sendo assim, vamos as nossas dicas:

1º dia – Centro e Bairro Bellavista

Um bom roteiro que se preze indicará ao turista conhecer o centro de Santiago no primeiro dia. E a passear o máximo possível pela região. Mas, para começar, indico aproveitar a ida ao centro e trocar seu dinheiro, se for o caso e necessidade, nas casas de cambio da rua Agustinas. Com os pesos chilenos no bolso, você continuará pela região e visitará o Palacio de la Moneda, a sede do governo chileno. Caso deseje visitar o palácio bem pela manhã, terá a sorte de assistir a Troca da Guarda.

Palacio de la Moneda - Foto: Carlos Fernandes

Palacio de la Moneda – Foto: Carlos Fernandes

Após a visita ao palácio, você caminhará uma pequena distância, aproveitando para conhecer o centro da cidade, até a Plaza de Armas, o marco zero da capital chilena, repleta de construções que relatam muito da história do país. Após conhecer os quatro cantos da Plaza de Armas, te oriento a seguir caminhando pelo centro através das variadas ruas (calçadões), principalmente pela rua Ahumada. Durante esse trajeto, encontramos os famosos Café con Piernas, cafeterias onde as atendentes trabalham com vestidos curtíssimos sobre um piso estrategicamente elevado.

Agora é hora de almoçar. E o primeiro almoço na capital deve ser desfrutado no Mercado Central de Santiago. O mercado é um dos mais conhecidos pontos turísticos da cidade. Apesar de não ser um local belo, ele abriga o mais famoso restaurante turístico santiaguino, o Donde Augusto. É um passeio 2 em 1: almoçar e curtir um ponto turístico.

Mercado Central de Santiago: onde se encontra o restaurante Donde Augusto - Foto: Natalia Maimoni

Mercado Central de Santiago: onde se encontra o restaurante Donde Augusto – Foto: Natalia Maimoni

Após o descanso, podemos continuar nosso passeio tomando um táxi (que não são caros) ou o metrô até um dos bairros mais indicados aos brasileiros, o boêmio Bairro Bellavista. A ideia é que você possa conhecer o local no primeiro dia para poder voltar para lá em uma próxima oportunidade.

A estação de metrô que atende o bairro é a Baquedano. Por lá você encontrará a Plaza Italia e uma bela vista da Cordilheira dos Andes. Seguirá pela rua Pío Nono e poderá primeiro visitar a casa do famoso poeta Pablo Neruda, conhecida como La Chascona. Após a visita, seguir até o Cerro San Cristóbal e subi-lo pelo funicular. Um agradável passeio para contemplar o visual da Cordilheira e ver o por do sol. Como você já estará em Bellavista, a dica é aproveitar a enorme variedade de bares e restaurantes para uma cerveja ou um vinho. E jantar.

Vista a partir do Cerro San Cristóbal - Foto: Carlos Fernandes

Vista a partir do Cerro San Cristóbal – Foto: Carlos Fernandes

2º dia – Praia

Para relaxar da correria do primeiro dia, um boa praia é a dica. Não só pela paisagem, mas também porque o passeio será feito, provavelmente, em uma van. Então você terá a oportunidade de descansar as pernas.

As excursões te levarão às cidades de Valparaiso e Viña del Mar, duas belas cidades da costa chilena bem próximas de Santiago. Ao voltar do passeio, a dica é jantar em algum local que você deseja.

A charmosa Viña del Mar - Foto: Carlos Fernandes

A charmosa Viña del Mar – Foto: Carlos Fernandes

Castelo Wulff em Viña del Mar - Foto: Carlos Fernandes

Castelo Wulff em Viña del Mar – Foto: Carlos Fernandes

3º dia – Vinícola e Bairro Providencia

Santiago possui uma quantidade enorme de vinícolas. E é de conhecimento geral que o Chile fabrica um dos melhores vinhos do mundo. Por mais vinícolas que possam existir na cidade, a mais famosa e visitada pelos brasileiros é a Concha y Toro. Nada mal para começar o terceiro dia. Após a visita, que é longa e vai lhe deixar com fome, você poderá almoçar no maior shopping center da América do Sul, o Costanera Mall. E aproveitar para o conhecer o maior prédio da América Latina, o Costanera Center, na região conhecida como Sanhattan (mistura de Santiago com Manhattan). O prédio oferece, a partir do próprio shopping, uma visita ao chamado Sky Costanera, um mirante há 300 metros de altura com uma vista em 360º da capital.

Concha y Toro - Foto: Carlos Fernandes

Concha y Toro – Foto: Carlos Fernandes

Finalizada a etapa Costanera, poderá seguir a pé pelo famoso e badalado Bairro Providencia. Você conhecerá tudo o que envolve o bairro. Poderá escolher a avenida Providencia para caminhar ou seguir margeando o rio Mapocho, onde encontrará uma sequência de parques que fará com que você nem perceba a distância já percorrida. Pare e admire o Parque das Esculturas e sua visão de Sanhattan e da Cordilheira ao fundo. Se quiser continuar no bairro por mais tempo, encontrará bons lugares para comer em Providencia. Além de uma viela na rua Orrego Lucco, onde há muitos bares frequentados pelos chilenos.

Visão do Costanera Center e de Sanhattan a partir do Parque das Esculturas - Foto: Carlos Fernandes

Visão do Costanera Center e de Sanhattan a partir do Parque das Esculturas – Foto: Carlos Fernandes

4º dia – Cordilheira dos Andes

Mais um dia para descansar das caminhadas. Desta vez para conhecer o mais belo cartão postal do Chile, a Cordilheira dos Andes. Muito próximo de Santiago, as excursões te levarão até as estações de esqui mais famosas da América do Sul. Se for inverno, ótimo. Poderá esquiar ou apenas curtir a neve. Se for verão, encontrará uma montanha mais calma e menos fria para sentir os efeitos dos 3.000 metros de altitude.

Na volta, uma parada no belíssimo Parque Araucano e um jantar no Mall Parque Arauco, o shopping center das grande grifes mundiais em Las Condes, bairro nobre da cidade.

Farellones, uma das estações de esqui chilena próximas à Santiago - Foto: Carlos Fernandes

Farellones, uma das estações de esqui chilena próximas à Santiago – Foto: Carlos Fernandes

5º dia – Bairro Lastarria e Compras

Chegou o último dia. Hora de se despedir com chave de ouro e comprar alguns souvenirs para os familiares e amigos.

Mas antes vamos conhecer o charmoso e cultural Bairro Lastarria. Por lá, você visitará o lindo Parque Florestal e o Museu de Bellas Artes. Almoçar nos restaurantes do bairro é a dica do dia. E ainda aproveitar a melhor sorveteria chilena para uma sobremesa.

Após o almoço, seguir até o Cerro Santa Lucía, logo ao lado. Deixamos por sua conta subir ou não as escadarias do Santa Lucía. Em frente ao cerro encontramos o Centro Artesanal Santa Lucía, o local mais completo e mais em conta em termos de souvenirs de Santiago.

Cerro Santa Lucía - Foto: Carlos Fernandes

Cerro Santa Lucía – Foto: Carlos Fernandes

Gostou? Se você tiver algum outra dica, deixe aqui seus comentários.

______________________

Carlos Eduardo Fernandes é publicitário,  já morou na Irlanda e atualmente é professor de inglês online em Santiago, no Chile. Saiba mais sobre ele e o blog pessoal clicando aqui. Sigam-nos no Facebook acessando aqui. Instagram e Twitter, procure por: @blogbrasilcomz

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: