M.C. Jachnkee – Machu Pichu, Peru

Hola, chicos y chicas! Hoje decidi apresentar um lado de Machu Picchu que possivelmente ainda é novidade para muitos. Espero que gostem. Vamos lá conhecer mais desta misteriosa cidade?

Cusco: 3.360m acima do nível do mar e conhecida como “o umbigo do mudo”. Passe uns dias em Cusco, para se aclimatar, antes de ir a Machu Picchu #ficaadica

Em um dicionário quéchua de 1608 encontra-se a palavra ‘Machu’ que significa velho e ‘Pichu’ viria a ser ave ou pássaro. Então, diferente do que se tem propagado dentro do turismo, Machu Picchu não significa “Montanha Velha” e sim: Ave Velha.

IMG_1456

Na foto estou agradecendo a grandeza do Universo, assim como os incas costumavam fazer ao amanhecer- em Machu Picchu.

Para entender melhor nós temos que estudar a história andina dentro do pensamento andino, e não europeu.

IMG_1491

Abaixo, a cidade condor

Os Incas tinham a ideia de que ao morrer seus espíritos cruzariam uma ponte celestial e regressariam as estrelas. No ano 650 devido a um movimento do planeta, uma das pontes celestiais foi inundada, e a outra foi em 1450. E observando a Via Láctea eles não podiam ver mais aquilo que representava as pontes e uma grande preocupação tomou conta da nobreza do império que exigiu uma solução. Foi ai que decidem construir Machu Picchu, a cidade santuário, que garantiria o regresso de seus espíritos as estrelas.

Quando eu soube disso, quis subir novamente Huayna Picchu, que é a montanha atrás de Machu Picchu. Eu já tinha ido lá em 2006 com minha irmãs e depois em 2013, mas desta vez teria um significado diferente.

Subir Huayna Picchu requer fôlego e nada de medo de altura. Como vocês podem ver na foto abaixo, alguns trechos produzem vertigem, o que não foi o meu caso. Ufa!

IMG_1487A subida para conseguir tirar a foto de Machu Picchu de cima.

E que surpresa a minha ao chegar no topo de Huayna Picchu e lá me deparar com um altar de pedra que hoje os turistas desavisados se sentam nele para tirar fotos. O mais interessante desse altar é que ele está perfeitamente direcionado à cidade condor e tem uma forma triangular, que em muitas sociedades significa poder, pureza e eternidade.

Poder: do estado que mandou construir.

Pureza: dos seus habitantes e peregrinos.

Eternidade: a meta a ser alcançada.

Exatamente deste ponto é possível admirar o desenho da cidade abaixo.

Dali se percebe que o condor está desenhado de maneira invertida, com o propósito de direcionar seu voo ao oeste, que é onde está a noite, e voar sobre a Via Láctea de regresso as estrelas.

O que vocês acharam? Deu vontade de conhecer Machu Picchu e de subir a montanha de Huayna Picchu?  Deixem nos comentários se vocês querem mais sobre a cidade e o que gostariam de saber, ok?

000000000000000000machupicchu

Fontes:

Livro: Visión Andina de Machu Picchu de Fernando Elorrieta Salazar.

Foto do condor gráfico: Fernando Elorrieta Salazar.

Dicionário quéchua de 1608: autor Antonio Gonzalez Holguim.

____________________

M.C. Jachnkee é de Blumenau, Santa Catarina, e formada em Letras. Já percorreu o rio Amazonas a fim de realizar a pesquisa para seu primeiro livro e atualmente vive em Cusco, Peru. Dessa fascinante experiência nasceu o segundo livro: “Andes – Um caminho para as estrelas”. Para saber mais sobre Cusco, acompanhe a autora no instagram: https://www.instagram.com/mcjachnkee/

Sigam-nos no Facebook, Instagram e Twitter para atualizações diárias sobre morar no exterior.  Blog “Brasil com Z”, um site feito por brasileiros expatriados, vivendo nos quatro cantos do mundo. Mora no exterior e quer participar? Envie-nos um e-mail com uma minibiografia e um texto de apresentação para blogbrasilcom@gmail.com