Skip to content

Em Roma, uma aventura muito séria

23/01/2017

bz_italiaDiogo Rimoli – Roma, Itália

Pessoal, me chamo Diogo e esse é meu post de inicial aqui no Brasil com Z. Nasci em Porto Alegre, sou cidadão ítalo-brasileiro e hoje vivo na Itália, mais precisamente em Roma. Sou Professor de Português e Literatura, radialista profissional e empresário. Minha intenção é dividir com vocês as experiências de se viver por aqui, nesse dito Velho Continente, mas que constantemente nos brinda com situações novas.

Há quase quatro anos tomei a decisão de mudar de vez para a Itália. O que me influenciou? O que fez com que eu decidisse levar em frente esse projeto audacioso e arriscado? Bem, na verdade foram diversos fatores, que combinados entre si fizeram com que tomasse essa decisão.

Desejo de mudança, vontade de viver e absorver outras culturas, ampliar horizontes, mais qualidade de vida e medo da insegurança – social, econômica e política – do Brasil são, sem dúvida alguma, fatores que pesaram muito na minha decisão.

blog-diogo-mercado-testaccio                                                                     No Mercado Testaccio, Roma 

Em 2012, no final da primavera europeia, vim para a Europa para dar entrada nos meus documentos relativos à cidadania italiana. Foi ótimo,

descobri um novo mundo, que para muitos é velho. No verão de 2013, no auge do verão europeu, voltei à Itália para pegar meus documentos italianos (passaporto, carta d’identità, etc). Ao voltar para o Brasil, de um modo quase inconsciente, já tinha a decisão na minha cabeça de me transferir em definitivo para a Itália, apenas necessitava de amadurecimento, o que de fato aconteceu poucos meses depois.

A partir desse momento, comecei a executar o plano de deixar o Brasil. Foram três anos de trabalho árduo, de determinação, de foco, de alegrias e tristezas até chegar o momento de embarcar em definitivo para Roma, o que aconteceu há nove meses.

Abdiquei de tudo no Brasil: bom trabalho, ótimas relações, boas perspectivas profissionais, grandes amigos, filhos, família. Nunca pensei em desistir, nunca pensei duas vezes, nunca tive dúvidas, pois sempre tive a convicção de que esse era o meu caminho, principalmente pelo fato de querer muito viver tudo o que descrevi acima e que estou vivenciando paulatinamente agora.

Evidente que é uma mudança drástica, pois literalmente do dia para a noite tudo muda. A moeda, a língua, os costumes, o modo de se vestir, de comer, de torcer por um time, de comprar, enfim, de viver.

Desembarquei em Roma, mais uma vez nas barbas do verão escaldante da Itália, sem saber formular uma frase em italiano e com um vocabulário reduzidíssimo de no máximo 100 palavras. Obviamente que isso me causava uma série de restrições, de limitações. O inglês me ajudou muito, mas a Itália não é exatamente um país onde se possa “viver” com o inglês.

blog-diogo-caffe-e-pasticceria                    Caffè Pasticceria “U. Giuliani Caffè”, Roma (foto: arquivo pessoal Diogo Rimoli)

Cheguei à Roma com tudo, não deixei nada no Brasil, pois vendi tudo, tudo mesmo. Ou seja, a coisa era séria, não era uma aventura efêmera. Aí surgem todas as questões de ordem burocráticas: aluguel, contrato, registro nas autoridades, adaptação ao transporte público, viver sem carro, não comer carne todo dia… Mas o ditado “Em Roma faça como os romanos” foi de grande valia e aos poucos fui me inserido à sociedade romana.

Ao passo que resolvia as questões burocráticas, comecei a estudar italiano em uma escola muito boa e específica para estrangeiros. Estudei durante quatro meses, de segunda à sexta, quatro horas por dia. Fiz todos os níveis da escola até chegar ao nível superior, momento em que pude respirar um pouco e sentir efetivamente que havia aprendido o italiano. Sem dúvida que houve momentos em que bateu o desespero e que achei que nunca conseguiria aprendê-lo de fato. Aliás, para quem acha que aprender italiano é fácil pelo fato de falarmos português, vai uma dica: NÃO, NÃO É FÁCIL e requer muito esforço e dedicação.

blog-diogo-galeria-alberto-sordi-1                                                                 Eu e Adriane na Galeria Alberto Sordi, Roma

Hoje estou bem adaptado à vida em Roma, que por sinal é uma cidade apaixonante, seja por sua estonteante beleza e história seja por sua caótica condição de grande cidade italiana. Desenvolvo alguns projetos na área do esporte e que estabelecem uma ligação entre Itália e Brasil, tenho inúmeros amigos romanos, italianos e de diversas outras nacionalidades, pois Roma joga isso em cima de você e quem tem os braços abertos acolhe essa oportunidade de bom grado.

Talvez minha tarefa aqui seja exatamente essa de reportar todas as peculiaridades que vivencio cotidianamente, todas as experiências que possam ser comparadas com o Brasil e informar os brasileiros de como é de fato viver por essas bandas.

Conheci diversos países da Europa, tantas cidades – pequenas, médias e grandes – e a cada dia que passa tenho a convicção de que tomei a decisão acertada, tenho a plena consciência de que os riscos tornam a vida mais excitante, colorida, plena e, acima de tudo, tenho muita energia para gastar aqui ao longo de muitos anos que ainda estão por vir.

Saudades do Brasil? Nem tanto. Eu sinto sim saudades das pessoas, pois elas são fundamentais para dar vida aos belos lugares que são praticamente infinitos ao longo do mundo.

_________________

Diogo Rimoli é gaúcho de Porto Alegre,  professor de português e literatura.  Radialista e empresário do ramo esportivo, está desde abril de 2016 em Roma. Para saber mais sobre ele clique aqui. Sigam o Blog Brasil com Z no Instagram, Facebook e Twitter para atualizações diárias. Quer participar como autor do Brasil com Z? Faça como o o Diogo fez: envie-nos por e-mail sua biografia e um texto de apresentação como esse. Entraremos em contato com os melhores candidatos.

18 Comentários leave one →
  1. 23/01/2017 9:13

    Seja bem-vindo ao BZ! Sempre temos muita busca pelos autores da Itália e as temáticas que você pretende abordar nos próximos posts irão dar um tchan novo ao blog.

  2. 23/01/2017 12:14

    Bem vindo à Roma e ao BZ. Tanto tempo aqui e nunca nos encontramos? 😀 Boa temporada por aqui! Curiosa pra ver ler o que vai escrever. Un Saluto!

    • diogorimoli permalink
      23/01/2017 17:31

      Obrigado pela recepção, Carla. Cidade grande, sabe como é, né? Mas qualquer dia desses podemos fazer um encontro “alla brasiliana”… Abraços!

  3. Arlete permalink
    23/01/2017 13:14

    Olá Diogo, bem-vindo ao mundo dos expatriados felizes, apesar da saudade das pessoas queridas 🙂

    • diogorimoli permalink
      23/01/2017 17:32

      Valeu, Arlete! Muito bem dito: “expatriados felizes”. Agradeço pela recepção.

  4. carlosfernandeschile permalink
    23/01/2017 13:40

    Bem-vindo ao BZ Diogo. Texto muito bom e me identifiquei muito com ele. Estaremos aguardando novos relatos sobre essa cidade rica em história e cultura.

    • diogorimoli permalink
      23/01/2017 17:43

      Que bom que gostaste do texto, Carlos. Obrigado pela calorosa recepção. Abraços!

  5. 23/01/2017 19:51

    Bemvindo Diogo !

  6. Alesandra Jardim permalink
    24/01/2017 2:52

    Adorei o blog!!!
    Visitamos o Diogo na sua nova moradia em Roma que nos recebeu com uma grande alegria e uma maravilhosa janta típica Italiana regada a muitos vinhos ! Realmente o Diogo está muito feliz c a nova vida e escolhas ! Está experimentando e conhecendo a Itália de forma fantástica, fascinante e apaixonante e tem um jeito de se expressar que deixou toda minha família c água na boca ! Este sonho faz parte de descendentes Italianos que carrega no sangue histórias maravilhosas!
    Diogo si desidera il successo
    Alesandra Jardim

  7. Alesandra Jardim permalink
    24/01/2017 3:11

    Diogo Adorei o blog!!!
    Tive a honrra de ser recebida com minha família na tua nova moradia em Roma, e nos recebeu c alegria e uma janta maravilhosa regada muitos vinhos! E realmente passa muita paixão pela Itália e descreve e se expressa de um jeito que deixa todos c água na boca! Parabéns por essa escolha maravilhosa!
    Diogo si desidera il successo

    • diogorimoli permalink
      24/01/2017 3:15

      Alessandra, fico muito feliz com teu depoimento, que sei ser sincero e de coração. A honra e o prazer de receber a família de vocês aqui em Roma foi toda nossa. Saudades de vocês. Beijos para todos. E um pedido: não demorem para voltar.

  8. 24/01/2017 11:12

    Bem-vindo ao BZ, Diogo! Me identifiquei muito com seu texto e sua motivacao e, acho que seu texto é muito inspirador para tantos outros que ainda não concretizaram a decisao de vir para o lado de cá do Atlântico!

    • diogorimoli permalink
      24/01/2017 17:00

      Cris, obrigada pelas palavras e pelo apoio.
      Abraços!

  9. vania dotto permalink
    02/03/2017 4:02

    ola gostei muito do seu post e estou nesse mesmo projeto , a unica coisa que me deixa ainda insegura e em relação , de que gostaria de ter um negocio próprio ai na Itália e ai que vem a duvida, porque nao encontra muitas pessoas falando sobre isso, vc conheceu ou conhece alguem que teve ou esta tendo essa experiencia ai ?

    • diogorimoli permalink
      02/03/2017 20:54

      Olá, Vania!
      Fico contente que tenhas gostado do post e que de alguma forma ele tenha sido útil.
      Sobre abrir um negócio na Itália: essa é questão da qual estou buscando informações por interesses pessoais/profissionais.
      Assim que eu tiver apurado tudo com detalhes farei um post sobre isso.
      Abraços e obrigado pela leitura!

Trackbacks

  1. Em Roma, uma aventura muito séria | Brasil com Z | O LADO ESCURO DA LUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: