Skip to content

Saint Patrick’s Day: o carnaval da Irlanda

17/03/2017

bz_irlanda

 

Carlos Fernandes – Dublin, Irlanda

Dia 17 de março. Essa é a data mais aguardada na Irlanda. É quando se comemora o Saint Patrick’s Day. É praticamente uma espécie de Carnaval irlandês. Ou uma Oktoberfest só de Guinness. Sem dúvida nenhuma, a festa mais importante da Ilha Esmeralda.

Essa celebração se refere a data da morte de São Patrício, o padroeiro da Irlanda. No passado, o Dia de São Patrício era apenas uma celebração da Igreja, tornando-se um feriado público no ano de 1903.

É com as core da bandeira irlandesa que o Dublin Airport recebe os turistas para o Saint Patrick's Day - Foto: Arquivo Pessoal

É com as cores da bandeira irlandesa que o Dublin Airport recebe os turistas para o Saint Patrick’s Day – Foto: Arquivo Pessoal

Não só a Irlanda comemora essa data. Na verdade, todos os países de língua inglesa reverenciam São Patrício. Basta lembrarmos que durante esse dia o rio Chicago, em Chicago, nos Estados Unidos, é tingido de verde, a cor oficial da festa e uma das cores da bandeira irlandesa.

Os irlandeses invadiram os Estados Unidos nos séculos 17 e 18 para escapar da guerra e da fome no país. A cidade americana de Boston é a que possui a maior população irlandesa atualmente, sendo 15% dos moradores. Um dos mais populares times de basquete da NBA, o Boston Celtics, leva esse nome em homenagem a esse povo celta. A cor do uniforme? Verde, claro.

O verde também colore os monumentos mais famosos do mundo no dia 17 de março, como a Torre Eiffel (Paris), Sydney Opera House (Sydney), Empire State Building (Nova Iorque), London Eye (Londres), Coliseu (Roma), o edifício Burj Al Arab (Dubai) e até o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. São cerca de 150 monumentos e estruturas icônicas que entram na festa ao redor do mundo.

Rio Chicago, em Chicago, durante as comemorações do Saint Patrick's Day - Foto: CBC News

Rio Chicago, em Chicago, durante as comemorações do Saint Patrick’s Day – Foto: CBC News

Quem foi Saint Patrick?

Saint Patrick nasceu na Bretanha Romana (noroeste da atual França) e com 16 anos foi sequestrado por um grupo de bárbaros, tendo sido levado até a Irlanda onde foi mantido como escravo em algum lugar na costa oeste do país.

Após seis anos trabalhando na Irlanda, Patrick sonhou que um anjo lhe havia dito para escapar do país e retornar para Bretanha. Ao voltar à Bretanha, ele entrou para o mosteiro de Ésir, em Auxerre, na Gália (atual França), sob orientação do santo bispo Germano. Por lá ficou por 12 anos. Foi quando soube que sua vocação era tentar converter todos os pagãos celtas na Irlanda para o Cristianismo. E estamos falando do ano de 432.

Escultura que retrata Saint Patrick - Foto: Steps of Justice

Escultura que retrata Saint Patrick – Foto: Steps of Justice

O folclore irlandês alega que um de seus métodos de evangelização incluía o uso de um trevo de três folhas para explicar a doutrina da Santíssima Trindade para os irlandeses. Por isso o trevo, ou o Shamrock, tornou-se o maior símbolo do país.

O santo ainda carrega outra curiosidade na bagagem: a de ter espantado as cobras da Irlanda. Sim, não há cobras na ilha. E nunca houve, segundo afirmam os biólogos. A explicação diplomática é que as cobras representam uma metáfora ao paganismo que forçou Saint Patrick a ir embora.

Como o Saint Patrick’s Day é comemorado na Irlanda?

Na Irlanda, o Saint Patrick’s Day é um evento tão importante para o país e para seu povo que o governo libera o consumo de bebidas alcoólicas nas ruas. Algo extremamente proibido e passível de punição em qualquer outro dia do ano na Ilha Esmeralda.

dsc09091

Programação na semana do Saint Patrick’s Day em Dublin – Foto: Carlos Fernandes

Mesmo com essa liberação, os pubs costumam ficar super lotados. Principalmente na capital Dublin, onde os turistas, estudantes e locais se misturam para comemorar a data com muita cerveja. Inclusive foi criado um chopp verde apenas para esse dia, levando uma dose de menta para chegar a tal coloração.

As pessoas vestem-se com roupas verdes para sair nas ruas e usam também o tradicional trevo de três folhas em forma de pintura ou em adereços. As lojas do país vendem roupas e chapéus de Leprechaun (figura mitológica do folclore), além de camisetas em alusão a festa. A cor verde é estampada também nos prédios e comércios, que aderem ao movimento “Go Green”.

Chapéus de Leprechaun - Foto: Carlos Fernandes

Chapéus de Leprechaun – Foto: Carlos Fernandes

Saint Patrick's Day na O`Connell Street, em Dublin - Foto: Christa Thompson

Saint Patrick’s Day na O`Connell Street, em Dublin – Foto: Christa Thompson

Pelas cidades, em especial Dublin, ocorrem as tradicionais paradas, ou desfiles. Costumam reunir milhares e milhares de pessoas, independente do clima frio e do provável tempo chuvoso. Em Dublin, o desfile tem um tema diferente a cada ano. Ele ocorre na O’Connell Street, principal via da cidade, que fica no centro, bem próxima ao Temple Bar, região onde se concentra o maior número de pubs no país.

Desfile do Saint Patrick's Day em Dublin - Foto: Vip Magazine

Desfile do Saint Patrick’s Day em Dublin – Foto: Vip Magazine

live-st-patrick-day-parade-usa-nyc-san-francisco-dublin-chicago-nevada-route-time-image-3

Desfile do Saint Patrick’s Day em Dublin – Foto: stpatricksday-parade.com

st-patrics-day-parade-dublin

Desfile do Saint Patrick’s Day em Dublin – Foto: midlothianmessenger.com

Há ainda shows, feiras, barracas de comida e performances pelas ruas. Todos os prédios importantes de Dublin ficam verdes durante esse período.

Região do Temple Bar, em Dublin - Foto: Arquivo Pessoal

Região do Temple Bar, em Dublin – Fonte: Google Search

O verde predomina nos edifícios em Dublin - Foto: Irish Mirror

O verde predomina nos edifícios em Dublin – Foto: Irish Mirror

Estar na Irlanda durante o Saint Patrick’s Day é uma experiência incrível! E estar longe da ilha nesse dia é nostalgia pura. Em 2016 me reuni com amigos brasileiros e gringos do trabalho em Santiago, no Chile, onde eu estava vivendo, e fomos para um Irish Pub sentir um pouco da festa. O local estava lotado e serviu para acalmar um pouco a saudade desse canto da Europa.

________________________

Carlos Eduardo Fernandes é publicitário,  escritor, já morou na Irlanda e atualmente é professor de inglês online em Santiago, no Chile. Saiba mais sobre ele e o blog pessoal BR Chile clicando aqui. Sigam-nos no Facebook acessando aqui. Instagram e Twitter, procure por: @blogbrasilcomz

2 Comentários leave one →
  1. 17/03/2017 16:12

    Um dos lugares que tenho vontade de conhecer é Irlanda, tudo por causa do filme: Casa comigo? Obrigada pelas informações!

    • carlosfernandeschile permalink
      17/03/2017 18:36

      Legal Itanamara. Curto muito esse filme também. Mostra bastante o interior da Irlanda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: