Skip to content

Descobrindo o Food Hallen, em Amsterdã

14/01/2018

 Ana Fonseca – Amsterdã, Holanda

Uma dica de turismo para quem pretende visitar a Holanda em época de chuva e frio (e em outras épocas também, hehe): o Foodhallen.

O lugar faz parte de um complexo chamado De Hallen (os “salões”) e funciona numa antiga garagem/depósito de bondes (observe na foto minha, acima). Dá para ver no piso os trilhos ainda. Localizado na parte da cidade conhecida como “old west”, é um grande centro para mídia, cultura, moda, restaurantes e artesanato/acessórios. Há uma parte que opera com salas de cinema (Filmhallen, veja na foto abaixo a entrada do lugar) num estilo bem parisiense, hotel, biblioteca, galerias… Enfim, muita coisa para todos os gostos, tudo coberto. Veja uma impressão de todas as áreas acessando a galeria de fotos do De Hallen.

Segundo o website do lugar, o Foodhallen, especificamente, tem um conceito baseado em mercados cobertos como ‘Torvehallerne’ en Copenhagen, o ‘Mercado de San Miguel’ em Madrí e o  ‘Borough Market’ em Londres. É bem bonito, de encher os olhos. Tem uns 20 stands de comida internacional.

Primeiro, uma visão geral:

O local De Hallen tem um estacionamento gigante para bicicletas, no subsolo.

Muito bem sinalizado, indicando onde ir para roupas, cinema, escritórios…

E agora, o Foodhallen:

O local conta com umas 20 lojinhas de comida internacional, com uma pegada “gourmet”. Tem também três bares de bebidas: um bem no centro (Main Bar) para bebida alcóolicas e não alcoolicas, um só de cerveja (Beerbar) e um de vinho (Wine and G&T Bar). Enfim, o Foodhallen é bem bonito, com muito brilho e mistura de estilos (rústico, chic, étnico, industrial etc.) e terças feiras tem música ao vivo à noite – sextas e sábados tem DJ’S. Com porções pequenas, é legal para quem quer sair dos restaurantes mais tradicionais na cidade. Mas não é barato.

De BallenBar: um conjunto de 5 croquetinhos gourmet a uns 12 EUR. Carinho. 

A ideia é que você pegue e pague por comida aqui e depois ali, e utilize as mesas espalhadas por todo o lugar. Isso pode ser um inconveniente. Nas vezes que fui lá, meu marido ficou segurando um lugar enquanto eu contava para ele as possibilidades e preços, e ia encomendar a comida (e depois voltar lá para saber se já estava pronta). Quando enfim cheguei com a comida, ele foi entrar numa fila para comprar cerveja. Enfim, há uma “economia” dos estabelecimento com garçons, o que deixa a atmosfera mais informal. Mas também obriga os consumidores a serem assertivos e correrem o risco de ficarem sem mesas/cadeiras. Se você quer apenas desfrutar de um wrap indiano, uns croquetinhos, umas tortinhas ou um cone de legumes na tempura, ótimo. Dá para comer em pé, utilizando as mãos. Mas se você quer comer de garfinho e faca, vai ter problemas durante os horários de pico – e o Foodhallen pode ficar bem cheio, com muita gente circulando. Cuidado também com seus pertences. A maioria das cadeiras não tem encosto, e pode ser difícil colocar seu casaco em algum lugar.

Acima, o bar central (Main Bar)

Um dos lugares que a gente mais gosta é esse aí de petiscos chineses (abaixo), e se chama Dim Sum Thing. Sai rápido, tem mesas na frente. Mas não é barato. Também já experimentamos um indiano, com “Mumbai street food”o Shirkan. Caro, para a pequeneza das porções (um wrap a 8EUR, se me lembro bem).

P1070966

Esse mix de dim sum para duas pessoas saiu a 15 EUR. Carinho.

Tem muito holandês na faixa de 25+ no Foodhallen, então acho que a paquerinha rola solta. Fica a dica de hoje para quem vai turistar em Amsterdã e quer conhecer um lugar mais descolado e gourmet.

Eu vou estar publicando algumas fotos do Foodhallen no Instagram do BZ. O Instagram do Foodhallen também vale muito a pena uma olhada.

Até a próxima, tot ziens!

_________

Ana Fonseca mora na Holanda desde 1999. Para ver mais fotos dela e dos outros autores do blog “Brasil com Z”, sigam-nos no Instagram. Gostou do que leu? Siga o BZ no Facebook e no Twitter para atualizações diárias. Quer participar do blog, talvez? Escreva-nos! Envie um e-mail para: blogbrasilcomz@gmail.com e conte-nos em uma minibio e em um texto de apresentação seus planos de postagens e assuntos a serem abordados. Mais detalhes aqui. Blog “Brasil com Z”, um site feito por brasileiros expatriados, morando nos quatro cantos do mundo. Dicas de turismo, viagens, atrações, trabalho, estudo e adaptação cultural. Sharing is caring! Divulgue o blog para seus amigos e participe da nossa comunidade. 

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: