Skip to content

Onde beber cavas em Barcelona? La Xampanyeria

21/09/2017

Ana Fonseca – Barcelona, Espanha

No segundo dia que fomos à Barcelona, depois de zanzar pela cidade e tirar fotos do Palau da la Musica, meu marido queria passar umas horas durante o horário de almoço tomando cava e comendo tapas. Afinal, só tínhamos compromisso com a Sagrada Família quase no fim da tarde. Ele tinha contactado alguns amigos na Holanda dias antes, que conheciam bem Barcelona de várias visitas. E todos esses amigos tinham recomendado entusiasticamente visitar o “La Xampanyería” para cavas da melhor qualidade, e a preço excelente. É um dos bares mais badalados de cavas – talvez O mais badalado.

Antes de prosseguir, queria levantar alguns pontos aos leitores:

  1. Não confundir cava com champanhe, são duas coisas totalmente diferentes. Ambos são vinhos espumosos, certo. Mas cavas são típicas de clima mediterrâneo (quente e seco) e champanhe só vem da região da Champagne, no norte da França (clima chuvoso e frio).  Cavas são vinhos engarrafados de uma só colheita, champanhe é vinho espumoso resultado de diferentes colheitas e portanto com maior acidez que cava.
  2.  Outra coisa interessante, e que eu não sabia, é que “cava” em espanhol é masculino: el cava / tomar un cava. Percebi isso com o garçom hipster (barbinha, bigode de pontas reviradas, cabelo preso num coque, etc.). A pronúncia é [kaba].
  3.  Cavas se tomam frias, bem frias. E em taças próprias, pequenas e rasas, que parecem taças cafonas de champagne (essas aí da primeira foto do post). Não se tomam cavas em taças tipo “flûte” – apesar de alguns bares servirem assim.

*Dica*dica*dica* Para saber mais sobre champagne e vinhos, siga o @_sommelieras no Instagram.

Quando chegamos, o bar já estava com alguns clientes. Fomos direto para o fundo do bar, para caso o lugar enchesse pudéssemos ter acesso fácil ao banheiro.

Para cada tacinha que você pedir, é obrigatório consumir uma porção de tapas. Como estávamos com bastante fome, queríamos comer várias tapas imediatamente, meu marido e eu pedimos conselhos sobre o tipo de cavas que eles tinham e acabamos optando por uma garrafa brut “Berenguer Ramon” a 7,50 EUR. Também pedimos duas garrafinhas de água para as crianças, croquetinhos e linguiças.

O lugar é “povão”, com presuntos secos pendurados em ganchos dos tetos, enormes latas de azeitonas em cima dos armários, chapas de hambúrgueres soltando fumaça no ar, etc.. Veja aí abaixo minha foto com os tipos e preços de cavas (copa = taça, ampolla = garrafa)

A cava que pedimos estava excelente. A seleção e sabor das tapas me decepcionou um pouco. Tinha croquetes marromeno, alcachofras no vinagre, uns pickles… Como minha filha está com dois dentinhos moles, perguntamos depois que ela comeu os croquetinhos o que tinha de doce/macio e garçom me informou “cheese cake”, que era mais como um bolinho fofo, sem base de biscoito e cortado em quadradinhos com palitos espetados. Ela curtiu. Pedimos também  sanduíches do tipo alemão com “wurst”, outro “Frankfurt” e para mim um pãozinho macio e comprido com a típica linguiça de Barcelona, a “Butifarra” (ou “botifarra”em catalão) – muito parecida com algumas linguiças brasileiras, e feita de carne de porco magra. Delícia!

Meu marido e eu percebemos que a cava que mais saía era a do tipo “rosada”, que era na verdade de uma cor rubi. Meu marido não quis pedir uma garrafa “rosat” porque sempre acha que vinhos e cervejas muito “pink” tem sabor acentuado de frutinhas (cereja, ameixa, framboesa) para o gosto dele. A clientela do bar me pareceu mista: tinha tantos turistas, como espanhóis por lá quando fomos. Gente falando em francês, inglês, e holandês.

Conclusão:

O “Can Paixano” em termos de comida não é lá essas coisas. Os sanduíches são gostosos mas gordurentos e a cava excelente e super barata. Acho que por isso que holandeses no TripAdvisor são tão entusiastas sobre o lugar, e deram na maioria 5 estrelas para esse estabelecimento (holandês adora gastar pouco com comida).  Reconheço que seja um ótimo lugar para encher o estômago e tomar cavas baratíssimas com os amigos. Também é bem autêntico, sem frescuras: guardanapos sujos no chão, potes grandes de plástico com ketchup e mostarda já lambuzados, toalete apertadinho e sem papel para secar as mãos. Se você está em busca de um lugar para sentar e tomar cavas com calma, com tapas refinadas, ou com aquela pessoa especial pela qual você nutre fortes sentimentos e expectativas futuras… é melhor ir a outros estabelecimentos. Eu fui por volta do horário de almoço (mais ou menos às 13h00) e o serviço foi bem rápido, apesar de estar enchendo com o passar dos minutos.  Fazer fotos é um desafio – tem cotovelos te esbarrando para todo lado.  Eu voltaria lá tranquila se for mais uma vez a Barcelona, sempre fora dos horários de pico. PORÉM, gostaria de visitar outras xampanyerías também.

SERVIÇO

Can Paixano (nas bocas, também conhecido como “La Xampanyería”)

Carrer de la Reina Cristina, 7, 08003 Barcelona

http://www.canpaixano.com

Funcionamento: 09:00–22:30 Sim, acreditem: eu confirmei com o garçom e ele me disse que às 9 da matina já tem gente na porta querendo tomar cava e comer tapas, principalmente aos sábados. O horário de pico, segundo me informou o dito garçom, vai de de 13h até as 16h mais ou menos. Por volta das 17h – 18h há um “vácuo”. Às 19h30 – 20h está bem cheio (e ruidoso) de novo. 

*Todas as fotos desse post são de autoria da própria autora, com exceção da última foto (acima).

____________

Ana Fonseca mora na Holanda e administra o BZ, um blog feito por brasileiros expatriados vivendo nos quatro cantos do mundo. Dicas de turismo, viagens e culinária, diferenças e choques culturais, as dificuldades em se fazer novos amigos e integrar-se, estudo e trabalho no exterior… falamos sobre tudo isso por aqui, e muito mais! Gostou do que leu? Então curta nossa página do Blog Brasil com Z no Facebook, nossa conta no Twitter e Instagram e compartilhe nossas postagens com seus contatos nas mídia sociais. Agradecemos! Mora no exterior, gosta de escrever e quer se candidatar a participar mensalmente do BZ? Seja ousado (a) e escreva-nos um e-mail contando quem você é e sua motivação para fazer parte da equipe de autores: blogbrasilcomz@gmail.com Boa sorte! 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: